LFBR

Second Tail - Black & White

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte





Aventura

Aqui ocorrerá a aventura do Caçador Minamoto Hayato, a qual não possui narrador definido.

ADM.Nagashi
ADM.Nagashi
Créditos : 6
G$ 18,300
Localização : Japão

MENSAGENS

Æther

DINHEIRO
Admin


_________________
Second Tail - Black & White Chibis-naga-final2-Copia
Trinity

~ Nibi ~

O teste para ingressar na guilda do caçador mais popular do Japão - se não do mundo - terminava com um sucesso! As lembranças daquele portal ainda estavam gravados em minha pele, acho que era isso que chamavam de experiência real? Sentia meu corpo estremecer apenas de lembrar do combate contra todas aquelas criaturas e principalmente com o chefe de portal, se fechasse meus olhos agora provavelmente seria capaz de sentir a mesma adrenalina que tinha sentido naquela ocasião. - Um caçador… - Respirei fundo, fechando os olhos e abrindo-os lentamente conforme soltava o ar de meus pulmões, aquele era apenas o primeiro passo de uma longa jornada, o primeiro degrau de uma escadaria a qual sequer era capaz de enxergar o topo.

Deixando todo aquele monólogo de lado, hoje era um novo dia e agora eu tinha um emprego novo! Um bem diferente do último e, nessas horas me lembrava que teria sido melhor ter lido as letrinhas miúdas do contrato, digo, eu precisava bater ponto? Eles me ligariam quando fosse preciso realizar algum portal? Sequer sabiam quem eu era?! - Aaaarg eu devia ter perguntado esse tipo de coisa! - Baguncei os cabelos sacudindo-os com as mãos, frustrado com minha própria burrice falha! - Se eu aparecer lá pra perguntar essas coisas vai ser muita cara de pau? - Pensativo levei a mão direita até o queixo. - E se eu for até lá como quem não quer nada? - Concordava comigo mesmo meneando a cabeça positivamente. - Hrum, hrum, isso vai ter de funcionar. - Me levantei praticamente pulando.

Desta vez antes de partir fui ao banheiro para tomar um banho e principalmente lavar os cabelos, não era fácil mantê-los daquela forma. Após o banho escolheria algumas roupas limpas, desta vez tinha a minha disposição a malha dropada no boss do portal, mas andar por ai com armadura não parecia muito natural. - "Fica pra outra hora." - Pensava comigo mesmo antes de pegar um de meus quimonos brancos com detalhes cinzas, vestindo por cima um manto amarelo que cobria parte da cintura e apenas uma das mangas, amarrando a cintura com uma faixa branca e obviamente, o item mais importante: a mascara da kitsune que repousava sobre minha cabeça! - Certo, certo. - Devidamente vestido agora passaria meu creme para cabelo - o que levava algum tempo - desodorante que não podia faltar, apanhava meu celular, documentos e a chave do apartamento. - Tudo certo para o primeiro dia de trabalho! - Um caçador! Aquele era oficialmente meu primeiro dia como um membro oficial da Draw Sword, tinha de fazer jus!

Com tudo pronto pegaria alguma fruta para comer no caminho até a sede da guilda, trancando a porta como se deve e guardando as chaves nos bolsos. Caminharia em direção a guild sem desvios, terminando de comer minha fruta no meio do caminho e observando as redondezas como quem não queria nada, apenas um cidadão caminhando pela cidade. Assim que chegasse na recepção da guilda me apresentaria para a recepcionista. - Olá, eu sou o novo membro da guilda, Minamoto Hayato! - Anunciava com entusiasmo e demonstrando um leve sorriso. - Um rank C excepcional, kyshishi. - Uma pequena lembrança de nosso último encontro - se fosse a mesma pessoa a me atender é claro.

Histórico:
Post: 1
Ganho: N/A
Perda: N/A
Pericias: Runas, Monstrologia, Sobrevivência, Geografia, Rastreio.
Relações: N/A
Localização: Tóquio.
Extra: N/A

HP: 1000
MP: 12450
Tidus
Tidus
Créditos : 0
300 Keks
Localização : Tóquio

MENSAGENS

Æther

DINHEIRO
Designer


_________________


Second Tail - Black & White SigngGrande

Narração
 



Uma semana depois...


Prilim, prilim, prilim! O celular de Minamoto tocava — Ohayo! Minamoto-senpai! É o Kota! - o caçador estendia o braço para pegar o seu telefone... mas ele não estava tocando! Alguns segundos depois, três batidas leves em sua porta eram escutadas. O barulho de antes era a sua campainha, a qual era tocada pela primeira vez! Mas o quê Kota estava fazendo ali? — Minamoto-senpai! Por favor, me deixe entrar, tenho um pedido a fazê-lo! - a sua voz indicava clemência e sofrência. Este era o rapaz que havia raidado na última dungeon.

[...]

Na aventura passada, ao terminar o portal.

Vocês são algo... Minamoto, eu te aprovarei. Você tem o que é necessário para ser um caçador, mas ainda lhe falta experiência, a guilda te manterá nas dungeons ranks C, por agora, até que você entenda de verdade o que é caçar - era Inoshishi que lhe dava a notícia, oferecendo um aperto de mão — Quanto a você, Kota... você se recuperou bem, mas os padrões de nossa guilda são mais elevados, você deve saber... mas não considere tudo perdido, ainda há chance para você aqui - naquele momento, Hisui não abaixou a cabeça. A manteve erguida, contraindo os lábios e aceitando o que lhe era dito. Certamente não era o que desejava, mas compreendia e estava disposto. Como o seu companheiro havia dito — Não jogarei a toalha, falhar não é mais uma opção! - o Ranger dizia, com bastante determinação em sua voz. Demorava um tempo, mas Minamoto lembrava de suas próprias palavras: "Vai simplesmente desistir e jogar a toalha? [...] Se falharmos aqui e o portal se romper por isso muitos morrerão, por isso a falhar nunca é uma opção"¹ — Encontrarei vocês em breve, então - profetizava.

Momentos após o pronunciamento do Ranger, ambos sentiam uma palma quente em suas costas, que emanava uma energia calorosa que corria por seus corpos — Vocês estão bem, podem ir para casa - talvez Hayato estivesse esperando que aquela mão escorregasse um pouco sobre suas costas antes de perder o contato, mas na verdade ela o dava um leve empurrão para frente após falar para ele ir embora. Kota, entretanto, não havia dado aquele passo extra para se equilibrar após o pequeno impulso.

Tudo isso ocorria do lado de fora, após um silêncio constrangedor que marcou o caminho de volta. Enquanto os caçadores iam, a equipe de coleta fazia o caminho oposto às pressas, tendo alguns homens da equipe assentido a cabeça para o Elementalista. Ao saírem do salão do boss e verem Oika estraçalhado contra a parede, com o corpo mole feito o de um boneco, com a rocha quebrada atrás de si, onde seu corpo colidira, o grupo permaneceu calado. Em uma troca de olhares, Akai fez Kuroi curar o Summoner, ainda que apenas um pouco, que foi exatamente o que ela fez - o suficiente para o caçador problemático deixar a dungeon antes deles, com o rabinho entre as pernas.

Infelizmente não parou por ai, visto que o rabugento ainda saiu resmungando e parou brevemente antes de sair da vista do grupo, dando um último olhar para trás. Ao menos, este momento Minamoto não esquecia, quando seu olhar atravessou os cabelos pretos que caíam sobre o rosto do rapaz e encontraram um indício de loucura, com a íris distorcido, os olhos fundos e rodeados de intensas olheiras roxas - aquele olhar que tanto se podia ver no famoso anime japonês Soul Eater ou mesmo no filme que havia conquistado os cinemas nipônicos, Batman, em seu icônico antagonista, The Joker.

[...]

Um dia após o teste de admissão. Na toca da raposa.

Encomenda. - o porteiro feio, de face enrrugada, que também estava na última aventura, projetava a sua pança para frente, entregando uma encomenda para Minamoto. Era um envelope branco com um papel brilhoso e, só de ver, era possível atestar sua qualidade. O caçador em repouso subiu o elevador, onde tocava a mesma música de biwa e koto; mais uma vez lembrava que eram instrumentos que eram tipicamente utilizados na época em que sua família foi tão gloriosa. Aquele era realmente um ótimo prédio.

Enquanto subia, com a música de seus ancestrais no fundo, abria o envelope, onde havia o imponente símbolo de uma espada. Draw Sword. Era o que estava escrito. Uma carta de boas-vindas, parabenizando-o com o ingresso na guilda. Também uma recordação para ser guardado; um pequeno mimo. Porém, o que realmente era um mimo era o pop-up que havia surgido em seu celular ao entrar em casa. Uma notificação do banco, alertando de K$ 5.940 que entraram em sua conta. Era uma porrada de dinheiro para quem estava começando. Mais uma vez, o pop-up que seguiu foi "10 curisiodades sobre o Yokai!" - por que aquelas coisas sempre apareciam para ele?

[...]

No presente, de volta ao Kota batendo na porta.

Minamoto-senpai! - mais três batidas podiam ser ouvidas, um pouco mais fortes — Sei que não nos conhecemos muito bem e é estranho eu estar em sua porta, mas não me ignore, por favor! - a voz era quase de choro — Ao menos me deixe contar! Eu fui aprovado na Draw Sword! Gostaria de te chamar pra comemorar e ir em uma dungeon comigo! - aumentava o tom, já mais confiante e determinado. Determinado o suficiente para não abrir a porta até que fosse atendido! — Minamoto-senpai! - mais três batidas eram ouvidas!





¹ Fiz seu personagem lembrar disso, mas qual a impressão que ele vai ter é com você e é algo que gostaria de ver, porque vai ditar a relação dele com o Kota, afinal o rapaz lembrou das palavras dele pra conseguir seguir em frente, e isso mostra a impressão do Hisui sobre o Minamoto, então se o Minamoto vai dar bola pra isso ou não, é algo que atinge a impressão dele sobre o Kota e, consequentemente, vice-versa.

OBS: parei o post onde parei para você poder reagir, mas no próximo post não precisa repostar se for até a guilda, só narra o básico que eu reaproveito a parte do post passado que tem os detalhes.




ADM.Kekzy
ADM.Kekzy
Créditos : 6

MENSAGENS

Æther

DINHEIRO
Admin


_________________
Second Tail - Black & White Chibis-naga-final2-Copia

Trinity

Second Tail - Black & White Akira_11

"Talento, Honra e Lealdade"

~ Nibi ~

O dia mal tinha começado e sentia como se fosse ser um daqueles que ficaria marcado em minha memória, o motivo disso? Bem, estava do outro lado da porta do meu apartamento… - Ehn? - Estava me preparando para sair de casa quando uma voz estranhamente familiar chegava aos meus ouvidos. - "Ei, ei, ei, isso só pode ser brincadeira… !" - Congelei por um instante, memórias de dias atrás retornavam como um soco no estômago, algumas boas e outras ruins. - "Oika e Hisui." - Duas figuras bem diferentes que tinham me marcado de formas diferentes, talvez fosse seguro dizer que eram como água e óleo, mas se existia algo do qual me lembrava de forma bem nítida daquele dia era a expressão no rosto do invocador. - "Espero que ele não tenha trazido companhia." - Por um instante me senti um pouco preocupado em encontrar com aquele sujeito esquisito do lobo negro de novo, mas ao menos não era ele na minha porta, digo… Kota também era um pouco esquisito, mas de uma forma diferente. - "Como se eu tivesse o direito de chamar alguém de esquisito."

Ainda existiam perguntas sem respostas, como por exemplo: como ele sabia onde eu morava?! Será que ele era algum tipo de um stalker maluco?! - Eeeer… - Cocei a têmpora com o indicador um pouco preocupado, respirei fundo e… - Calma, estou indo! - Anunciei me aproximando da porta, acho que não existia motivo para ficar paranoico com isso. - Kota! - Disse ao girar a maçaneta abrindo a porta. - Que surpresa, venha entre. - Daria um passo para trás dando espaço para o rapaz entrar. - Então você também passou? Isso é ótimo, afinal de contas não teria conseguido derrubar aqueles monstros sem você! - Bateria de leve uma das mãos sobre seu ombro. - Mas vem cá, como você descobriu onde eu moro? Você não saiu por ai batendo em porta em porta, né? Kyshishishi. - Perguntava de forma informal mas na verdade estava realmente preocupado com isso, será que meu endereço estava dando sopa por aí?! Não que importe muito, digo, quem viria atrás de mim?... Pessoas como Kota?

Independente da sua resposta aparentemente tínhamos um objetivo em comum que era a realização de um portal, o último tinha me rendido uma boa quantia em dinheiro mas estava longe de ser o suficiente para alcançar meus objetivos. - Você mencionou algo sobre um portal? Eu acabei saindo sem ler as letras miúdas então não sei bem como isso funciona, nós podemos simplesmente ir a guilda e pedir um portal ou existe alguma burocracia por trás? - Talvez o rapaz soubesse mais do que eu - uma vez que não sabia nada - isso poderia ser útil, pouparia tempo e vergonha alheia. - Eu estava saindo pra guilda antes de você chegar, por que não vamos juntos? - Comentaria com o rapaz e se concordasse sairia em seguida, trancando a porta do apartamento.

Durante a caminhada até o escritório da Draw Sword puxaria assunto com o rapaz para não criar um clima estranho. - Você recebeu o resultado só agora ou realizou outro teste? - Questionaria a respeito de sua aprovação. - E quanto ao invocador que fez o teste com a gente, tem alguma notícia dele? Aquele cara me dava calafrios. - Esfreguei os braços rapidamente, como se estivesse com frio. - Ah, e você não precisa ser tão formal, digo, eu também sou só um novato que não conclui nenhum portal pela guilda ainda além do teste, Kyshishi. - Ser chamado de senpai era… Estranho, mas ainda mais estranho quando na verdade era tão novato nisso quanto ele - se não mais.

Histórico:
Post: 2
Ganho: N/A
Perda: N/A
Pericias: Runas, Monstrologia, Sobrevivência, Geografia, Rastreio.
Relações: N/A
Localização: Tóquio.
Extra: N/A

HP: 1000
MP: 12450
Tidus
Tidus
Créditos : 0
300 Keks
Localização : Tóquio

MENSAGENS

Æther

DINHEIRO
Designer


_________________


Second Tail - Black & White SigngGrande

Narração
 


Second Tail - Black & White Images?q=tbn%3AANd9GcS_yED1p3sAfXId0URqapQu5qr2vwHTKXrNVw&usqp=CAU

Surpresa! - ao abrir a porta, Kota imediatamente estendia as mãos para frente, com uma enorme caixa — Abra! - o caixote não era desses de sedex, completamente de papelão, mas de plástico e pelo meio era possível ver o conteúdo dentro dele. Uma armadura! — Depois de ser aprovado e comentado sobre você, o Inoshishi acabou falando dessa armadura que seria para você e eu insisti para trazer aqui - o garoto recuava os braços assim que Minamoto fosse pegar — Mas você irá em uma dungeon comigo - cerrava os olhos, voltando os braços lentamente e devolvendo o item — Ele disse que te ajudará e a guilda mexeu em umas coisas antes, para ficar ainda melhor - dito isso, o Colete Simbionte estava entregue!

Após, o rapaz era indagado sobre como havia chegado até ali, momento em que ficou visivelmente constrangido — Bem... é que... minha família é dona desse prédio... então não foi difícil... eu sou amigo da Lohan... a secretária que organiza as coisas para os novatos... bem, ficamos amigos depois de segunda vez - sem contexto, a conversa podia parecer estranha, mas Tidus sabia ao que ele se referia — Mas sim! Mencionei! Podemos, mas você já tem o app da guild? Eu já fui lá e resolvi diretamente, mas deve estar em uma carta que você era pra receber... você recebeu algo assim? - se Hayato prestasse atenção ao canto do cartão que havia recebido, notaria pequenos dígitos: "12442-m-h". Aquele era o seu código de verificação para o aplicativo da guilda! — Quando você se registrar no aplicativo, pode se inscrever em grupos para os portais imediatamente e de onde quiser - comentava, com o brilho estrelar cintilando em seus olhos — Ahh! A tecnologia é incrível! - seu celular já estava em mãos, com o aplicativo aberto, mostrando como funcionava para seu companheiro.

Após certo tempo, ambos consentiam em ir para a guilda, o que fariam a pé, conversando pelo caminho — Eu fiz outro teste, eu não passei, você escutou o Ino falando - contava, em tom normal — Você precisava ver! Eu finalmente tive uma performance excelente! A minha última dungeon possuía diversas gárgulas, como aquelas que se vê em Notre Dame e eu derrubei uma a uma! - compartilhava, entusiasmado, enquanto caminhavam, gesticulando bastante com os braços — Ele está bem! Ele também assusta às vezes, mas acho que é por ele ser um Rank B. É difícil se sentir vulnerável sendo um caçador, a gente se sente invencível, mas ao estar lado a lado com alguém muito mais forte que você... parece que você volta a sentir comum, é assim comigo - suspirava — E você pode ser um novato nesse mundo, mas com certeza tem um espírito de veterano, diferente de mim! E se não fosse por você, eu provavelmente teria jogado a toalha... - dava um segundo suspiro forte — Mas agora estou na maior guilda do Japão! - abria os braços, como se recebesse a brisa do vento com todo prazer contra seu rosto.

E assim a dupla chegava na sede da Draw Sword, contemplando o prédio que arranhava o céu que nem uma verdadeira espada. Adentrando a recepção, eram atendidos pela mesma recepcionista da última vez — Um caçador excepcional ein... rsrsrs - a moça achava graça da apresentação de Minamoto. Não dava para saber se ela havia considerado como um bom humor ou estava gracejando dele - uma arte dominada pelas mulheres — Eu lembro de você, estou surpresa... - continuava — E para que estão aqui hoje? Ah, isso! - rapidamente seus dedos corriam pelo teclado virtual que estava dentro da mesa — Há uma boa dungeon rank C marcada hoje para daqui a duas horas. Coincidentemente faltam dois integrantes na equipe do líder da quinquagésima oitava força de ataque... um tanker, um healer, um spellbreaker e... vocês, o que acham? Todos são de Rank C, mas o... o Sr. Kurei tem uma boa experiência, apesar da idade - comentava, oferecendo aquela oportunidade — Se não quiserem, há vaga daqui a seis horas na equipe da sexagésima quinta força de ataque, também uma dungeon rank C, com um tanker, um healer, um fighter e possivelmente vocês e, senão, há até mesmo vagas para uma dungeon rank B daqui a cinco horas... um grupo bem completo de oito pessoas, contando com vocês, eu posso encaixá-los e resolvo as coisas com o Sr. Buru - informava.



ADM.Kekzy
ADM.Kekzy
Créditos : 6

MENSAGENS

Æther

DINHEIRO
Admin


_________________
Second Tail - Black & White Chibis-naga-final2-Copia

Trinity

Second Tail - Black & White Akira_11

"Talento, Honra e Lealdade"

~ Nibi ~

Para minha surpresa Kota não estava sozinho, quer dizer ele não estava acompanhado de uma pessoa, mas de uma coisa. - Oh! - Dei um passo para trás por instinto, mas logo em seguida avancei novamente apanhando a caixa, ou pelo menos tentando já que o rapaz a puxou de volta. - Isso é golpe baixo, mas claro, vamos sim! - Esbocei um sorriso amigável antes de finalmente conseguir pegar meu embrulho. - Uma armadura? - Removia o item da caixa, olhando-a com certa desconfiança, girando de um lado para o outro, olhando dos lados, em baixo, em cima. - Hooo… Dizem que os itens dos portais são mágicos, mas não sinto nada de especial. - Não sabia bem o que esperar, quer dizer como um item mágico deveria se parecer? Ele brilhava ou coisa do tipo? Vendo de perto não parecia grande coisa. - Huuum, deve ser impressão.

Com o avançar da conversa uma informação nova me fez arregalar os olhos e engolir a seco. - Ehn? - A família dele era o que?! - Eeeeh… Bom, sua família tem bom gosto pra decoração. - Comentava dando de ombros. - Espero um dia conseguir ter um prédio também, kyshishi. - Percebendo que o rapaz parecia um pouco desconfortável com a situação decidi não me aprofundar no assunto, tudo que envolvia família era complicado. Deixando isso de lado, o que tinha a seguir era uma informação realmente útil. - Ooh, claro um aplicativo. - A tecnologia era realmente útil. - Deixa eu ver… - Fui até a cômoda onde tinha deixado minha carta para verificar a tal numeração. - Está aqui. - Com o papel em mãos fiz o cadastro no aplicativo enquanto o atirador me mostrava em seu celular como funcionava.

Logo em seguida partimos em direção a guilda, durante a caminhada Kota me contou sobre seu teste, aparentemente eu tinha sido o único a passar no teste daquele dia, mas o seguinte terminou com seu sucesso. - É realmente incrível como os portais nos levam a locais tão diferentes. - A irregularidade dos portais era realmente fascinante e ao mesmo tempo suspeito, realmente não existia nenhuma relação entre eles? Sua existia em si era um grande mistério e chegava ser difícil acreditar que isso acontecia de forma totalmente aleatória, tudo no mundo existia por um motivo, não? - Me pergunto se alguém estuda essas coisas em busca de uma explicação lógica. - Um pensamento súbito que saia alto escapando em palavras.

A conversa continuou até voltar a Ino, as palavras do atirador me fizeram concordar com a cabeça, desde que despertei como um caçador o mundo tinha mudado, o poder te fazia ver coisas simples de forma diferente e as vezes conseguia até mesmo entender aqueles que eram engolidos pela cobiça, a sensação de poder te fazia sentir no controle, talvez fosse assim que Oika se sentisse com sua invocação. - Entendo o que quer dizer. - Abri um leve sorriso sem graça. - Quando vi Ino segurar o ataque do chefe do portal com naturalidade eu percebi que a diferença entre ranks é bem maior do que aparenta, não são apenas letras sem sentido. - A diferença de um único rank já tinha sido esmagadora, pensar no poder que pessoas de rank ainda maiores conseguem atingir era assustador, o quão poderoso alguém como Yokai conseguia ser?! - "Deve ser bom nascer com tanto poder assim." - Suspirei comigo mesmo, o mundo era tão injusto e as vezes até me esquecia disso. - "Espírito de um veterano..." - As palavras do rapaz me fizeram olhar para os céus, um olhar um pouco triste e longínquo, talvez aquela não fosse a melhor expressão para me definir, eu apenas não tinha escolha, não existia mais um lugar para retornar então tudo que podia fazer era seguir em frente mesmo que isso custasse minha vida.

Após uma longa caminhada finalmente chegávamos ao nosso objetivo, onde a mesma atendente de uma semana atrás nos abordava. - "Tenho quase certeza que ela está zombando da minha cara." - Cerrei os olhos desconfiado, era claro que ela iria rir, mas não sei bem se era aquele tipo de risada que esperava. Bem, de qualquer forma tínhamos opções! Esse deveria ser o benefício de uma guilda tão grande. - Huuum, a primeira opção parece boa pra mim, Kota, tem alguma preferência? - Perguntaria ao rapaz já que ele quem tinha me convidado em primeiro lugar. - A primeira e a segunda opção parecem igualmente boas, a última com certeza é tentadora mas não quero dar um passo maior do que a perna logo agora, kyshishi. - A demonstração de força de Ino tinha deixado claro a diferença entre um único rank entre caçadores, imagino que entre portais a diferença deveria ser equivalente ou até mesmo maior… Quem sabe com um pouco mais de experiência?

Se Kota não tivesse preferência ficaria com a primeira opção que ocorreria daqui duas horas, afinal de contas já estávamos ali. - Vamos ficar com essa então. - Indicaria. - Alguma coisa que precisamos saber? A localização ou algo específico sobre os membros? - Uma pergunta um pouco evasiva, como recepcionista a mulher devia saber uma coisa ou outra dos membros - apesar de existirem tantos e ela nem se lembrar do rosto de todos - na verdade se ela não se lembrasse seria melhor, uma vez que geralmente só nos lembrávamos das pessoas problemáticas.

Histórico:
Post: 3
Ganho: N/A
Perda: N/A
Pericias: Runas, Monstrologia, Sobrevivência, Geografia, Rastreio.
Relações: N/A
Localização: Tóquio.
Extra: N/A

HP: 1000
MP: 12450
Tidus
Tidus
Créditos : 0
300 Keks
Localização : Tóquio

MENSAGENS

Æther

DINHEIRO
Designer


_________________


Second Tail - Black & White SigngGrande

Narração
 


A dupla prosseguia com a escolha da dungeon, momento em que Kota esgueirou o pescoço para frente, tentando ver alguma informação extra no painel virtual da secretária — É, um passo de cada vez parece o mais sensato, são sábias palavras Minamoto-senpai - o rapaz concordava, coçando o queixo, como se houvesse aprendido uma lição de grande profundidade.

Após concordarem em ficar com a primeira opção, a moça ajeitou os seus óculos, de onde saia um brilho pela luz refletida, quando Minamoto perguntou se havia alguma informação extra ou que eles deveriam saber — Já que você perguntou! - suas mãos corriam pelo painel virtual sob a bancada, enquanto ditava — O Sr. Kurei é o Tanker e ele está em sua nona dungeon. Todas as suas dungeon anteriores foram bem sucedidas e ele virou líder da 58ª Força de Ataque em sua quarta dungeon. Bastante confiável - pontuava.

Com um passar de mão, Hayato percebia que a página mostrada pela interface mudava, mostrando a imagem de outro homem. — O Healer é o caçador Yakuyo Shokubutsu, que está em sua terceira dungeon pela guilda. É a primeira vez que forma grupo com o Sr. Kurei e os outros. Bons comentários sobre ele, mas - abaixava seu óculos, com uma expressão dúbia — Tem fobia de lugares fechados... - comentava, diminuindo o tom — E a Spellbreaker é a Srta. Kabe Taiyo, que também tem uma boa avaliação e... tem problemas para se relacionar com homens - informava, agravando sua expressão dúbia e anotando algo em um papel — Quem é que tá fazendo essas besteiras?! - exclamava, fazendo Kota trocar olhares com Minamoto — O portal apareceu no meio do Fushimi Inari Shrine - dava a localização.

Sabendo o local, Kota abria a boca, surpreso — Sério?! Logo ali?! Uau! - se impressionava, recuando para trás — É bom irmos logo! Irei chamar um Uber! - o rapaz informava, já pegando o celular — Já chamei para vocês, podem esperar do lado de fora. VW Tiguan, placas XXX-YYYY, três minutos - informou, ajustando o óculos novamente — E eu sou uma secretária excepcional - comentou, olhando para Minamoto e virando-se para atender outros caçadores — Vamos, Senpai! Você vai testar sua armadura nova, não vai?! - indagava — Também estou doido para testar isso aqui! - Hayato não tinha percebido, mas Kota estava trajando umas botas que pareciam bem especiais pela cor metálica que refletia — Chegou! - anunciava.



ADM.Kekzy
ADM.Kekzy
Créditos : 6

MENSAGENS

Æther

DINHEIRO
Admin


_________________
Second Tail - Black & White Chibis-naga-final2-Copia

Trinity

Second Tail - Black & White Akira_11

"Talento, Honra e Lealdade"

~ Nibi ~

A escolha a respeito do portal era concluída com Kota concordando, na verdade ele parecia estar levando muito a sério o que eu falava e isso me deixava um pouco sem graça. - "Eu ainda não sei dizer se ele está tirando uma com a minha cara." - Dei um leve riso discreto, Kota parecia alguém bem inocente para estar tirando sarro, talvez um dia me acostumasse com isso, talvez. Com a escolha feita restava apenas ir ao local do portal! Ao menos era o que esperava, mas para nossa sorte a secretaria era realmente muito boa no seu trabalho. -  "Oito portais bem sucedidos e nenhuma falha? Isso que é um currículo impressionante." -  Meneei a cabeça de forma positiva, impressionado, com certeza teria muito a aprender com alguém tão experiente, podia não ser um rank B como Ino-san, mas certamente deveria bem experiente também.

A avaliação do restante do grupo também parecia boa, apesar de alguns comentários duvidosos. - "Fobia de lugares fechados? Problemas em se relacionar com homens?" - Arqueei uma das sobrancelhas. - Ehn? - Me virei para Kota dando de ombros. - "Isso parece até com os comentários aleatórios de avaliações em aplicativos, o ultimo principalmente." - Levei o punho direito próximo a boca simulando uma tossida para disfarçar o riso. De qualquer forma a equipe parecia promissora, apesar dos comentários que deixavam uma pulga atrás da orelha, e o destino? Não podia ser melhor! - O tempo Inari?! - Arregalei os olhos, quase como uma criança ao ouvir dos pais que iria ao parque de diversões. - Isso só pode ser sinal de bom agouro. - Concordava comigo mesmo meneando a cabeça.

Os serviços prestados pela secretaria da guilda realmente me impressionou e superou em muito minhas expectativas, geralmente pessoas nesta função não faziam mais do que o minimo necessário. - "Então esse é o nível da maior guild do Japão?" - Acho que precisaria me esforçar ainda mais, eles não pegavam leve nem no atendimento. - Mais do que excepcional. - Concordava com seu comentário com um sorriso amigável no rosto. - Nos vemos depois, secretaria excepcional! - Acenei um com dos braços, virando-me de costas e caminhando em direção a saída.  Antes de partir Kota perguntava sobre a armadura, na verdade não me sentia muito confiante quanto a ela, mas por que não testar? Seria uma boa oportunidade para ver do que aqueles tais itens mágicos podiam fazer. - Claro, estou curioso para saber a diferença entre essas coisas dos itens normais. - Olhava em direção aos seus pés que estavam cobertos por um par de botas bem chamativo. - Então você também recebeu algo assim? Sente-se diferente usando isso? - Questionava, será que era apenas eu que não sentia nada demais naqueles itens? Bem, talvez na hora certa.

O tempo passou e nosso transporte chegou! Sem perder mais tempo fui em sua direção, abrindo a porta e me sentando em um dos bancos de trás. - Bom dia, tudo certo? Eu sou Minamoto Hayato, é um prazer. - Comentava com o motorista. - Estamos indo para Fushimi Inari Shrine. - Provavelmente o sujeito já sabia dessa informação, mas não custa nada reforçar. - Já faz algum tempo que não visito este lugar. - Sentia-me um pouco nostálgico de me lembrar da ultima visita. - Não é irônico que um portal apareça por lá? Digo, dizem que os dez mil toriis são como portais entre dois mundos, acho que algumas pessoas poderiam chamar isso de destino ou até mesmo de uma mensagem divina. - O entusiasmo ficava bem nítido em meu rosto, o templo Inari era um dos locais que mais admirava e respeitava no Japão, visitá-lo era sempre uma oportunidade e tanto, mas realizar um portal em seu território? Me perguntava se existia a chance de haver alguma relação com o outro lado também.

Histórico:
Post: 4
Ganho: N/A
Perda: N/A
Pericias: Runas, Monstrologia, Sobrevivência, Geografia, Rastreio.
Relações: N/A
Localização: Tóquio.
Extra: N/A

HP: 1000
MP: 12450
Tidus
Tidus
Créditos : 0
300 Keks
Localização : Tóquio

MENSAGENS

Æther

DINHEIRO
Designer


_________________


Second Tail - Black & White SigngGrande

Narração
 


Já dentro do carro, a caminho do destino, Kota e Tidus trocavam mais algumas palavras — E que tipo de mensagem divina seria? Deus está por trás dos portais? Eu não acho que seja isso, mas é tão estranho mesmo... - a cabeça do rapaz se aconchegava no apoio do banco, enquanto ele deixava escapar um suspiro — Eu só sei que não quero andar tudo aquilo... teve uma vez que andei uns oitocentos pilares e cansei, apesar que foi antes... antes de despertar - contava, virando a cabeça — É mesmo irônico - dava um riso.

A viagem levou quase uma hora¹, até que finamente o carro estacionou e puderam ver o famoso templo. Mas o destino não era ali, mas necessitava uma grande caminhada pelos grandes pilares laranjas que os recebiam — Você lembra o que nos contam nas aulas de história? Que Irogu no Hatanokimi, do clã Hata, atirou uma flecha em um mochi e o arroz virou um cisne que voou para um pouco distante e pousou. E nesse lugar cresceu muito arroz, que foi aqui, onde ele ergueu esse templo - Hisui compartilhava — Não que você não saiba, mas é sempre legal lembrar essa história doida - ria.

Ali, antes dos portais Torii, duas estátuas de raposa guarneciam a estrada — As Guardiães do templo - Kota olhava para elas com admiração — Mais uma história doida, mas legal - comentava — Vamos? - Minamoto podia ficar ali olhando as estátuas das raposas, as quais pareciam ser feitas de alguma liga metálica — Está olhando alguma coisa? - o Ranger questionava, se aproximando — Vamos nos atrasar se não seguirmos em frente! - exclamava.

Mais acima da montanha, um forte estrondo podia ser ouvido, mesmo dali. E, quando ambos os caçadores olhassem, veriam um dos portais Torii caindo colina abaixo, onde estava concentrado um grande brilho azul — E-ei! O que está acontecendo?! - Kota gaguejava, quase que puxando Hayato pelo braço — Estou indo! - e, na velocidade de um caçador, ele disparava pelos portais adentro.

Spoiler:

Second Tail - Black & White The_Famous_%22Thousand_Torii_Gates%22_behind_Fushimi_Inari_Shrine_in_Kyoto_%2835450836263%29




¹ Pode fazer mais conversa com o Kota, no passado, se quiser.



ADM.Kekzy
ADM.Kekzy
Créditos : 6

MENSAGENS

Æther

DINHEIRO
Admin


_________________
Second Tail - Black & White Chibis-naga-final2-Copia

Trinity

Second Tail - Black & White Akira_11

"Talento, Honra e Lealdade"

~ Nibi ~

- Huuuum… - O questionamento de Kota era curioso, que tipo de mensagem seria? - Não sei bem, toda essa história de despertar e portais ainda é confusa, as coisas aconteceram e nós simplesmente aceitamos e nos adaptados, algum Deus está por trás disso? A ciência? Sinceramente não me surpreenderia com algum tipo de julgamento divino ou se fosse algum experimento maluco. Todas opções estão em aberto. - Dei de ombros em meio a um suspiro. - Kyahahaha, é verdade, a caminhada parece eterna, mas por algum motivo isso nunca me incomodou. - O templo era um local que me trazia paz de espírito, acho que essa era a intenção de todos os templos, não é?

O tempo passou e finalmente chegamos ao nosso destino! Uma região bela e viva como sempre. - Acho que já consigo sentir minhas forças sendo restauradas, Kyshishi. - Comentava em um tom irônico - Ah, e obrigado pela corrida! - Agradecia o motorista antes de partir. - Nos vemos por aí. - Acenei me despedindo e adentrando o local guardado pelo espírito da Kitsune. - As vezes me pergunto até onde a ficção faz parte da nossa história. - Ri balançando a cabeça sutilmente. O sorriso desapareceu quando meus olhos se cruzaram com as estátuas das raposas guardiãs, meu olhar se perdeu por um momento e baixei a cabeça, ficando em silêncio. - "Me perdoe pelo perdido egoísta, mas permita-me ter sucesso novamente com a sua benção." - Uma breve saudação a aquela ao qual tanto devia.

Meus devaneios eram interrompidos com o comentário de Kota, por um momento até me esquecido do motivo de estarmos ali. - Oh, me desculpe. - Esbocei um leve sorriso me virando na direção das escadarias. - Vamos lá. - E assim nossa jornada pelos dez mil torii tinha inicio. - Acho que devia comprar um Ema na volta. - Falava comigo mesmo enquanto coçava o queixo sutilmente com a lateral do indicador. Em um determinado momento durante a caminhada o momento de paz foi subitamente interrompido com o estrondo vindo de uma região mais ao alto. - Ahn?! - Com os olhos arregalados olhei de um lado para o outro. - Um terremoto logo agora?! - Foi a primeira coisa que me passou pela cabeça, mas logo percebi que aparentemente não estávamos lidando com um terremoto comum, pois existia um brilho azul similar ao de um portal. - Mas o que infernos está acontecendo? Será que chegamos tarde?! - O frio congelante subiu minha espinha, será que um monstro estava escapando? Não, impossível… - S-Sim, vamos! - Exclamei em resposta ao atirador, não era momento de entrar em pânico, se algo tinha dado errado nós teríamos de resolver, afinal de contas era isso que os caçadores faziam.

Seguiria Kota pela escadaria correndo o mais rápido que podia, mesmo sendo um caçador minha força não era um dos aspectos que se destacava e isso provavelmente ficaria evidente, mas ao menos já era melhor do que antes de despertar. Tomaria cuidado durante a subida, se coisas começassem a cair em nossa direção tentaria evitá-las saltando para os lados e me escondendo atrás dos outros pilares se possível e, se o pior acontecesse e realmente monstros estivessem nos atacando, não pensaria muito antes de contra-atacar com minhas chamas, apontando uma das mãos em sua direção e disparando uma bola de fogo. Mas se o problema não fossem monstros mas outra coisa, primeiro faria a análise da situação para não tomar decisões precipitadas.


Histórico:
Post: 5
Ganho: N/A
Perda: N/A
Pericias: Runas, Monstrologia, Sobrevivência, Geografia, Rastreio.
Relações: N/A
Localização: Tóquio.
Extra: N/A

HP: 1000
MP: 12450
Tidus
Tidus
Créditos : 0
300 Keks
Localização : Tóquio

MENSAGENS

Æther

DINHEIRO
Designer


_________________


Second Tail - Black & White SigngGrande

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ir para o topo


 
Permissão neste fórum:
Você não pode responder aos tópicos
Layout desenvolvido por Roevs, Remenuf e Mizzu
SOLO LEVELING RPG (2018 - 2020)