LFBR

Napping in the Dazzling Sunshine and Feasting





Aventura

Aqui ocorrerá a aventura da Caçadora Moon Young Rem, a qual não possui narrador definido.

ADM.Nagashi
ADM.Nagashi
Créditos : 6
G$ 18,300
Localização : Japão

MENSAGENS

Æther

DINHEIRO
Admin


_________________
Napping in the Dazzling Sunshine and Feasting Chibis-naga-final2-Copia
Trinity

Napping in The Dazzling Sunshine



Post 1



Moon Young Rem, uma jovem andarilha pelas ruas de Seul, não possuía moradia fixa, um colchão pra dormir, nem muito menos um ombro amigo para pedir abrigo. Não, alguns podem até chamar a garota de vigarista, invadindo e pulando de casa em casa para dormir, comer e até mesmo se vestir. Mas a garota não fazia aquilo por mera diversão, não! Estava tentando reconstruir sua vida, esta que fora virada de ponta cabeça nos últimos dias.

A passos nervoso a garota vagaria pela cidade, sem rumo definido, apenas… Andando, gostava de pegar o metrô e ficar rodando a metrópole, pensando o que deveria fazer a seguir. Rem, para os mais íntimos, possui o sonho da fama, os motivos são particulares, é claro, mas estava determinada a seguir tal ambição por meio do canto. Havia apenas um pequeno probleminha… Suas apresentações eram de pegar fogo! E não digo no sentido de serem muito boas, quero dizer, elas são ótimas, porém em sua última apresentação, a grande noite que poderia alavancar sua carreira, a garota estava, literalmente, em chamas.

Teria ficado acamada por duas semanas inteiras, afundando o rosto no travesseiro de mais pura vergonha, estragar uma oportunidade daquelas poderia ser um golpe fatal para seu sonho, e se frustrava com isso. Mas a garota não possuía culpa daquilo, havia despertado como caçadora no momento mais inconveniente possível, e sua única fonte de respostas era uma pesquisa no Google, que resultava no endereço da Associação Coreana de Caçadores.

- Ao menos agora não tenho problema em carregar essas coisas... - Comentaria desanimada. Estava se referindo à sua mochila com roupas, no qual devo dizer, não era nada leve, e ainda assim a balançava como se não fosse nada. Era evidente as transformações em seu corpo, mesmo que já tivesse passado da idade das “mudanças”.

Chegara a passar na cabeça de Rem que, de tanto brincar sobre ser um monstro, finalmente tinha acontecido e se tornado um, e por isso andava nervosa pelas ruas de Seul. Direita, esquerda, direita, esquerda, seus passos eram rítmicos tal qual o ponteiro de um relógio, tic, tac, tic, tac…

- AAAAAAH eu não aguento mais isso! - Gritaria para o céu, incomodada, como se estivesse cheia de uma voz suave e elegante descrevendo cada um de seus passos, ambas as mãos iam até a lateral da cabeça, parecia tapar os ouvidos? Mas o que esperaria alcançar com aquilo? [...] Senhorita? [...] Senhorita Moon? Por Deus faça alguma coisa! Não posso ficar aqui alongando cada segundo enquanto você permanece parada!

- Calado estou pensando! - Responderia a qualquer um que fosse interessar. Sua reclamação não parecia ser para nenhum narrador misterioso e galante mas sim à sua própria situação, eram muitas variáveis confusas, e por mais que não compreendesse o fator mágico daquilo tudo, uma coisa ainda era certa, seu desejo pelo canto!

Determinada, Moon Young Rem apanharia o celular da bolsa, fechando a aba de pesquisa e deixando de lado, por enquanto, todo o assunto sobre caçadores. Iria até a lista telefônica, no número da pessoa que lhe deu a oportunidade prévia de se apresentar, esperando pela chamada da ligação.

- Alou? Olá! Aqui é Young Rem, a cantora de duas semanas atrás, se lembra de mim? - Sua voz começaria oscilante, aos poucos se firmando conforme iria retomando o pouco de confiança e autoestima restante. - Nossa, foi horrível aquele incidente não é mesmo? Eu soube que ninguém se feriu, fiquei tão aliviada… Sim sim, eu também estou ótima, nenhum arranhão. - A garota não tinha certeza se a haviam conectado ao incidente, e precisava ao menos tentar.

- Do que se tratou aquilo tudo afinal de contas? Algum incêndio elétrico? - Preferiria nem ouvir a resposta, e por isso já cortaria a si mesma com seu questionamento final, tentando não vacilar no tom de voz. - De qualquer forma! Eu sei que é meio cedo mas… Se o bar ainda for abrir, eu estava pensando… Se eu não poderia tentar novamente minha apresentação. O-ou talvez você possa me indicar à algum outro lugar, isso é algo… muito muito importante pra mim.

Histórico:


Post: 01
G$: 300
Perícias: Especialização Social
• Atuação
• Canto
• Lábia
• Malandragem
• Presdigitação
Reme
Reme
Créditos : 4
Localização : Seul

MENSAGENS

Æther

DINHEIRO
Rank B


_________________



Napping in the Dazzling Sunshine and Feasting TBO2FBd


Narração #01

Seul - 09:00 AM - Nublado



Seul, conhecida como uma das maiores Cosmópolis do mundo, pessoas do mundo inteiro passavam por ali  ​e sua cultura era conhecida ao redor de todo globo, seja pelo famoso e efervescente K-pop, pela elite dos E-players, por sua moda exuberante ou recentemente pelo nível dos caçadores daquela região. De todo modo, a Ásia aos poucos retomava seu lugar como o centro econômico e cultural do mundo e a Coréia Do Sul parecia querer os holofotes desse movimento, em especial com sua capital Seul.

Dento desse cenário não era incomum ver ruas cheias de pessoas andando nas mais diversas direções, tudo parecia um certo caos ordenado, e as ruas tendiam a absorver toda essa loucura, pessoas não olhavam uma para as outras, não cumprimentavam-se, parecia uma versão oriental de Nova York. E no centro dessa loucura estava a jovem Moon Young Rem. A vida dela não estava sendo tão fácil dos últimos tempos para cá, um medo contra os monstros, o incidente com Jeju, e recentemente seu despertar, parecia que quanto mais tentava fugir da loucura, mais era arrastada para essa espiral. Porém, seria esse
o começo do fim ou da continuação?

A garota obviamente sentia-se frustrada,  esbravejava contra os céus, ganhando alguns poucos gritinhos de susto por parte de colegiais transeuntes no local, alguns outros olhando-a com certa estranheza. Um rapaz até tentava ajudá-la buscando alcançar seu ombro para tirá-la do transe, porém prontamente recebia um "- Calado estou pensando!" e optava por recuar com receio.

Por fim, ela decidia dar um passo, saia do meio da rua, alcançava algum canto mais tranquilo, sua bolsa, seu celular e então puxava a lista telefônica. Aparentemente sua mente tinha se decidido, uma vida como caçadora ou como musicista? A segunda opção era melhor. Logo começava a discar um número e a voz do outro lado atendia. - Alô ! A loira prontamente disparava a falar sobre o incidente e o homem nem questionava sobre a saúde dela, mas ela atropelava e dizia estar tudo bem.

- B-bem..sim foi uma noite bem conturbada, tivemos que dar algumas explicações para as autoridades, porém vamos conseguir abrir sim. Por falar nisso, o chefe queria trocar uma palavra com você, deve estar preocupado com seu bem estar e o incidente, eu já estava para contatá-la de toda forma. Senhorita Rem, conseguiria vir para cá agora? Podemos enviar um taxi para buscá-la onde estiver.

Dito isso, caso aceitasse, pouco tempo depois encontraria o tal taxi como descrito e seguiria viagem até o local. Chegando lá, veria aquele cenário de outrora, um pub com suas cadeiras sendo arrumadas, chão sendo lavado, com exceção de um lugar em especial: o palco. Esse por sua vez tinha algumas manchas de poeira e carvão, marcas da combustão ocasionada no último incidente, mesmo que levemente presa naquele pesadelo, uma voz cortava o ambiente. - Ah sim, senhorita Moon, por favor, venha aqui. Dizia um homem muito bem vestido, acabara de descer a escada e os funcionários pareciam respeitá-lo, provavelmente o dono do local, ele fazia um sinal para que a mulher o seguisse, além de ter em sua mão direita duas taças vazias.




Última edição por Midnight em 2/4/2021, 14:38, editado 1 vez(es)
Midnight
Midnight
Créditos : 4
G$ 1,000

MENSAGENS

Æther

DINHEIRO
Game Master


_________________

Napping in The Dazzling Sunshine



Post 2



SIM! Sim sim sim sim!!!! Era o que a Senhorita Moon pensou enquanto ouviu o convite para falar com o chefe, aquele era o cara! O homem que poderia alavancar sua carreira. E acredite em mim ela estaria gritando até agora se não tivesse que manter as aparências no telefone. Mas ei! O que os olhos não vêem o empregador não estranha, Moon Young Rem dava saltinhos empolgados como uma verdadeira lunática, e sinceramente, após gritar em público e mandar um bom samaritano de passagem ir calar a boca, não acredito que ela se importe muito.

- O c-chefe? Mas é claro! Err, quer dizer, sim, estou disponível no momento. - Rem parava de pular, olhando pros arredores meio envergonhada, como se tivesse notado a presença de alguém comentando sua infantilidade. Todo aquele ânimo de qualquer forma atrapalhava sua concentração no telefonema, e a moça preferia que “O Chefe” não a achasse uma completa maníaca. - Mas que gentileza mandar alguém me buscar, minha localização atual é [...] ficarei no aguardo.

Assim que desligou o telefone, procurou um lugar mais tranquilo para esperar sentada, matar o tempo, para Rem, não era algo muito difícil, bastava seu celular e um par de fones para imergir em seu mundo de fantasia, é difícil até mesmo manter a conta de quantas vezes a jovem se distraiu com a música e passou horas cantando em voz alta sem nem perceber. Uma vez com sua carona à vista, sentava-se no banco traseiro mantendo a grande mala de viagem ao seu lado. - Bom dia. - Cumprimentou seu motorista.

Entrava no pub meio apreensiva, afinal de contas não sabia o que exatamente as pessoas pensariam de si, porém mantinha as aparências, um sorriso contente e confiante, também feliz por observar o quão rápido o local estava se recuperando do incidente, isto é, até observar o principal canto na sala. Rem, ao notar o palco ainda com danos da última noite, engoliu em seco, a máscara feita por seu sorriso caía em uma feição muito mais preocupada, quiçá culpada e ansiosa, se sentia mal com aquilo.

Sua mão direita ia diretamente ao pescoço, uma forma de gesto pacificador que normalmente a ajuda a se acalmar, a mão no entanto aparentava quente, ou melhor, parecia estar esquentando, cada vez mais. Seus dedos, por cima da carótida, sentiam o sangue pulsando mais e mais rápido. Rem ainda não havia testado seus poderes desde o incidente, muito pelo contrário estava assustada com eles, e voltar ao lugar começava a reativar suas memórias, o pior ainda, seus poderes.

- Ah! - O que cortava sua quase crise de ansiedade era o aparecimento do homem, que aos seus olhos de susto, aparentava ser o dono do lugar. Moon abaixaria a cabeça, respirando fundo e tentando se focar no homem à sua frente, mexia os dedos da mão sistematicamente ao perceber que a mesma estaria esfriando, e colocando de volta aquele sorriso carismático quase que obrigatório, diria: - É claro, estou logo atrás do senhor. - Se demonstraria prestativa, seguindo o homem, afinal de contas queria manter as boas aparências. - O senhor disse que gostaria de conversar comigo? Algum assunto em particular?

Histórico:


Post: 02
G$: 300
Perícias: Especialização Social
• Atuação
• Canto
• Lábia
• Malandragem
• Presdigitação
Reme
Reme
Créditos : 4
Localização : Seul

MENSAGENS

Æther

DINHEIRO
Rank B


_________________



Napping in the Dazzling Sunshine and Feasting TBO2FBd


Narração #02

Seul - 09:30 AM - Nublado



Apesar do ocorrido e das marcas dele, a equipe do pub parecia evitar olhar demais para a despertada, talvez por medo ou outros motivos, seus olhares desviavam dela e procuravam suas tarefas, em contramão o dono do estabelecimento ia em direção dela, chamava-a para acompanhá-lo e assim ela fazia.

Pouco tempo depois ela subia pelo corredor e caminhava no que seria o andar administrativo dali, as primeiras salas pareciam bem ok, porém as demais não, uma sala, duas; três; quatro; cinco; seis ? Por que um pub tinha tantas salas assim? Ao adentrar na última delas, o homem logo esperava que a outra entrasse, e o interior era um pouco diferente do esperado. De imediato via-se um sofá para mais de quatro convidados,  algumas bebidas dispostas e na direita do recinto um..palco?

- Não se intimide pelo cenário, as vezes usamos esse lugar para ensaios. Dizia o homem colocando champanhe nas taças e então entregava uma delas para Moon, enquanto tomava um gole da outra. - Moon Young Rem, você tem um talento para a música, é verdade. Mas tem algo mais importante que eu gostaria de lhe propor.

Ele apoiava-se na mesa, sentando parte de sua nádega nela e deixando a taça sobre essa. - Veja, aqui não é apenas um pub, temos negócios aqui procurados por adultos, entende o que quero dizer? E você tem o potencial de ser o maior astro nesse ramo! As pessoas pagam por pessoas normais, o quanto não pagariam pela dança de uma despertada ? Você será rica !  Eu pessoalmente a agenciarei! Que ótima proposta não?

O machista dava algumas risadas egocêntricas, centrado no plano perfeito em sua mente. No fim, apenas mais uma armadilha da vida, não era sobre a música, a inquietação do gerente agora era entendível, o plano sempre fora esse. Aproveitar por ser uma garota, aproveitar sua queda, seu lado "monstruoso". No fim, seria mais uma pérola a serviço dos porcos. Vendo a possível reação negativa dela, o homem já se adiantaria e passava para algo mais agressivo, seu tom de voz mudava e sua postura também.

- Eu estou sendo bondoso com você, estou te dando a chance da sua vida. Além do mais, você me deve dinheiro vad**! Gritava e então batidas na porta cortavam o clima. - Os convidados para a sua estreia chegaram, se comporte certo ?


Midnight
Midnight
Créditos : 4
G$ 1,000

MENSAGENS

Æther

DINHEIRO
Game Master


_________________

Napping in The Dazzling Sunshine



Post 3



- Ensaio… - Era difícil para Rem de acreditar nas palavras do homem, especialmente em uma salinha tão pequena de provável acústica precária, e por mais que pudesse ter uma boa ideia do que se tratava, a jovem preferia não pensar muito na vida privativa do dono, e muito menos o aparente segundo lado dos negócios, isto é claro, até receber aquela proposta.

Este era mais um momento em que a Senhorita Moon ficava parada, e cabe agora a mim, seu locutor, deixar a cena mais interessante. Sabe aqueles momentos chaves da vida em que você tem que escolher algo que vai influenciar seu futuro por completo, porém deve ser feito em questões de segundos? Não? Sorte a sua então, pois era essa a situação de Rem.

Em sua linha de raciocínio, a garota não ficava triste, irritada e nem ofendida, por mais que fosse de um país mais reservado como a Coreia, seu tempo na Europa abriu um pouco mais a sua mente para este tipo de coisa. Na verdade estava desapontada com a situação, já que minutos depois de resolver que levaria sua vida só no canto, já havia sido derrubada de tal maneira. A proposta em si poderia ser aproveitada, Rem chegara a cogitar aceitar fazer as danças contanto que pudesse cantar no palco toda semana, mas era a forma como fora apresentada que a fazia desconfiar, e uma pequenina voz na cabeça de Young Rem a dizia que aquele homem era perigo.

Por fim uma resolução, calma e silenciosa, Rem se aproximaria da mesa apenas para colocar a taça de champanhe, se distanciando alguns passos logo em seguida. - Eu agradeço a proposta, mas não sou uma boa dançarina. - Forçava um sorriso em seu rosto, tentando manter uma boa relação. - Se era só isso eu tenho que ir agora, o senhor sabe meu número caso precise de alguém pra cantar.

Contudo, por mais que Rem tivesse demonstrado cortesia, não se pode esperar muito de uma pessoa de baixo calão, logo o homem partia para a agressividade, e sinceramente? Era a pior das opções. Talvez fosse sua educação elevada, ou quem sabe a fragilidade que demonstrou mais cedo ao observar o palco, o fato é que o homem em questão subestimava com quem ele estava falando, e Rem aprendera muito bem em suas viagens em como lidar com este tipo de homem, afinal de contas, não havia raposa mais ardilosa do que a Senhorita Moon em todo o país.

- Não, você que me escuta agora, vadio! - Com um movimento ligeiro da mão, Rem apanharia seu celular, tentando esconder o fato de apertaria o botão de bloquear duas vezes, para abrir a câmera e começar a gravar, mirando bem no rosto do cidadão. - Que fique claro que eu não devo nada a ninguém! - Anunciava com uma voz imponente, fingindo autoridade. - Para o seu infortúnio eu gravei o áudio de tudo desde que cheguei aqui, então a menos que queira seu rosto e de todos os seus clientes do outro lado da porta divulgados para a mídia e as autoridades, eu sugiro que fique bem longe de mim, seu pervertido de me#$@!

Logo que terminasse sua fala, Rem tentaria abrir a porta atrás de si e ir embora daquele lugar, esperando que as medidas não tenham que ficar ainda mais drásticas, afinal de contas, a própria garota era uma bomba relógio, bomba esta que graças aos infortúnios do dia não estava em sua condição mais estável.

Histórico:


Post: 03
G$: 300
Perícias: Especialização Social
• Atuação
• Canto
• Lábia
• Malandragem
• Presdigitação
Reme
Reme
Créditos : 4
Localização : Seul

MENSAGENS

Æther

DINHEIRO
Rank B


_________________



Napping in the Dazzling Sunshine and Feasting TBO2FBd


Narração #03

Seul - 09:50 AM - Nublado



- Tsc ! Era a única coisa que o homem respondia frente a ameaça da caçadora, ele pousava o copo na mesa e fazia um sinal para que ela saísse, esse era seu verdadeiro tipo de pessoa, quando o poder escapava de sua mão ele fugia e não lutava, não era o tipo de pessoa mais perigoso, porém Moon estava certa em meditar sobre a natureza dele. Talvez no futuro, através desse caminho, pudesse voltar aos palcos, porém qual seria o preço até ali ? - Deixem a put* ir !

De todo modo, a loira virava-se e com certa violência abria a porta, dando de cara com um grupo de homens engravatados, talvez agora ela entendesse a fundo como prostitutas eram injustamente discriminadas por homens. Enfim, os convidados ao verem a expressão do dono do estabelecimento abriam passagem para ela, e rapidamente a garota passava. Seus olhos, entretanto, passavam de relance nos olhos de um outro alguém rapidamente, mas não a tempo dela conseguir distinguir completamente quem era.

Enfim, fora do bar ela caminhava pelas ruas de Seul, tentando sair daquela situação precária que estava e subitamente um arrepio percorria seu corpo. Ela sentia de imediato algo como um pequeno choque vindo de seu ombro, nada que a machucasse, mas sim que causava um arrepio. Por instinto seu corpo respondia, seu olhar ia para trás e naquele momento a visão embaçada do homem no "pub" agora ficava mais cristalina.

Napping in the Dazzling Sunshine and Feasting 0e97ff804b468f32675c669de8b7fdac

O homem estava com a mão no ombro da outra e ao perceber a reação imediatamente retirava sua mão dali, levantando-a curtamente como se estivesse rendido frente a um ladrão com a arma. - Senhorita Young Rem Moon. Não era meu intuito assustá-la, permita me apresentar. Ele falava e logo retirava do bolso do paletó um cartão, entregando-o para a moça.


Jun Alifat Nem
Talent Hunter da guilda Fame
Tel: (XX)xxxxx

- Gostaria de conversar um pouco ? Tenho uma verdadeira proposta que pode ser do seu interesse. Jun indicava com o polegar uma cafeteria, a direita da dupla. E com essa indicação que Moon conseguia sair de seu pequeno transe e notar onde estava, no meio da rua de Seul, com pessoas passando a sua direita e esquerda enquanto o sinal estava aberto, a cidade continuava na sua normalidade.




Midnight
Midnight
Créditos : 4
G$ 1,000

MENSAGENS

Æther

DINHEIRO
Game Master


_________________

Voltar ao Topo


 
Permissão neste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Layout desenvolvido por Roevs, Remenuf e Mizzu
SOLO LEVELING RPG (2018 - 2020)