LFBR

As Branquelas

Página 3 de 4 Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte

22/7/2020, 23:07
Relembrando a primeira mensagem :





Aventura

Aqui ocorrerá a aventura dos Caçadores Evgeny Hanayama Ivanovich, Hasegawa Risa, Mikaela Silverstone e Sarah Lazo, a qual não possui narrador definido.

ADM.Kekzy
ADM.Kekzy
Créditos : 6

MENSAGENS

Æther

DINHEIRO
Admin


_________________
As Branquelas - Página 3 Chibis-naga-final2-Copia

Trinity

As Branquelas - Página 3 Akira_11

"Talento, Honra e Lealdade"

17/8/2020, 17:50

   
 


As Branquelas - Página 3 Original
As branquelas

Introdução
| Localização: Sapporo | Horário: 08:40| Clima: 18°C |

É, mais uma vez estou aqui falando de destino, mas calma, dessa vez é um pouco diferente, eu juro! Anteriormente, no capítulo 2 de ‘’as branquelas”, abordamos algo voltado para a predestinação e seus cômicos encaixes, mas dessa vez abordaremos um tipo diferente. Vem cá, você já ouviu falar do termo usado para pessoas que entram na nossa vida por uma “Razão”, ou por uma “Estação”, ou por uma “Vida Inteira”. Isso mesmo: Razão, estação e vida inteira. Esses termos são autoexplicativos, mas quando se percebe por qual motivo é, saberemos saber o que fazer por cada pessoa que cruza nosso caminho.

Quando alguém está na nossa vida por uma “Razão "é, geralmente, para suprir uma necessidade que demonstramos. Elas vêm para auxiliar numa dificuldade, fornecer orientação e apoio, ajuda física, emocional ou espiritual. Elas poderão parecer como uma dádiva, e são! Elas estão lá pela razão que nós precisamos que estejam. Então, sem nenhuma atitude errada da nossa parte, ou em uma hora inconveniente, esta pessoa vai dizer ou fazer alguma coisa para levar essa relação ao fim. Às vezes, eles simplesmente se vão, ou agem de uma forma para tomarmos uma posição. O que devemos entender é que nossas necessidades foram atendidas, nossos desejos preenchidos e o trabalho delas, feito. As suas orações foram atendidas. E agora é tempo de ir.

Quando as pessoas entram em nossas vidas por uma “Estação”, é porque chegou nossa vez de dividir, crescer e aprender. Elas trazem a experiência da paz, nos fazem rir, nos fazem bem. Elas poderão ensinar algo que nunca tínhamos feito antes. Elas, geralmente, dão uma quantidade enorme de prazer. É tudo real. Mas apenas por uma “Estação”. Relacionamentos de uma “Vida Inteira” ensinam lições para toda a vida: coisas que se deve construir para ter uma formação emocional sólida. A nossa tarefa é aceitar as lições, amar a pessoa, e colocar o que aprendemos em uso em todos os outros relacionamentos e áreas da nossa vida. Então, caros leitores, é hora de por os pés no chão e saber identificar melhor o que somos e o que as pessoas são. Mas Naga, o que você quer dizer? Bem, descobriremos juntos no decorrer deste arco!



As Branquelas - Página 3 Tumblr_mpmzc7V4Bl1szyqhoo1_500
As branquelas

Everyone
| Localização: Sapporo | Horário: 08:40| Clima: 18°C |

Mas que confusão, hein?! Ou melhor dizendo, mas que bela chegada. Mikaela em pouco segundos em solo oriental já experenciava algo a quão nunca teve na américa; isso mesmo, atenção. Seu despertar simplesmente tornou-se um evento extremamente interessante, uma vez que Agentes de JDSF apareciam em tempo recorde interessados no caso, apesar de sua vinda não ser focada na garota, era indispensável a tentativa de recruta-la naquele momento. Ainda que essa tentativa fosse falha, ela tão somente deixava nítido a importância de Mikaela e seu grau de poder, afinal, tanta atenção assim não seria atoa. De todo modo, Sarah tratava de contornar a situação de maneira estratégica, esnobando, ainda que de leve, as ações dos agentes que não demoraram para ir embora.

Bem, agora o foco era totalmente voltado para nosso herói do dia, Evgeny, esse que se mostrava um verdadeiro gentleman após trocar falas com Sarah e até mesmo, quem diria, mostrar um pouco do seu inglês. Provavelmente, em um surto de coragem, o russo sugestionava o ato de ir para uma dungeon juntos, o que talvez fosse algo vetado pelas garotas visto que, anteriormente, Sarah dispensava os agentes alegando que sua irmã precisava descansar, o que era reforçado com as falas de Mikaela. Realmente não ter o idioma em comum era uma tarefa complicada. De toda forma, a conversa fluía em passadas, provavelmente até a vinda da carona a qual Mikaela sugeria. Contudo, parecia que não seria tão fácil obter o descanso a qual a garota buscava.

As Branquelas - Página 3 Tumblr_inline_mtulsg8NJZ1qioese

Não demorou muito para outro carro aparecer ali, esse também do ano e muito mais luxuoso que o de outrora, descendo desse uma única pessoa. Tratava-se de uma criança? Bem, cogitar isso não seria exagero uma vez que sua altura beirava 1,50, enquanto mascava seu chiclete que por vezes, formava uma bola a frente de seus lábios. Ploc! - Oi! - Dizia inerte em uma feição de... desinteresse?! Bem, assemelhava-se bastante com sonolência, mas realmente não dava para definir. - Vocês são Mikaela, Evegny, Risa e Sarah, certo?! - Ploc! Pausava. - Sou Mira da guilda Draw Shield. Sou uma das recrutadoras dela. - Pausava mais uma vez... Mas nossa, quanta pausa. - Minhas superiores estão interessadas em você Mikaela e, você... É... Risa, certo?! Olhando agora parece ser bem forte, já é filiada a alguma guilda? - Dizia em tom calmo, calmo até demais e curiosamente, em japonês e inglês. A guilda parecia ter se preparado bastante.

As Branquelas - Página 3 D584205289ed690fd997f675442021c45e93c311_hq

Esperaria alguns segundos e reagiria a qualquer esnobação ou falas agressivas com a mesma feição de sempre, demorando até mesmo para reagir as falas como um delay mental ou quem sabe, bastante preguiça. - Bem, vocês dois também podem ingressar, claro! - Ploc! Dizia enquanto ficava em aguardo. Aquele despertar realmente chamou bastante atenção, sugoi! Talvez até mesmo uma carona ou dúvidas fossem aceitas pela garota, afinal, o centro das atenções era Mikaela e como toda estrela, bem, vocês sabem! Espero vocês no próximo episódio de: As branquelas!



Npcs em destaque:


Mira
As Branquelas - Página 3 De6d56dd6aff69e8bce6722366233c96


off:

Fica uma sugestão: Organizem a ordem de post para melhor coerência, embora esteja compreensível, fica fluido quando X pergunta pra Y e Y responde X. As vezes acontece de Z perguntar pra H sendo que H postou primeiro, logo deixando a resposta para depois da narração do narrador. Bem, é algo meramente estético e caso não quiserem, super tranquilo. Em suma, esta ótimo! Senti só falta Nosk, mas super entendo e até imagino!

destarte é isso, boa aventura!





Última edição por Nagashi em 24/8/2020, 21:53, editado 1 vez(es)
ADM.Nagashi
ADM.Nagashi
Créditos : 6
G$ 18,300
Localização : Japão

MENSAGENS

Æther

DINHEIRO
Admin


_________________
As Branquelas - Página 3 Chibis-naga-final2-Copia
Trinity
17/8/2020, 22:08

Tantas coisas ocorriam ao mesmo tempo naquele aeroporto que parecia me perder um pouco. Minha prima estava tão tímida cercada entre todas aquelas pessoas que nem conseguia me responder. Minha irmã estava surpresa quanto ao despertar em si. Só me cabendo responder. – Não tem um método, mas com certeza você que despertou, todos aqui sentiram. – Falava com um sorriso para ela. Isso era simplesmente perfeito para Mikaela. Ela que era tão aficionada em portais acabar despertando era um presente dos céus.

Só que não podia só falar com ela, e perguntando para Evgeny sobre alguma recompensa, ele falava sobre irmos em uma dungeon algum dia. – Assim... se der né... eu sou só rank D. Você é qual rank? – Perguntava meio triste ao informar meu baixo rank. Minha prima era rank B, para participarmos juntas de alguma dungeon seria complicado. Logo após a minha pergunta, ouvia minha irmã comentando sobre pagarmos uma carona para ele, onde só podia falar com ela meio surpresa. – Isso não é pouco para alguém que salvou a sua vida? – Só que nem a resposta dele ou dela acabavam sendo ditas, pois outro carro parava na nossa frente.

E por isso que ficava realmente impressionada com aquele aeroporto. Uma criança bonita acabava saindo, apesar de duvidar que fosse realmente uma criança, não só pela arma que carregava, mas pelo jeito que falava. E a situação que aparecia na minha frente era tão estranha que só podia estranhar muito como aquilo era sequer possível. Havia muita coisa estranha. Como elas já sabiam o nome de todo mundo? Como já sabiam que minha irmã só falava inglês? Para começar, ela era realmente da Draw Shield? Afinal, não que fosse impossível, mas não seria mais comum aparecer alguém da Draw Sword? Como a guilda que não era nem a comandante da região conseguia tantas informações como essas mais rápido do que a Sword? – Como a Shield chegou antes da Sword? – Perguntava um pouco curiosa esperando a resposta de Mira, isso se ela não me ignorasse.

Enquanto esperava a resposta pensava naquilo tudo, podia ficar tranquila porque pela primeira vez a minha irmã poderia responder a pessoa por conta própria, então talvez a conversa fluísse depois que eu quebrei o clima. Até porque a menina claramente falava principalmente com ela e com minha prima. Me chamando, junto do loiro, de “vocês dois”, ficava bem claro que éramos só um empecilho para eles contratarem minha irmã e prima. E com tudo isso acabei percebendo um erro que havia cometido.

Não querendo atrapalhar cochicharia de forma que provavelmente só Mikaela e o loiro ouvissem por estarem mais pertos. – Desculpe, eu tinha entendido que você se chamava Evgeny e não Evegny. – Falava meio triste por ter entendido o nome dele errado, imagina se chamássemos o salvador da minha irmã pelo nome errado? – Podemos pensar em ir em uma após minha irmã testar o rank dela... mas como ela quer descansar eu não sei quando vai ser. – Comentava para explicar meu ponto de vista. – Você pode me passar seu telefone? Eu te aviso quando formos para o local testar a minha irmã, dependendo poderemos ir de lá. – Complementava meu ponto de vista para ele entender tudo.

Após me desculpar e pegar o telefone, voltava minhas atenções para Mira. Era uma situação complicada? Ela se importava tanto com ranks baixos que errara o nome dele... e eu não tinha força para ajudar a minha prima, era até mais fraca do que ele, errar meu nome seria uma gafe tremenda que com certeza faria a minha irmã e a minha prima repensarem na situação.

Além disso tudo, ainda não sabia a força da minha irmã, mas claramente todo mundo ali parecia perceber que ela era muito forte... só eu que não sentia quanto poder emanava dela. Todo mundo parecia o mesmo para mim. Tão fraca... poderia acabar entrando na Guilda para simplesmente virar uma coletora de cristais ou para simplesmente esquecerem meu nome... e isso simplesmente não quero. – Eu, pessoalmente, não quero não. – Não que ela estivesse interessada. – Mas quero perguntar... minha irmã nem sabe qual o rank dela, não é arriscado para você tentar recrutá-la assim do nada? – Indagava para ela só para mudar um pouco e tentar descobrir como aquela jovem parecia saber mais da gente do que a gente mesmo.


Histórico:
Nome: Sarah Lazo
Classe: Healer rank D
Pericias: Cirurgia, Diagnose, Tratamento, Atuação, Interrogatório
Especialização: N/A
Localização: Sapporo – Na frente do aeroporto


Posts: 5
Ganhos: - x -
Perdas: 15 Kek do taxi - post 2
Extras: Escudo 245 de HP/1 hit

HP: 2000
MP: 3820
Pepe
Pepe
Créditos : 0
G$ 1,000
Localização : Sapporo - Japão

MENSAGENS

Æther

DINHEIRO

_________________
As Branquelas - Página 3 CumUV0n
20/8/2020, 23:55




Eu ainda não estava entendendo a situação muito, mas poderia ficar feliz por ter finalmente despertado. Sarah após conversar novamente com o loiro dizia para mim que somente uma carona era pouco, todavia não podia responder já que um carro estacionava perto de nós. De dentro dele saía uma jovem que mais se assemelhava a uma criança e eu nesse instante estava curiosa para saber quem era, afinal não se via um carro de luxo semelhante aquele todos os dias.  

Era surpreendente ela saber nossos nomes, afinal não estava muito tempo no país e isso mostrava que ela provavelmente já estava de olho em nós antes mesmo da minha chegada. Ficava feliz por finalmente poder entender alguém além da minha irmã, sentia que poderia finalmente participar de alguma conversa. Ela estava ali também por causa do meu despertar o que aumentava a minha curiosidade para saber meu ranking, talvez isso até mesmo espantasse meu cansaço momentaneamente. Estava tendo então a atenção que sempre quis durante todos esses anos, mas esse com certeza era um momento um tanto que inoportuno.

Não que não estivesse interessada em entrar em uma guilda que aparentemente parecia ser importante, mas é que teria bastante tempo para decidir isso em uma outra hora. Antes de falar com Mira esperaria Sarah terminar de falar com ela - Thank you so much for coming here just to see me (Muito obrigada por vir até aqui somente para me ver) eu realmente estava me sentindo importante - I would love to meet your superiors, but can we talk about it another time? (Eu adoraria conhecer suas superiores, mas podemos conversar sobre isso uma outra hora?) diria em seguida. Tentaria controlar um pouco da minha animação - At the moment, I just want to get some rest since I just got back from traveling (No momento, eu apenas quero descansar um pouco já que acabei de chegar de viagem) esperaria alguns segundos antes de prosseguir - But until then, how can we keep in touch? (Mas até lá, como podemos manter contato?) isso era algo que despertava profundamente o meu interesse.

Por um instante desviaria a minha atenção de mira e me focaria tanto em Sarah quanto no loiro retornando ao assunto anterior - If you really didn't think so, then should I ask if he wants something? (Se você realmente achou pouco, então eu devo perguntar se ele quer algo?) questionaria olhando para minha irmã. Em alguns momentos estaria olhando só para ele um tanto envergonhada - Maybe I should sing for you (Talvez eu devesse cantar para você) diria em tom de brincadeira me direcionando ao loiro. Por falar nisso, eu deveria descobrir o nome dele por conta própria apesar de ter ouvido anteriormente vindo de Mira e até mesmo minha irmã falava - But first, you have to introduce yourself to me (Mas antes, você tem que se apresentar pra mim) pediria sorridente. Claramente ainda estava com vergonha, mas procuraria ocultar isso para não criar algum clima estranho por ali. Caso ele não entendesse nada do que eu estivesse falando, teria de recorrer a Sarah - Help me! diria rindo.



Histórico:
Nome: Mikaela Silverstone
Classe: Assassin Rank B/ Ranger
Pericias: Canto, Armas de fogo, Monstrologia, Rastreio e Lábia
Especialização: N/A
Localização: Sapporo - Aeroporto de Okadama.


Posts: 5
Ganhos: - x -
Perdas: - x -
Extras: Pistoleiro Arcano (0 / 10)

Legenda: Falas
Pensamentos

HP: 975 - 75 = 900
Vincent
Vincent
Créditos : 0
G$ 1,000

MENSAGENS

Æther

DINHEIRO

_________________
21/8/2020, 02:50



A situação parecia se acalmar e o alvoroço todo com os homens da JDSF pelo menos foi rápido. Agora era hora de conversar um pouco e esperar a resposta de Sarah sobre a dungeon que eu pedi para participar junto com elas! Ainda que eu ainda estivesse envergonhado pelo pedido repentino, minha ansiedade pela resposta ainda era maior. Pra minha sorte, ela parecia tocar no assunto, revelando o rank dela; que era o Rank D e prosseguia perguntando o meu... agora, pro meu azar, antes que eu pudesse falar, mais uma figura aparecia!

De um carro extremamente luxuoso e caríssimo, saía uma... criança?! Eu não sou uma pessoa muito alta, na realidade, sou considerado baixo se for considerar a altura dos lutadores profissionais, como meu pai, que possui 1,90 m de altura, mas... aquilo era a estatura de uma criança definitivamente. A garota também tinha um rosto bem jovem o que contribuía ainda mais para a ideia dela ser uma criança. Mas, o mais bizarro disso tudo era aquela menina saber o nome de todos nós... bom, pelo menos ela quase acertou o meu, mas, não posso julga-la, realmente, meu nome é bem difícil de se pronunciar para quem não está acostumado com a língua russa.

Mira, como era chamada a garota, dizia que vinha representando a guilda Draw Shield, como uma recrutadora. Obviamente, ela veio atraída pelo despertar de Mikaela. Ainda assim não deixava de ser intrigante... não era pra um representante da Draw Sword, que é a mais influente e popular aqui em Sapporo chegar primeiro que alguém da Draw Shield? De qualquer forma, ela parecia bem interessada em Hisa também.

A chegada de Mira parecia ter causado um mal-entendido, pois, Sarah pensou que o meu nome era Evegny, como a garota havia falado e eu aproveitei a brecha que Mikaela deu enquanto falava com Mira, pra conversar com Sarah sobre isso.- Na realidade você está correta, é Evgeny mesmo. É bem difícil de se pronunciar corretamente pra quem não é russo.- eu falei pra Sarah, meio sem graça.- E continuando... eu sou um Rank C. Sou um Fighter.- dessa vez eu dizia sorrindo. Sarah continuava explicando que sua irmã queria descansar um pouco, mas, pedia o meu telefone para manter contato. Eu fiquei feliz, afinal, isso era quase um sim para a minha pergunta sobre a dungeon!- Certo. O meu número é 173223448, estarei no aguardo.- por fim eu sorri para Sarah novamente.

Voltei minha atenção para a jovem de cabelos longos negros e olhar de desinteresse por um instante, e comecei a falar em tom de educação.- No momento Mira, eu não estou muito interessado em entrar em uma guilda. Mas, agradeço pela proposta!- eu fiz uma reverência para a garota e sorri para a mesma.

Mikaela terminava de conversar com Mira e vinha falar comigo e com Sarah, infelizmente, eu não entendia muito do que ela queria dizer, mas, percebi ela olhando para mim estando um pouco envergonhada e para ela se sentir mais confortável eu sorri bastante, percebendo o tom de brincadeira quando ela se aproximou de mim. O que eu havia entendido era que ela havia pedido para que eu me apresentar... eu acho. Bom, de qualquer forma, eu me aproximei bastante da mesma para me apresentar.- My name is Evgeny Hanayama Ivanovich. (Meu nome é Evgeny Hanayama Ivanovich)- eu estendi a minha mão para Mikaela que sorria, e me contagiava para eu fazer o mesmo.

Bom, Sarah parecia estar tirando algumas dúvidas com Mira, então era o momento que eu tinha para poder falar com Mikaela... ou pelo menos tentar.


Histórico:
Nome: Evgeny Hanayama Ivanovich
Classe: Fighter Rank C
Pericias: Esporte: Snowboarding, Etiqueta, Sedução, Natação e Arte Marcial: Karatê
Especialização: N/A
Localização: Sapporo - Japão


Posts: 5
Ganhos: - x -
Perdas: - x -
Extras: Sangue Quente (0/10), Glass Cannon (0 / 3)

OFF:

Esse número ai eu peguei num gerador de números aleatórios kkk então não estranhe ele ser desse jeito.
Mirutsu
Mirutsu
Créditos : 0
G$ 1,000

MENSAGENS

Æther

DINHEIRO
Agente | KHA


_________________
As Branquelas - Página 3 6rIFQr5
21/8/2020, 20:43


As Branquelas — 005


Parecia que tudo o que eu não queria estava acontecendo ali. De onde diabos estava vindo tanta gente?! Mais um carro com uma passageira estranha chegou, abordando não apenas minha prima, mas eu também. Já um pouco chateada com a situação, a ignorei enquanto mexia no meu celular, pedindo por um uber que nos levasse de volta para casa. "Já chega disso, hora de descansar!"

Minhas primas conversavam com a garota e com o loiro, mas eu habilmente mergulhei no meu próprio mundo, algo que os introvertidos pelo mundo pareciam ser os únicos a conseguir, ouvindo apenas um ruído de fundo enquanto a única coisa que parecia existir por ali era eu. Respirei fundo, tentando esquecer todas aquelas pessoas e toda aquela atenção desnecessária, sentindo o ar sendo inspirado e se espalhando por meus pulmões, o coração batendo e espalhando a vida pelo meu corpo.

Abri os olhos e voltei a realidade, percebendo estar com a cabeça encostada nas costas de Mikaela. Me constrangi momentaneamente, mas o laço com Sarah, uma forma de relacionamento indireto com Mikaela, me fez ignorar aquilo e prosseguir. Pegando as suas malas, esperançosamente com facilidade, começaria a andar rumo a área destinada para os carros de aplicativos. — Vamos?

Apesar da pergunta, continuaria andando independente da resposta, mantendo a minha cabeça baixa para esconder as minhas cicatrizes dos demais. Se / Quando Sarah se aproximasse de mim, confidenciaria com ela: — Sempre tive orgulho das guildas da noss— minha nação. Mas agora me pergunto se eles realmente se importam em proteger os inocentes ou se desejam apenas o poder... — Diferente da nossa ida até o aeroporto, meu humor estava um pouco mais azedo devido ao assédio sofrido por Mikaela.

Se o carro chegasse, gesticularia com a bagagem para o motorista, como sinal para ele abrir a mala, e as colocaria lá dentro, fechando-a com delicadeza. Logo após, abriria a porta traseira, pois nunca que iria na frente com o motorista, e acenaria para as duas se apressarem, se necessário, falando num bom tom: — Kochi Kochi! (Venham aqui!) — Me esconderia rapidamente dentro do carro antes que alguém olhasse em minha direção.

As Branquelas - Página 3 8qF1373sYwa09gZPVgD_2QbXrgVe0Kcwvpylseb4HA16-AnMGhKIR1Cc8hsd5bH6fn7mkMHCE-wAtdESD9vemTezH50a6qX690qbCjoxQUDX

Histórico:
Nome: Hasegawa Risa
Classe: Mage Rank B / Elementalist (Água)
Pericias: Armadilhas, Mineração, Monstrologia, Runas e Sobrevivência
Especialização: Exploração
Localização: Sapporo.


Posts: 5
Ganhos: - x -
Perdas: - x -
Extras: Glass Cannon (0 / 3)
Noskire
Noskire
Créditos : 0
G$ 1,000
Localização : Sapporo, Hokkaido, Japão

MENSAGENS

Æther

DINHEIRO

_________________




As Branquelas - Página 3 5XMYfts As Branquelas - Página 3 TBkrTBK As Branquelas - Página 3 VCrRNtn



H. Risa

H. Risa





24/8/2020, 21:46

   
 


As Branquelas - Página 3 F25aceb940942ac2e23fee477b62fb4b
As branquelas

Introdução
| Localização: Sapporo | Horário: 08:55| Clima: 18°C |

“A gente nasce e começa a morrer(…)” já diz a música… E a verdade é que nós estamos aqui apenas de passagem. A gente pensa que a vida é para sempre, mas esquece que NADA é para sempre. A gente tem a certeza que vai viver muito tempo, mas esquece que a única certeza é a incerteza do destino. Passamos a vida em uma total “correria” como se fossemos robôs que nascem já montados e programados que acabamos por esquecer do essencial e, quando nós lembramos, já é tarde demais. A vida passa, as pessoas vão, a saudade fica e o arrependimento agoniza, mas afinal… O ser humano vive ou simplesmente sobrevive!? Pois, não sei, a vida além de curta é um mistério, sendo assim devemos vive-la como se não houvesse amanhã.

No entanto quem somos nós para falar sobre a vida ou como ela deve de ser… Ela é como é, tem o nosso destino traçado do qual não podemos fugir, apenas podemos escolher que caminho seguir, nada mais. A vida é curta, longa, triste, alegre, divertida, assustadora, fácil, complicada, tudo isso e mais algumas coisas… Ou é simplesmente a vida! Nos resta aprender a viver, fazer o caminho que nos foi atribuído, deixar (ou não) a nossa marca e depois simplesmente partir e ter esperança de que esta vida sem sentido no fim nos ensine o sentido! Destino é sempre bem interessante de se comentar, mas assim como a introdução anterior quis trazer uma abordagem diferente! Mas vamos direto ao assunto! Peguem seu café, puxem a cadeira e vamos ver o que nos aguarda no capítulo de hoje!



As Branquelas - Página 3 Tumblr_mpmzc7V4Bl1szyqhoo1_500
As branquelas

Everyone
| Localização: Sapporo | Horário: 08:55| Clima: 18°C |

É bem interessante pontuar isso, mas as variações de respostas e reações para a incomum aparição da garota eram cômicas, ecléticas e acima de tudo divergentes. Enquanto Sarah arqueava perguntas alimentadas por dúvidas e suspeitas, Mikaela e Evgeny pareciam receber a garota com certa graça e cordialidade, sobrando para Risa, curiosamente - ou melhor dizendo - como esperado, esgueirar toda aquela atenção que acabava por respingar para ela em evasivas, antecipando assim o chamado de um transporte ao realizar rápidas passadas de seu polegar sobre o touchscreen de seu aparelho.

As primeiras perguntas, essas efetuadas por Sarah pareciam estranhas para a garota, essa que adotava uma postura nitidamente reflexiva, inclinando levemente sua cabeça para o lado enquanto mantinha sua feição sonolenta, permitindo até mesmo o levar de uma das mãos ao queixo, transparecendo ainda mais sua total situação de dúvida para com a indagação feita. Após alguns segundos em total silêncio, mergulhando em pensamentos e raciocínios, finalmente parecia ter encontrado a resposta a qual buscava. Ploc! - Acho que é porque vim de carro! Olha! - Dizia em uma entonação convicta enquanto apontava para o veículo.

As Branquelas - Página 3 1CCB3CB6859A25D95B80D24C426B362961B2B3A8

Mikaela e Evegeny eram os próximos a erguer sua voz e como dito acima, sendo bastante receptíveis para com a moça, essa que se aproximava em passos bem, mas bem lentos até os dois, puxando de seu casaco dois cartões. - Que droga, terei que demitir o meu informante. Desculpe o erro! - Balançava a cabeça lateralmente, para lá e para cá por algumas vezes. - Não sei se após esse erro meu informante possui tanto crédito, mas ele disse que certamente a mana expelida por seu despertar era de um Rank A – Ploc! Fazia um “joinha” com a mão direita. - Nesse caso, você é uma prioridade e fico feliz de ser a primeira, acho que vocês perceberam minha animação - Dizia mantendo sua feição típica.

As Branquelas - Página 3 Original

- Se o problema for descanso, posso proporcionar para vocês o melhor quarto e estadia em nossa guilda, levando vocês agora mesmo até ela. Lá poderemos fazer um teste com mais propriedade, claro, quando quiserem e se assim desejar logo após o descanso. Posso coloca-los rapidamente em uma dungeon também, se eu estiver certa, você valerá todo o esforço! E sem dúvidas, seus amigos também podem ingressar, mas imagino que precisem passar por um teste ou outro, nada demais! - A garota enfim silenciava, elevando seu dedo em um sinal de ‘’Espere” enquanto abaixava a cabeça, parecia tomar folego após falar por tanto tempo. - Estou bem! - Retornava em um leve pulinho. - Então, o que vocês acham? Ah, não se preocupem com comida também! - Ela realmente era boa em negociação.

As Branquelas - Página 3 Tenor

Após alguns segundos um novo carro chegava, esse que atendia o pedido feito por Risa, essa até então sem tanto destaque na conversa, se dirigia até próximo do veículo, criando assim um cenário onde se fazia necessário o tomar de uma decisão. Talvez as falas da moça fossem suficientes para mudar sua opinião pré-formada, talvez aquilo falado fosse de fato interessante e de desejo de maioria, mas o que o nosso pequeno grupo decidiria naquele momento? E o que falar desse climinha entre nosso loiro e Mikaela?! As coisas parecem estar começando a andar! Descubra mais no próximo episódio mensal  semanal de As branquelas!





Npcs em destaque:


Mira
As Branquelas - Página 3 De6d56dd6aff69e8bce6722366233c96


off:

Esse final de semana foi bem corrido, então peço desculpas pela demora e de antemão antecipo, retornaremos com a frequência habitual! No mais, ótimas narrações! Qualquer dúvida, sugestão e afins venham ao meu privado! Vamos indo!



ADM.Nagashi
ADM.Nagashi
Créditos : 6
G$ 18,300
Localização : Japão

MENSAGENS

Æther

DINHEIRO
Admin


_________________
As Branquelas - Página 3 Chibis-naga-final2-Copia
Trinity
25/8/2020, 01:21

– Mas que número complicado... – Falava pegando meu telefone e anotando número a número e colocando o contato como: “Evgeny – salvador maninha”. – Você é russo, mas imagino que o código do país seja o daqui? – Perguntava para ele só para confirmar. A resposta dele teria que vir de forma rápida ou com meros acenos de cabeça, pois o despertar da minha irmãzinha realmente chamava a atenção.

Quando a menina falava que era uma onda “rank A” acabava fazendo sentido a menina insistir tanto para que Mikaela fosse com ela. Ainda não fazia muito sentido a desculpa ruim “porque vim de carro”, afinal, isso não explicava em nada porque ela estava andando coincidentemente tão perto de um aeroporto numa área que é bem mais conhecida por ser da Draw Sword. Mas ficar pensando nisso seria completamente inútil, pois claramente ela queria forçar o recrutamento de qualquer forma.

Como já havia deixado claro que não queria entrar na guilda, não estava nada a fim de seguir com aquela menina para a guilda... minha irmã iria descansar lá e eu ficaria olhando para a parede enquanto puxavam o saco dela e o meu para fingirem que se importavam com ranks baixos? Parecia perda de tempo e ser usada como mera “moeda de troca” com certeza não me agradaria. Além disso tudo, havia a minha prima realmente sem saber o que as guildas poderosas queriam e querendo julgá-las... eu estava fazendo o mesmo, então aquilo me ajudava a repensar no que se passava na minha mente.

Para começo de conversa era bem claro que aquela menina se importava mais com minha irmã do que o resto. Mas também se importava com Risa, então a escala de “importância” e “força” andavam lado a lado para as guildas igual minha prima falava. Mas levar disso para falar que não se importam com os cidadãos parecia um passo muito abrupto. Ao ouvir isso dito por alguém me parecia meio absurdo.

Assim, a primeira coisa que falaria seria com Mikaela. – Irmãzinha, já falei que não estou muito interessada, mas sinta-se à vontade para ir com ela. – Daria uma pausa olhando para o carro que Risa já havia pedido. – Eu sei que você quer explorar esse mundo dos caçadores, mas eu sou fraca demais. – Falar aquilo quase machucava, mas era a realidade. – Então pode ir lá dar uma olhada se quiser nessa guilda incrível... Eu vou levar as suas coisas para casa enquanto isso. – A minha irmã podia ter uma visão completamente diferente da minha nisso tudo e achar uma ótima ideia entrar na guilda. Nunca que iria obrigá-la a não entrar em uma ou qualquer coisa do tipo. Caso ela falasse que iria com a baixinha, comentaria. – A sede principal da Draw Shield é em outra região do Japão. Se você for para lá é bom me avisar antes! – Falava fingindo um bico de lado como se fosse a mãe dela.

Após falar isso e me despedir, ou não, da minha irmã. Me dirigiria para o carro onde Risa estava. Ao chegar lá a primeira coisa que falaria com ela seria. – Tem certeza de que quer julgar a guilda por causa do erro ou do jeito de falar de uma pirralha? – Perguntava para Risa enquanto pediria para o homem abrir o porta-malas do carro. o Nagashi me falou que isso não foi feito

Enquanto pegava as malas de minha prima continuaria falando. – Por que não aproveita e vai com a irmãzinha descobrir como são as grandes guildas? Vocês duas com certeza seriam muito bem aceitas. – Falava para ela fechando o porta-malas e indo na direção da porta do “copiloto” do carro pois sabia que independente dela aceitar ou não ir com Mira e Mikaela, que nunca aceitaria ir na frente tímida como era. Abrindo a porta do carro olharia para ela por uma última vez esperando que ela pudesse lutar um pouco com a timidez que ela sempre tinha e até mesmo ir com a minha irmã.

Independente da resposta dela e da minha irmã, ao abrir a porta da frente do carro que Risa havia chamado gritaria para Evgeny. – Ei Evgeny! Foi um prazer te conhecer! Depois pode deixar que marcamos de ir à dungeon! – Comentava dando um tchau para ele. Principalmente sabendo que pelo menos eu e ele realmente poderíamos cumprir com isso. Mesmo sendo uma rank D, ir a uma dungeon C não era completamente maluquice se houvesse vários outros rank C também... ou ele poderia ir à D comigo se não se importasse também. Provavelmente não se importaria, apesar de odiar ser uma healer, somos um grupo tão seleto que geralmente o povo sempre agradece de ter um por perto.


Histórico:
Nome: Sarah Lazo
Classe: Healer rank D
Pericias: Cirurgia, Diagnose, Tratamento, Atuação, Interrogatório
Especialização: N/A
Localização: Sapporo – Na frente do aeroporto


Posts: 6
Ganhos: - x -
Perdas: 15 Kek do taxi - post 2
Extras: Escudo 245 de HP/1 hit

HP: 2000
MP: 3820
Pepe
Pepe
Créditos : 0
G$ 1,000
Localização : Sapporo - Japão

MENSAGENS

Æther

DINHEIRO

_________________
As Branquelas - Página 3 CumUV0n
27/8/2020, 23:49


Aparentemente somente eu estava me sentindo envergonhada naquele momento, o loiro sorria a todo momento o que aliviava a situação apesar de estarmos muito próximos. Ele parecia não entender o que eu dizia a primeiro momento, mas logo pareceu compreender já que se apresentou em seguida - It is a pleasure to meet you, I hope we can be friends (É um prazer conhecê-lo, espero que possamos ser amigos) estenderia a minha mão e inevitavelmente acabaria por observá-lo por inteiro também.  

Depois desse momento eu então poderia voltar a me concentrar em Mira, não queria rejeitar o convite feito por ela de ir até a guilda, mas ao mesmo tempo não queria ir sozinha. Eu estava feliz por toda consideração e esforço empregado por ela, talvez eu acabasse perdendo uma oportunidade de ouro já que não sabia se tal coisa era comum. Ela não demorou para apresentar uma solução para o meu problema quanto ao descanso o que tornava sua proposta cada vez mais tentadora para mim. Sempre tive interesse em dungeons e nos monstros, entrar numa guilda facilitaria as coisas para mim “Mas, seria legal entrar com minha irmã em uma” pensava nesse instante.

Sarah me incentivava a vir com a mulher, porém seria esse realmente o desejo da minha irmã? Provavelmente ela não queria me magoar ou desanimar - Look, I'm even interested in joining a guild (Olha, eu até que estou interessada em entrar em uma guilda) diria inicialmente - But, I came to Japan to be with my sister (Mas, eu vim até o Japão para ficar com a minha irmã) completaria olhando também para Sarah - So I will give preference to that at the moment (Então darei preferência a isso no momento) finalizaria.  Essa era uma escolha difícil, porém sabia que estava tomando a decisão correta por agora - Can we keep in touch then? (Podemos manter contato então?) estava esperançosa para ouvir um sim, todavia ela provavelmente desistiria de tentar algo.

Estaria com meu celular em mãos se ela realmente resolvesse me passar algum contato dela ou de qualquer outra pessoa relacionada a guilda. Aproveitaria esses instantes de distração para falar com minha irmã - Don't give up that easy, we'll explore this world together (Não vá desistindo assim tão fácil, nós vamos explorar esse mundo juntas) sorriria ao falar com ela. Em seguida poderia ir até o carro que havia chegado ali - It was a pleasure to meet you (Foi um prazer conhecê-la) acenaria na direção de Mira - Until another time (Até uma outra hora) estaria olhando desta vez para Evgeny.

Histórico:
Nome: Mikaela Silverstone
Classe: Assassin Rank B/ Ranger
Pericias: Canto, Armas de fogo, Monstrologia, Rastreio e Lábia
Especialização: N/A
Localização: Sapporo - Aeroporto de Okadama.


Posts: 6
Ganhos: - x -
Perdas: - x -
Extras: Pistoleiro Arcano (0 / 10)

Legenda: Falas
Pensamentos

HP: 975 - 75 = 900
Vincent
Vincent
Créditos : 0
G$ 1,000

MENSAGENS

Æther

DINHEIRO

_________________
28/8/2020, 20:51


As Branquelas — 006


Percebia que minhas primas se despediam, do loiro e da jovem da Draw Shield, e esperei. Sarah vinha primeiro. — Não julgo a Draw Shield ou a baixinha… Apenas percebi um novo ângulo para tudo isso. — Repliquei, de biquinho. Não estava acostumada a ouvir sermão. Após guardarmos as malas, entraria no carro e colocaria o cinto, esperando por Mikaela.

Após alguns segundos, a presença do motorista começaria a me deixar ansiosa, então pegaria o celular e começaria a mexer aleatoriamente para dissimular o desconforto que sentia. *Abre menu, fecha menu, abre app, espera app carregar, fecha app…* E ficaria nisso até que Mikaela entrasse no carro. — Shimashou ka? (Vamos?) — Indagaria, animada, esperando uma afirmativa.

Apesar de ser minha prima e já termos conversado brevemente por mensagens de texto, tê-la agora ao meu lado me deixava acanhada. Finalmente estávamos sós, nós três e o motorista, no caso, e não sabia o que dizer, apesar de ter treinado nas noites anteriores.

Olhando pela janela para o cenário, o qual eu mal notava, reuniria minha coragem para, alguns quarteirões depois, dizer, ainda olhando para fora do carro e não para Mikaela: — Kyō wa kyūkei suru hitsuyō ga arimasuga, ashita wa sunōrizōto, hanabatake, onsen rizōto, jōkamachi, dōbu~tsuen o otozureru koto ga dekimasu. Anata ga nozomu mono wa nani demo! (Hoje você deve descansar, mas amanhã podemos visitar um resort na montanha, um campo de flores, uma fonte de águas termais, uma cidade-castelo ou um zoológico. O que você quiser!)

Riria, animada, ainda sem tirar os olhos dos prédios que o carro deixava para trás. — Anata ga tōchaku shita toki ni saisho ni tsurete itta basho o oboete imasu ka? Mata ikeru! (Você se lembra do primeiro lugar que eu te levei quando você chegou? Podemos ir lá novamente!) — Desta vez eu olharia na direção de Sarah, sentada na frente, fazendo punhos com as mãos, entusiasmada.

As Branquelas - Página 3 Tenor

Histórico:
Nome: Hasegawa Risa
Classe: Mage Rank B / Elementalist (Água)
Pericias: Armadilhas, Mineração, Monstrologia, Runas e Sobrevivência
Especialização: Exploração
Localização: Sapporo.


Posts: 6
Ganhos: - x -
Perdas: - x -
Extras: Glass Cannon (0 / 3)
Noskire
Noskire
Créditos : 0
G$ 1,000
Localização : Sapporo, Hokkaido, Japão

MENSAGENS

Æther

DINHEIRO

_________________




As Branquelas - Página 3 5XMYfts As Branquelas - Página 3 TBkrTBK As Branquelas - Página 3 VCrRNtn



H. Risa

H. Risa





28/8/2020, 22:54



Bom, eu passava meu número para Sarah, e a mesma dizia que era um número estranho... mas, eu minha opinião era um bem fácil de se lembrar, por causa dos diversos números repetidos que ele tinha! Mas, enfim, eu respondi ela sobre o código do país.- Sim, o código é o do Japão mesmo e o código da região daqui Sapporo é 11. Acho que você já sabe, mas, só lembrando!- eu falei de maneira simpática para Sarah.

Mira respondia as perguntas de Sarah, sobre como ela havia chegado tão rápido e a garota respondia que era por causa do carro... mas a base da Draw Shield fica em outra ilha! Bom, talvez ela tenha vindo de uma base que tenha aqui em Sapporo mesmo... não é incomum essas guildas grandes terem várias bases espalhadas pelo país mesmo, assim elas podem cobrir uma maior área quando um evento desse tamanho acontece. De qualquer forma, Mira não iria desistir tão facilmente de recrutar Mikaela! A garota se desculpou pelo engano, mas, tudo bem, coisas como essa são comuns de acontecer!- Sem problema Mira, não precisa se desculpar!- eu disse sorrindo para a garota, que continuou falando sobre o despertar de Mikaela... rank A!? Mikaela realmente era muito poderosa! Mas, agora fiquei curioso... quais serão suas habilidades? Será ela uma Fighter igual a mim, uma Tank ou uma Spellbreaker? Na realidade, qualquer classe que fosse, ela mandaria muito bem no trabalho dela com seu rank!

Eu peguei o cartão que Mira ofereceu e guardei em meu bolso. A garotinha dizia que a gente poderia ter um ótimo descanso na base da guilda, assim como um teste e até mesmo uma oportunidade de dungeon posteriormente se fosse de nosso desejo! A oferta era tentadora, mas, uma regra que eu aprendi com meu pai é que nunca se deve pular o exercício matinal, então, eu deveria cumpri-lo!- Eu infelizmente terei que recusar, Mira. Na realidade, eu estava no meio de minha corrida matinal e parei aqui no aeroporto justamente para descansar e ai tudo rolou repentinamente! Mas, eu pretendo concluir meu percurso.- eu falei amigavelmente, com um sorriso no rosto. O destino pode ser bom as vezes também!

Minha atenção agora era para Mikaela, que olhava fixamente para mim, dos pés a cabeça e estendia a mão para a mim... mas, não chegava a aperta-la. Como eu notei, a mesma estava bastante envergonhada com a situação. Então em tom de brincadeira eu apertei a mão dela, suavemente, claro, e logo a puxei para perto de meu abdômen, fazendo que a mesma tocasse meu six pack com a palma da mão.- Gostou?- eu falei em japonês mesmo, rindo, apesar que alguns de meus amigos e amigas gostassem realmente de tocar o meu abdômen. Após isso soltei a mão de Mikaela e continuei sorrindo, agora somente escutando o resto da conversa entre Mikaela, Sarah e Mira, basicamente Sarah falava que era pra Mikaela ter cuidado se quisesse seguir Mira e Mikaela dizia que gostaria de ficar junto de sua irmã no momento.

Risa, por outro lado se dirigia para chamar algum táxi pra ir embora do aeroporto, realmente, se elas ficassem mais tempo, poderia chegar mais gente de outras guildas e elas ficariam o dia todo presas aqui! Então, eu voltei a me alongar e me preparar para voltar a correr, afinal, estava somente na metade do trajeto e tinha muito chão ainda pela frente!

As Branquelas - Página 3 Latest?cb=20190119043423

O carro pedido por Risa logo chegava e a garota logo se deslocava até ele, enquanto Sarah e Mikaela iam logo após e começavam a se despedir de mim, acenando. Eu comecei então a acenar de volta para elas, com ambas as mãos.- Tchau, gente, foi ótimo conhecer vocês! Entrem em contato comigo pelo WhatsApp!- eu disse sorrindo. Bom, era hora de voltar para a minha corrida, então estava na hora de despedir-me de Mira também.- Obrigado Mira, mas, agora eu tenho que continuar a minha corrida!- acenaria para a mesma e rapidamente voltaria para o meu percurso habitual.- Se quiser me contatar é só me chamar pelo número que eu falei para a Sarah! - Continuaria a minha corrida por todo o caminho e depois voltaria para o centro da cidade, para o meu pequeno kitnet, onde decidiria o que fazer quando chegasse.


Histórico:
Nome: Evgeny Hanayama Ivanovich
Classe: Fighter Rank C
Pericias: Esporte: Snowboarding, Etiqueta, Sedução, Natação e Arte Marcial: Karatê
Especialização: N/A
Localização: Sapporo - Japão


Posts: 6
Ganhos: - x -
Perdas: - x -
Extras: Sangue Quente (0/10), Glass Cannon (0 / 3)
Mirutsu
Mirutsu
Créditos : 0
G$ 1,000

MENSAGENS

Æther

DINHEIRO
Agente | KHA


_________________
As Branquelas - Página 3 6rIFQr5

Página 3 de 4 Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte

Ir para o topo


 
Permissão neste fórum:
Você não pode responder aos tópicos
Layout desenvolvido por Roevs, Remenuf e Mizzu
SOLO LEVELING RPG (2018 - 2020)