Solo Leveling RPG: Os grandes caçadores surgem aqui!
Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.
Solo Leveling RPG: Os grandes caçadores surgem aqui!


Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

The Good, The Bad and... The... Reaper?

4 participantes

Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte

Ir para baixo  Mensagem [Página 3 de 4]

Reme

Reme
Rank B
Relembrando a primeira mensagem :





Aventura

Aqui ocorrerá a aventura dos Caçadores Hinata Solaire, Azumi Taiga e Raegar Godheim, a qual não possui narrador definido.


_________________



The Good, The Bad and... The... Reaper? - Página 3 TBO2FBd

Reme

Reme
Rank B


Narração ~ Post 5


- Não não não, Amanda é a minha tia. Meus pais não sabiam muito o que fazer quando souberam que eu despertei então me mandaram lá da flórida pra vir aqui morar com ela. Por sorte minha tia é bem famosa hehe, consegui um lugar na guilda relativamente fácil por causa disso… Mas raramente me deixam ir em portais. - Rebeca mostrava uma cara desapontada com a própria situação, se apoiando na mesa com um rosto entediado. - Maldito nepotismo…

A garota escutava com muita atenção e entusiasmo as explicações de Reagar. - Bom, faz sentido, mas você superestima demais os outros ranks. - A garota sentia o complexo de inferioridade do homem de longe, tinha até vontade de dar dois tapinhas de afago em sua cabeça mas se conteve. - Todo grupo faz estratégia, é que esse não é meu trabalho, geralmente eu só entro quando minha tia manda e só ataco quando ela manda, fora isso sou tão ativa em combate quanto um porter. - Terminava sua fala brincando o pouco líquido restante do copo de café, dando prosseguimento à conversa.

- Eu não tenho dúvidas disso hehehe. Eu nunca que conseguiria fazer nenhuma dungeon fácil assim ou sozinha. Embora tenha um dos maiores poderes de fogo da guilda eu também sou uma das caçadoras mais fracas do mundo sabia? - Proferia isso com a maior ingenuidade. - Bom… Você vai entender eventualmente. Ah! Preciso ir no banheiro, volto já! - E assim novamente saía da mesa por alguns minutos. Enquanto esperava Reagar não conseguia pedir o café da manhã balanceado, afinal o lugar era uma boate e não uma lanchonete ou restaurante, mas conseguia ao menos o copo d’água.

***

- Voltem sempre! - Anunciava a garçonete ao perceber as duas saindo da lanchonete após o café da manhã romântico, ainda mais depois da senhora gorjeta que foi deixada, clientes assim são requisitados em todos os restaurantes do país, apesar de que com um atendimento ao cliente daquele jeito, a senhora até que merecia o agrado vai.

Sim sim sim! Voltem sempre! Quem sabe não poderia ser um lugar habitual de café da manhã? Fica meio longe de casa mas… Ao menos é perto da forja da Hepei… Hephaistos, talvez um lanchinho depois de um dia de trabalho?

***

Um milagre acontecia no subterrâneo da cidade dos anjos, isso são… L-lugares pra sentar disponíveis? No no metrô?! Heh, talvez seja fácil conseguir um cantinho quando as pessoas querem ficar longe das lâminas gigantes e afiadas que podem decapitar 10 cabeças em um único giro, quer dizer, considerando o atual fio acho que “esmagar” 10 cabeças seria mais apropriado. De qualquer forma, acha que alguém ficou encarando? Tsk, filthy casuals, não importa qual seja a cidade, mas se existe um lugar melhor para juntar esquisitices e aberrações.

Afinal, quem iria se importar com uma garota bonita afiando sua espada de dois metros quando no mesmo vagão se tem um cego lendo um livro, um cadeirante levantando da cadeira e se equilibrando de pé após a cadeira quase virar com a parada brusca, ou até pior… Um cursed Pikachu gigante com um braço saindo da boca pra se segurar na barra do vagão.

The Good, The Bad and... The... Reaper? - Página 3 48a1b414e1788f8ee1b03c15d0e56552

***

Yep, Bulldozers, mesmo sendo uma boate aqueles chifres eram inconfundíveis. Hey! Não julguem o pessoal antes de entrar! É sempre bom ter uma renda extra, além de que a verdadeira base do local era completamente subterrânea, os novatos só não tinha a visto ainda.

Como era de se esperar de uma boate no meio da manhã, o local estava vazio se não fosse por funcionários limpando e organizando o local pras próximas noites. Num local isolado, onde o local reservava poucas mesas, duas figuras sentadas cada uma olhando pro seu próprio aparelho celular/tablet.

Azumi perguntava à um dos funcionários limpando o lugar, é claro que ele não sabia nada sobre suas perguntas balançando a cabeça em negação, por sorte as orelhas atentas de Rebeca pegavam a conversa do outro lado do ambiente enquanto saltava da cadeira acenando excessivamente rápido com o braço.

- Aqui aqui aqui!!! - Ela não deixava de notar nas duas beldades que tinham acabado de chegar, e começava a se questionar se Reagar estava juntando apenas membros femininos de propósito.

Todos se juntavam a tinham a conversa inicial, Rebeca tentava se manter na maior parte do tempo sem interromper ninguém, visualmente segurando sua hiperatividade. - Ah, quanto a isso! - Chegava a levantar a voz quando o assunto de pagamento chegava. - O procedimento se mantém o padrão para freelancers, a guilda cobre os custos iniciais e após extrair os lucros paga vocês por igual, eu não entro nessa conta pois já tenho meu próprio salário, mas é assim que funciona. Apesar de que realmente não deve ser muito por ser de Rank E.

Caso as duas topassem, a quest de Reagar, agora aceita, indicaria (4/5) caçadores. Faltando mais um membro para o começo da incursão.

Considerações:
Ali:
• -2 keks metrô (post 2)
• -80 keks arma (post 3)
• -20 keks pedra de amolar (post 3)
• -25 keks café da manhã (post 4)
• -10 Keks gorjeta (post 4)
• -2 keks metrô (post 5)
Senshi:
• -2 keks metrô (post 2)
• -80 keks arma (post 3)
• -2 keks metrô (post 5)

Marci: The Good, The Bad and... The... Reaper? - Página 3 697505929184149575



Última edição por DEV.Reme em 21/8/2020, 15:21, editado 2 vez(es)


_________________



The Good, The Bad and... The... Reaper? - Página 3 TBO2FBd

Alipheese

Alipheese
Rank B



Combate § Status - Hp: 3000/3000 - SP:240/240



Se havia algo que eu tinha certeza que nunca iria mudar é o fato de achar o povo de L.A Bizarro, tipo, os charlatões eram uma coisa mas aquela criatura, veio direto do inferno de certeza. Mas, eu não podia falar nada, tava tentando corrigir o incorrigivel que era essa lâmina que a Hepeitos de certeza só desperdiçou material mesmo mas… Era a minha primeira espadona então… Ela ia ser foda porque a dona dela é.

Quando tivéssemos chegado a guilda de certo modo as coisas se acertaram mais rápido do que eu pensei já que tinha uma moça animadona que nos fazia entender por onde ir. Eu teria ido em direção junto a Azumi levantando a mão e dizendo sem ter muito jeito de conversar - Eae, óculos maneiro. A gente espera aqui até começar a bagaça? Eu teria dito apontando para os próprios olhos, quando falei dos óculos mas, claramente eu não tinha muita cabeça pra entender muito dos procedimentos e logo quando o tal Raegar se apresentava e explicava as coisas… Cara… Uma palavra… Decepção… Onde ta o nórdico de dois metros? Meh… no fim eu só comentaria - Pode por o nome, só dizer quando a gente vai partir, vai ser uma experiência maneira pelo menos.- Comentei imaginando que seria legal matar um monte de bichão, enquanto acompanharia Azumi, sentando em uma das mesas, de perna aberta, com meu espadão ao meio ao qual usaria dos braços para apoiar o corpo ao debruçar-me sobre a lâmina.

Todo aquele papo de valor padrão era confuso - Ta… Beleza quanto a porra de um freelancer ganha? Ow, nee-san dos óculos quanto é o salário pra uma dungeon dessas? Melhor que pelo menos tu sabe quanto ganha.- Eu teria dito do meu jeito delicado como um rinoceronte bem direta no que eu não havia entendido. Onde eu teria ouvido o que quer que houvesse para ser dito enquanto ficaria esperando, acho que é o que tinha pra fazer, sei lá. Com a pergunta eu então a teria respondido - Bom, parece um bom ponto pra começar, acho eu não sei bem como é a ideia disso de ser liderada e tal mas… Acho que desde que a gente mate as coisas e não morra, vai dar tudo certo… Acho que é esse o espirito.- Comentaria a olhando, ainda com os braços envolvendo o espadão, escorada. Vendo como ela conseguia lidar bem com o rapaz, acabava dando um sorriso meio de canto mas, não teria dito muita coisa, parecia faltar um membro ou uma… Pelo andar das coisas o rapaz tava tentando fazer um time só de mulheres, então parecia o mais provável que fosse uma. Balancei a cabeça, quando vi que tava desviando muito do foco, tentando prestar atenção no que estava sendo dito.

Se fosse chamada para algum canto ou Azumi fosse eu acabaria indo junta, meio desconfiada mas, iria.

Histórico:

Posts: 06
Ganhos



Perdas:

  • -2 keks metrô (post 2)
  • -80 keks arma (post 3)
  • -20 keks pedra de amolar (post 3)
  • -25 keks café da manhã (post 4)
  • -10 Keks gorjeta (post 4)
  • -2 keks metrô (post 5)


Ferimentos:






Senshi

Senshi
Rank D




Combate § Status - Hp: 360/360 - SP: 600/600



O Metrô é sempre uma surpresa, o que era aquele Pikachu? Sério, eu até que achei todo o resto normal, mas por que eles coloca a mão pela boca do bicho, assim ele não faz completamente o cosplay… Cosplay é arte e sacrifício, sofrer no metrô é parte da arte!! Mesmo que seja lançãdo contra a porta após uma freada brusca se mantém o personagem.. Pensaria balançando a cabeça positivamente naquele ponto concordando comigo mesma.

Já no Bulldozer, por incrível que parecesse a gente tinha até que acertado, era mesmo naquele lugar, e bom o funcionário que perguntamos primeiro não parecia me dizer tanta coisa, acho que não era muito a area dele, mas logo fomos chamados por outra pessoa, seguia para onde seria chamada com um sorrisão já me apresentando.-Oi, eu me chamo Azumi Taiga, caçadora de Rank C, diria com um sorrizinho quando chegasse.- dessa vez eu esperaria que Hinata se apresentasse por conta própria enquanto iria ouvindo o que o contratante tinha pra dizer.

Me sentaria de boinha, procurando ficar em algum lugar que tivesse espaço pra mim e Hinata, e então iria guardando na cabeça tudo que ele explicava até que dado o fatídico momento em que queria saber sobre o preço.-Mas e quanto a gente vai ganhar? e assim quando ela me dizia que seríamos pagos iguais os freelancers eu faria um olhar sério de como que estou entendendo tudo. Bem a sinceridade de Hinata no entanto era bem cabal, o que bem, não tinha como ser pior do que eu ganhava antes, já que eu era paga com centavos por dia...

Porém… Não faço ideia de como freelancers eram pagos, ao menos aparentemente ela ia explicando depois, era tipo, dividir entre geral o lucro, é não parecia ruim, deve ser justo no fim das contas né? De toda forma quando a conversa terminasse olharia pra Hinata com um sorrisinho dizendo.-Acho que parece bom né?- e escutaria o que ela tivesse a dizer primeiro. Então daria um sorriso final, meio que era o que chamam de sorriso social né, estendendo minha mão para o Raegar e falando.-Beleza, pareceu uma proposta legal, a gente topa, contamos com você pra auxiliar a gente!! Vamos dar o nosso melhor.- estava animada, e pra mim tudo tinha dado certo, então estava animada.

Porém e aí? A gente ia fazer o que agora, talvez eu estivesse ansiosa demais? Provavelmente já que meus pés não parariam de bater contra o chão em movimentação constante, o que eu gostaria de controlar, mas tem coisas que são impulsos que a gente recebe de uma vez. -Mas e agora que que a gente faz? Vamos seguir pra o lugar ou falta alguma coisa?- diria com um olhar pensativo, se fossemos chamadas para ir pro lugar eu me levantaria de uma vez claramente empolgada começando a caminhar com ânimo total, em direção ao lugar enquanto deixaria que os dois que sabiam mais da missão guiassem a gente.

Histórico:

Posts: 06
Ganhos

  • Duas espadinhas curtas.

Perdas:

  • 84 Keks (Metro & Arma)

Ferimentos:




off:
Desculpem o atraso, eu infelizmente tive uma viagem inesperada de trabalho que ta me consumindo até o miolo.



Blindão

Blindão
Rank E


what does not kill you make you stronger.
Tank Rank-E
Legendas
FALAS SKILLL

Rebecca parecia possuir os pés no chão e era fácil notar isso mesmo com pouco tempo em que conversamos. “Ela as vezes parece ser meio fora da casinha, mas dá pra dizer que é uma boa pessoa e sabe seus pontos fortes e fracos.” Pensava comigo enquanto expressaria uma face despreocupada em relação a jovem moça.

~ Ah claro, fique à vontade. Responderia assim que a caçadora viesse a ir no toalhete. “Se ela diz que é uma das caçadoras mais fracas do mundo, o que sobra para mim hein?!” Conhecer seus pontos fortes e fracos naturalmente era algo bastante crucial. ~ Hum... me pergunto como deve ser estar no topo dos caçadores mais poderosos do mundo. Dizia em um tom baixo de forma retorica, não de forma desanimadora, muito pelo contrário.

Após Rebecca retornar do banheiro, em seguida, as caçadoras contactadas haviam chegado. Azumi parecia ser mais quieta e educada, por outro lado, Hinata era como eu posso dizer... bastante direta, ríspida e sincera. “Quase bateu uma nostalgia aqui.” Pensava comigo ao relembrar de meu falecido pai, era bem semelhante a forma de falar entre eles. ~ Ah é mesmo, enquanto não formos aprovados pela Guilda estamos afiliados como Freelancer’s. Até tinha me esquecido desse pequeno detalhe, Héhehe. Colocaria a mão na cabeça mexendo nos cabelos enquanto sorria demonstrando estar distenso.

The Good, The Bad and... The... Reaper? - Página 3 Yeqy4R7

Quando a caçadora Hinata viria a falar sobre ser liderada em time, parecendo até mesmo não gostar muito disso, viria a erguer uma das mãos gesticulando como se pedisse para ela parar. ~ Calma, calma aí senhorita Hinata. Eu fui designado como líder, mas isso é meramente formal. Não é como eu fosse lhe ficar dando ordens e etc. Só vou indicar alguns pontos durante a exploração, tenho experiencia com isso. Meu rank é baixo, mas eu compenso com outras formas. Diria ao demonstrar o polegar de forma positiva. ~ “A conduta define o homem!” Falaria de forma sábia e poética, carregando um sorriso bastante cativante e positivo, querendo expor que éramos um time e apesar de haver um líder, isso não seria algo ruim.

~ Somos um time e todos tem o mesmo direito de falar, fazer e questionar. Todavia, gostaria de lhes pedir para ouvir quando eu sugerir alguma rota alternativa durante a Raid. Falaria de forma convicta, devido meus conhecimentos. Azumi havia topado participar e nesse mesmo momento era visível mais dois membros catalogados na Quest. “Ainda falta um? Temos caçadores fortes para esse portal de rank E, mas não faria mal ter mais um. Problema será dividir os ganhos. Será bem pouco, mas é melhor garantir mesmo.” Refletia comigo por alguns instantes enquanto pegava o tablet e começava a buscar algum outro freelancer.

O time era composto por: um Mage; um Tank; um Reaper e um Fighter. Para fechar o quinto membro, tentaria encontrar algum Healer, Spellbreaker ou Ranger. Assim fecharia bem o time em todos os aspectos. Caso encontrasse, enviaria a mensagem sobre as informações do portal e nossa localização esperando que o mesmo viesse o mais rápido possível.

Enquanto isso viria a falar com as novas integrantes do grupo. ~ Acabei de chamar o ultimo membro do grupo. Vamos esperar ele chegar. Ah propósito... quais são seus planos agora oficialmente sendo caçadoras? Perguntaria enquanto prestaria atenção nas respostas e ao mesmo tempo viria dar mais uma olhada no Tablet e por fim, largar sobre a mesa com objetivo de dar mais atenção as Hunter’s.



Hp : 720
Mp : 240

Objetivos:
Entrar para Guild Bulldozers;
Portal rank-E;
Drop de Item;
Conhecer Aliph e Seishi;
Histórico de Aventura:

Nome do Player ~ Raegar Godheim
Nº de Posts ~ 06
Classe/Sub-Classe ~ Warrior - Tank
Rank ~ E
Perícias ~ Exploração: (+10% de lucro total em dungeons):
• Caça;
• Runas;
• Mineração;
• Armadilhas;
• Monstrologia.

Ganhos ~
~x~

Perdas ~
~x~

Ferimentos~
~x~

NPCs/Players~
Amanda Dudley;
Rebecca Dudley;
Azumi Taiga;
Hinata Solaire;


Skills:

~x~


Reme

Reme
Rank B


Narração ~ Post 6


Rebeca sentia o tom mais despreocupado de Hinata e tentava responder a altura, cruzando os braços e acenando com o queixo para a caçadora. - Coé! - Era seu cumprimento de delinquente, ou ao menos como ela achava, em sua cabecinha dodói, como os delinquentes se cumprimentavam. - Espada exageradamente grande e nada afiada maneira. - Replicou enquanto ajeitava seus óculos maneiros. - Meu nome é Rebeca.

A conversa tomava um rumo talvez matemático demais, visto ninguém ali tinha experiência com a Guilda, e a única que tinha, apesar da aparência inteligente e nada estereotípica, não fazia a menor ideia da resposta. - Ah não perguntem pra mim! Eu recebo salário fixo e nem chego perto dessa contabilidade toda. - Ela olhava para Reagar. - Você devia ter perguntado pra tia Amanda antes de ela ter ido embora se esse era seu interesse. Mas como é uma dungeon de Rank E… - A maga colocava a mão no queixo, pensando por um momento. - Bom, talvez um décimo do meu salário? Guahahaha.

Apesar do grupo reunido e tudo acordado ainda faltava um membro. Enquanto Reagar olhava a lista e seus incontáveis candidatos, Rebeca, sentada ao seu lado, se aproximando bem juntinho mesmo e apontando pra tela. - Você já deve saber disso mas é sempre bom ter um Healer na party. Ah ah! Se o quinto membro tiver um carro também seria muito bom, assim a gente pode ir no conforto! - Ela olhava pro resto da mesa meio desconfiada. - Que foi? É antiético? Eu levaria a gente mas minha licença foi suspensa por dirigir na orla há 180 por hora… Eu não sabia que era uma via só pra pedestres okay? Ninguém se machucou de qualquer forma… Permanentemente.

Healers no entanto era uma classe um tanto rara, e o único disponível, dentre aquele mar de Ranks altos e medianos, era uma caçadora de Rank E. Reagar começava a digitar mas Rebeca o interrompia por um instante. - Vai ser mais rápido se a gente só ligar pra ela. - Apertando um botão uma chamada no viva-voz se iniciava.

- A-alou?

- Alou. Aqui é Rebeca da Bulldozers. Tá todo mundo reunido aqui só falta um membro. Você é a Summer né? Healer?

- Ah-Ah! - Se escutava de fundo um barulho de um monte de metais caindo. - Sim sim! aqui é ela!

- Legal legal… - Rebeca parecia desinteressado com o que diabos tinha acontecido. - Você tem carro?

- Tem o carro do meu pai por q…

- Sabe dirigir?

- Ah! S-sim!

- Ótimo você tá dentro, encontra a gente na boate da Guilda. E vem de carro!

- C-certo, muito obriga…

*Tuuuuuuu

Rebeca tinha desligado na cara da menina. - Beleza, só esperar a carona. - Completava com um sorriso cara de pau.

Não demorou mais que trinta minutos pra garota chegar num Porche conversível, parecia ser de família rica, e ainda assim, se arriscava nas Dungeons, escondida será? Era uma menina baixinha também de óculos, aparentava ter uns 16 anos, olhos pretos e um cabelo curtinho da mesma cor. Suas roupas eram perfeitas para exercício, só era uma pena que a grife provavelmente seria destruída pelo ambiente hostil. A garota entrou na boate e após identificar o grupo se aproximou.

The Good, The Bad and... The... Reaper? - Página 3 4c30eebddd9897cbec05c8db7b1cb18e

- O-olá! Meu nome é Summer, é a minha primeira dungeon mas agradeço muito a oportunidade! - Seu nervosismo era claro, talvez por isso tinha que elevar a voz para se forçar a sair algum som.

Uma vez que as apresentações estivessem dadas todos já poderiam partir para o local, Summer levaria todos no carro por mais ou menos quarenta minutos em direção à praia até estacionar perto de um terreno com um prédio em construção. - É aqui? - Na entrada do local tinha dois homens com casacos de couro com o símbolo da guilda guardando o terreno. Atrás deles, uma esfera massiva de energia azul que distorcia a imagem local, era um portal, uma dungeon! Chegava a hora da party se preparar para o assalto.

Considerações:
Ali:
• -2 keks metrô (post 2)
• -80 keks arma (post 3)
• -20 keks pedra de amolar (post 3)
• -25 keks café da manhã (post 4)
• -10 Keks gorjeta (post 4)
• -2 keks metrô (post 5)
Senshi:
• -2 keks metrô (post 2)
• -80 keks arma (post 3)
• -2 keks metrô (post 5)

Marci: The Good, The Bad and... The... Reaper? - Página 3 697505929184149575


_________________



The Good, The Bad and... The... Reaper? - Página 3 TBO2FBd

Blindão

Blindão
Rank E


what does not kill you make you stronger.
Tank Rank-E
Legendas
FALAS SKILLL

~ Héh? Não tinha como negar minha expressão de surpresa, afinal, parecia que a maga era bem abonada financeiramente. “What? Um décimo? Eu já sabia que caçadores de rank alto ganhavam bem, mas... se um rank B ganha isso, quanto dinheiro então um caçador que está no topo consegue ganhar?” Pensava comigo ao permanecer estático.

Após soltar um suspiro e aceitar que o ainda me faltava muito a aprender, Rebecca se aproximava e começava a falar comigo sobre a classe do último membro. ~ Realmente, acho que ela acabou me deixando muito tenso que até mesmo esqueci dessa parte. Respondia expressando uma face um tanto sem jeito devido ao relembrar da pressão esmagadora da caçadora rank-A.

Rebecca sugeria que o último integrante da party poderia ter veiculo para locomoção, possibilitando conforto e agilidade. “Hummm, eu não me importaria de ir de busão. Mas pelo visto ela parece prezar o conforto. Bom... ela está me ajudando, é mínimo que poderia fazer. Nem que eu apele para um Uber.” Logo viria a mexer no bolso discretamente e lembrar que me restava pouco dinheiro. “Shit!”

A maga se aproximava e notava eu buscar entre os perfis o último membro do grupo. ~ Huh? Ela no fim pegava meu celular e, em suas mãos, por fim ligava para a Healer a qual havia visto, em pouco tempo, para integra-la ao grupo; com bastante êxito devo dizer. ~ Sim? Responderia com certa dúvida a jovem moça. “O que tem de errado com ela? Ou será que eu estou errando em algo? Bom, não da pra negar que ela é eficiente e de qualquer forma o grupo está completo.” Pensava comigo sentindo um pouco de alivio, mas que logo dissiparia ao reler a mensagem sobre o grupo. “Huh, parece que não é preciso eu falar pessoalmente, já contou com a Healer.” Refletia comigo por alguns momentos enquanto observaria a Quest em aberto e por fim fazendo um sinal com o dedo para que ela viesse a ser minimizada.

Caso alguém achasse estranho viria a dizer. ~ Ah! Eu tinha visto um mosquito, desculpe. Mexeria no cabelo de forma descontraída e retomando o assunto principal. ~ Azumi e Hinata, quais seus planos para o futuro? Durante o tempo que ficássemos conversando, dentro do prazo dado para a chegada da Healer, viria a responder. ~ Entendo, entendo. Para trilhar essa vida de caçador muitos dizem ser fácil, mas arriscar sua vida por dinheiro tem que haver uma determinação em prol de algum sonho. Falaria com um sorriso amigável para as hunters. “Meu pai sempre dizia: pessoas reclamam do azar, mas não tentam persistir na sorte. Acho que agora entendo bem o que ele queria dizer com isso.”

Após a chegada de outra... garota fofa? “Será que vão pensar que estou tentando formar um Harém?” Confesso que estava começando a ficar nervoso. ~ Olá caçadora Summer, como vai? Não, não! Eu que agradeço sua disponibilidade de última hora. Diria educadamente com um sorriso carismático. ~ Let's Go! Diria ao levantar da mesa e seguir junto das caçadoras até o veículo.

Durante o trajeto, viria a falar de forma cordial. ~ Obrigado pela carona, caçadora Summer. Na verdade, era para eu fornecer o meio de locomoção, mas os ganhos de meu rank andam bem baixo, ainda mais depois de algum tempo fora dos Portais. Só então viria notar que teria falado demais e em seguida trocar de assunto. ~ Enfim, seria bom adotarmos uma formação simples e eficiente dentro da Dungeon. Healer e Mage atrás do Tank, Fighter e Ranger. Assim poderão fornecer suporte sem perigo de sofrerem ataques. Enquanto isso poderão atacar durante as brechas que eu, a caçadora Hinata e Azumi proporcionaremos. Diria enquanto levaria a mão ao queixo e pensaria
na melhor forma de explorar, defender e atacar.


The Good, The Bad and... The... Reaper? - Página 3 LfXxn97


“Apesar que havendo dois rank B no grupo, Rebecca e Azumi, isso pode ser até mesmo desnecessário.” Pensava comigo enquanto sorriria para mim mesmo. Porém, o rosto viria a ficar sério por alguns momentos devido as memorias aflorarem daquele duplo covil que possuía um monstro abominavelmente forte. “É melhor prevenir do que remediar, realmente.” Concluía para mim mesmo sabendo que independe do rank do portal, tudo era possível.

Após chegarmos no local do portal, perceberia dois homens guarnecendo a entrada da Dungeon. Sem delongas me aproximaria e proferia. ~ Boa tarde. Nosso grupo veio em nome da Guilda Bulldozers, a pedido da caçadora Amanda Dudley, para finalizar o portal. Se necessário viria a mostrar o Tablet com as informações do portal e de Amanda. Talvez fosse desnecessário ao verem a caçadora Rebecca irmã de Amanda.


The Good, The Bad and... The... Reaper? - Página 3 MyvZdc0


Após deixarem passar, retornaria a andar até o carro e deixaria guardado o Tablet e voltaria para a party. “Talvez fosse bom falar alguma coisa antes de irmos, alguns nunca entraram em um portal e podem estar nervosos ou tensos. Até mesmo eu estou começando a ficar.” ~ Nosso grupo é forte! Disso não tenho dúvidas. No entanto, permaneçam sempre alertas. E eu estou aqui... como tank darei ao meu máximo, lhes protegerei com unhas e dentes! Terminaria de proferir ao fechar o punho e ergue-lo com objetivo de inspirar os membros do grupo; talvez assim diminuir sua tensão ou preocupação.


The Good, The Bad and... The... Reaper? - Página 3 X7SnXqI


Sem mais delongas, caminharia para dentro do portal ostentando um olhar e sorriso bastante... obstinado. Medo? Angustia? Ódio? Vingança? Claro que isso tudo estava aflorando, tudo culminando devido a tanto tempo na espera de poder retornar para os portais. Precisava ganhar dinheiro, é claro, todavia havia algo ainda mais essencial. Havia algo que parecia me chamar, parecia me instigar, querendo que eu estivesse lá?!

Não sabia dizer ao certo, só que algo dentro de mim parecia querer me mostrar algo novo, único; ou seria meramente uma esperança agarrada por mim após ter sobrevivido a aquela infernal Dungeon?! Estaria eu me iludindo? Achando que o motivo de eu ter sobrevivido possuía um proposito maior!? Sim, queria acreditar nisso; queria que fosse real; que é real! Senão, todas as mortes, toda dor e sofrimento teria sido em vão. Nem que eu tenha que fazer ser real, mas com certeza irei descobrir se essas mensagens estão ligadas com o motivo de minha sobrevivência.
[/color]



Hp : 720
Mp : 240

Objetivos:
Entrar para Guild Bulldozers;
Portal rank-E;
Drop de Item;
Conhecer Aliph e Seishi;
Histórico de Aventura:

Nome do Player ~ Raegar Godheim
Nº de Posts ~ 07
Classe/Sub-Classe ~ Warrior - Tank
Rank ~ E
Perícias ~ Exploração: (+10% de lucro total em dungeons):
• Caça;
• Runas;
• Mineração;
• Armadilhas;
• Monstrologia.

Ganhos ~
~x~

Perdas ~
~x~

Ferimentos~
~x~

NPCs/Players~
Amanda Dudley;
Rebecca Dudley;
Azumi Taiga;
Hinata Solaire;
Summer;



Skills:


~x~




Última edição por ADM.Blindão em 26/8/2020, 06:38, editado 3 vez(es)

Senshi

Senshi
Rank D



Combate § Status - Hp: 360/360 - SP: 600/600



Aparentemente eles eram eficientes em chamar pessoas, por mais que a conversa ali no telefone tenha parecido meio brusca, e a moça tivesse um claro desejo de aproveitar mesmo era de um carro… Se bem que um dia a gente ia falir usando ônibus e metrô… Então comprar uma moto parecia legal, é, uma moto seria bem divertida de usar.

Mas mal me perdia em pensamentos vinha uma pergunta do cara que tava contratando, ele queria saber algo sobre sonhos, e isso era algo que eu realmente não sabia bem como responder. Digo, eu só queria sair da miséria, mas isso não parecia algo que pudesse ser inspirador de dizer.

Então eu não sabia se era uma boa resposta, entretanto eu já vi muitos animes para poder dizer como essa frase vai parecer mais legal. -Bem, eu quero o dinheiro por que isso trás liberdade, e eu quero fazer o que eu quiser. diria com um olhar mais sério, porém um pouco posado, já que eu estava de verdade é confusa com o que eu faria da vida.

Sinceramente eu queria melhorar minhas condições de vida, já que o que eu recebia mal dava pra comer bem, e isso vinha me afetando durante bons anos então nada muito heroico de minha parte em realidade, mas ninguém precisava ouvir exatamente essas palavras.

E ele já parecia alguem mais sonhador aparentemente, as coisas que ele falou ali talvez fossem verdade, ter alguma determinação ou motivo maior para poder combater criaturas arriscar o pescoço, mas a ideia de poder eliminar as ameaças parecia divertida por si só, ou talvez eu fosse muito novata pra entender o perigo da coisa.

Quando a garota chegasse eu levantaria de onde estava bem rápido, até por que eu estava empolgada e logo comentaria meu nome também.-Prazer, me chamo Azumi.- ouviria o que ela tivesse a dizer já me preparado pra entrar no carro, onde eu ia me esticando ao logo do caminho, jogando os braços pro alto para diminuir meu estado de inércia.

Durante a viagem, enquanto o carro fosse andando iria olhando a paisagem enquanto eu cantasse.-Um elefante incomoda muita gente, dois elefantes incomodam muito mais… ♪♪- Até a hora da chegada, onde eu quando pudesse sair do carro tentaria a entrada triunfal, onde eu sairia do banco rolando por cima do meu proprio ombro e me levantando de forma meio esguia, com os joelhos flexionados como se eu fosse aplicar um dash a qualquer momento.

Depois disso eu ouviria o que Raegar tinha a dizer e naquele momento apenas não entendia muito bem por que ele tinha falado de uma Ranger? Eu olhava em volta procurando a Ranger que ele tava falando, até que eu me tocava, que talvez fosse eu, só comentaria então.-Na verdade eu sou uma Reaper.- diria levantando o dedinho mais ou menos na altura da cabeça, apenas para evitar algum mal entendido na estratégia.

No mais eu teria concordado com a ideia e seguiria ele para a Dungeon se fosse o caso, porém eu questionaria.-Maas a gente já está com os suprimentos certos?- era uma dúvida honesta, mas se o garoto entrasse iria junto, vai que a gente tem isso com alguém, ou quem sabe seja rápido sair lá de dentro, bem eu já tinha ouvido falar de portais fechados em pouco tempo, mas também já tinha ouvido que isso não é tão fácil assim e as vezes demorava, mas eu era inexperiente, então… Já viu né?

Porem agora que estava chegando a hora, apenas uma coisa realmente importava a empolgação de viver o meu “Isekai” é hora de eu mostrar o poder do NINJA!! Vai ser agora que eles vão ver em prática meu poder, a habilidade contra monstros adquirida a partir de longos anos vendo filmes séries e animes, quando ouvisse o que Hinata falava, agiria como uma persona mais séria, onde cruzaria so braços com a mão meio por baixo do meu cachecol vermelho balançando ele como se fosse o vento pra gerar um clima, e daria uma única balançada de cabeça dando um positivo e soltando apenas aquele som “HUM” concordando com a ideia.

Histórico:

Posts: 07
Ganhos

  • Duas espadinhas curtas.

Perdas:

  • 84 Keks (Metro & Arma)

Ferimentos:




[spoiler=off][//spoiler]



Alipheese

Alipheese
Rank B




Combate § Status - Hp: 3000/3000 - SP:240/240



A one-san dos óculos era bem eficiente de certo modo eu claro, poderia pegar um outro transporte público mas… Há certas coisas que você vê que mexem com a sua cabeça e a ideia de ter algum meio de se locomover sem imagens que amaldiçoam seu subconsciente ou te fazem querer arrancar os dentes de alguém no soco era algo que eu pensava que seria uma melhoria muito grande na vida.

Então o rapaz do nome de propaganda enganosa fazia uma pergunta complicada… Como assim rapaz? O que eu quero pro futuro? Caralho… É o tipo de pergunta que eu provavelmente perderia um emprego em uma entrevista, com esperança de encontrar uma resposta que fosse minimamente mais digna pra minha honra que não morrer de fome, olhei e escutei Azumi, se eu era os músculos, esperava que ela fosse o cérebro… Pelo menos parcialmente. Com a confiança de quem havia pensado nisso como ideia própria eu  diria - É isso ai, dinheiro evita crimes de ódio e compra as coisas boas… E ah… Claro não podia esquecer o mais importante, aprender com os bichos para bater em bichos mais fortes e  mostrar que eu sou foda.- Eu teria dito de maneira confiante, eloquente e até botando uma dar pernas sobre uma das cadeiras de maneira imponente, claro cara… Era uma merda de objetivo mas foda-se, eu sou feliz assim e se você acha ruim, que você morra afogado no chuveiro.

O rapaz no entanto era empolgado, provavelmente ele assistia tanto anime quanto a Azumi…. Na real muito mais, porque o físico dela ó…. Enquanto o loiro.. Porra, ter nome de Viking nordico fodão e ser magricela devia ser crime, tomar no cu viu… Suspirei, na verdade não me importava muito com o que pensassem mas, eu tinha dificuldade de acompanhar o papo e por isso eu só pensei, se tiver algo importante pra ouvir, a Azumi me lembra depois.

Quando a moça se aproximou, era inevitável não dar aquela checada, afinal se eu tinha que proteger alguém, era bom saber se valia a pena, claramente seguindo os parametros corretos de julgamento… O indice do que eu quiser ou IQQ. Se me der vontade eu vou ajudar, se não der é o que tem pra hoje. Ela apresentou-se, as roupas pareciam ser de qualidade então logo pensei que gente assim era melhor só não arrumar problema, vai que o pai dela é o  próprietario do nosso prédio, sei lá. Acenei e comentei, repetindo o que a 4 olhos havia dito, com um tom sarcástico de sorriso. - Coé- Teria dito da maneira mais esteriotipada enquanto faria aquela pequena provocação com as sombrancelhas com a menina que queria ser malandra mas, era maneira, acho que eu tenho um jeito muito bizarro de tentar amizade com as pessoas…

The Good, The Bad and... The... Reaper? - Página 3 935d5183bb00e0202248bb926c879143

Independente do que aquilo desse, eu dava de ombros e ja diria logo - Eu vou na frente, né?- Teria me aproximado de Summers, já colocando a mão por de trás do pescoço enquanto carregava a minha espada, em uma cena clássica de valentona. - Minha grande Summers concorda não é?- Eu teria dito a olhando com um sorriso maravilhosamente encantador como só eu sabia dar . Até mesmo corria o risco da menina se apaixonar por mim e querer ser minha suggar sissy… Pensando bem… Ta ai, o plano pra subir de vida fácil…ACHOU MESMO? AH, TU É MUITO OTÁRIO MESMO SE PENSA QUE EU ME REBAIXARIA…  Por muito tempo… E logo meu sorriso se tornaria ainda melhor.

The Good, The Bad and... The... Reaper? - Página 3 Oga.Tatsumi.full.449755

Chegando no carro, claramente tentaria ir no banco da frente afinal, eu havia sido maravilhosamente convincente e claro, eu me sentiria muito mais animada do que eu já estava de andar de carro no banco da frente afinal… Eu sempre fui no banco de trás, era meio emocionante… Qual é irmão, as primeiras vezes tem de ser aproveitadas, Azumi até mesmo criava a trilha sonora!

Quando chegássemos, eu com as minhas coisas teria descido e caso eu tivesse ido no banco da frente eu teria dito - Bom, agora tenho duas pessoas que vale a pena ajudar! Comentaria em alto e bom tom andando despreocupadamente, o fala fala provavelmente resolveria os b.os, onde eu teria entendido de sua estratégia só o basico Bater  em quem atacar e não deixar baterem em quem eu me importar, era isso o plano perfeito. Eu esperava tudo se resolver, na real eu não era muitoo boa em conversar sobre as paradas, eu estava meio ansiosa, animada e os pés estavam impacientes, era a minha primeira vez em uma Dungeon… Na real era a primeira vez de três meninas…. Quão pervertido é um cara de reunir… Argh… Esquece, isso é bobeira eu vou ficar puta por nada novamente, raiva dos bichos, modo Zen… É isso.

- Azumi, bora esbagaçar essa Dungeon e fazer uma grana! Vocês também, energia povo! Quero ver ninguém morrendo não, então matem e não morram!- Comentaria não me contendo quando fosse a hora de adentrar ou se mover para mais perto diria com a minha capacidade discursiva de um gorila.
 
Histórico:

Posts: 07
Ganhos



Perdas:

  • -2 keks metrô (post 2)
  • -80 keks arma (post 3)
  • -20 keks pedra de amolar (post 3)
  • -25 keks café da manhã (post 4)
  • -10 Keks gorjeta (post 4)
  • -2 keks metrô (post 5)


Ferimentos:






Reme

Reme
Rank B


Narração ~ Post 7


Trinta minutos de esperar em um grupo podem ser bem constrangedores quando se espera em silêncio absoluto e desconfortável, ainda mais num círculo de quatro desconhecidos. Pra sorte suas ansiedades sociais, ou não, Reager puxava um assunto talvez um tanto pessoal, pra alguns desconfortável. Afinal toda vez que lhe perguntam sobre seu futuro não é mais fácil mentir pelo bem da conversa? Ninguém quer revelar seus desejos mesquinhos, ou às vezes não possuem desejo nenhum, ou ao menos seria desconfortável assim se não fosse por…

- ♪ Tenho sonhos, mas nem tanto
Mais simples, por enquanto
São em algum lugar ensolarado
Numa ilha, no verão
Bronzeado, solteirão
Com pilhas de dinheiro ao meu lado… ♫


Rebeca começava a cantarolar baixinho no meio da conversa, na verdade estava mais distraída com o celular, o que não a impedia de anunciar publicamente o sonho da maioria ali e ainda fazer com uma certa melodia. - Ah foi mal, é que essa conversa de vocês me lembrou um filme, acho que o nome era amarrados?... Não lembro agora.

***

Ao final de tudo Summer chegava e era “bem recebida”, Hinata com seu jeito meio antiquado ou talvez até meio cartunesco se destacava com relação aos demais, no entanto falhava na intimidação, oras… Ela até podia tentar espantar civis cagões com uma espada de dois metros, mas com um rostinho bonito daqueles a tentativa de uma cara demoníaca no máximo a deixava com a aparência de uma garota que não sabe sorrir direito.

The Good, The Bad and... The... Reaper? - Página 3 OccasionalHighBullfrog-size_restricted

- C-claro! Tem bastante espaço pra todo mundo. - Da mesma forma Summer via o sorriso de Hinata como uma tentativa ansiosa e meio atrapalhada de tentar se enturmar, e reagia de forma amigável para “tranquilizar” a outra garota. - Ah mas a sua espada vai ter que ir atrás onde tem mais espaço. Se eu fizer algo com o carroeu acho que meu pai me deserda de vez. - Encarava o chão meio tristinha coçando um dos ombros com o braço oposto.

***

Todos saíam do carro confortável após uma agradável viagem e uma boa, ou péssima, melodia, ao menos Azumi e Hinata tinham se divertido, não posso afirmar pelos outros.

*beep beep

Summer levava um susto enquanto ligava o alarme e Hinata já jogava peso em seus ombros, fazendo-a dar um pulinho e respondendo meio ansiosa. - V-vamos dar o nosso melhor. - Geez, essas crianças não sabem mesmo no que estão se metendo.

Um dos homens guardando o lugar abaixava os óculos escuros para olhar Reagar em seus olhos, seu olhar era de desaprovação, na verdade tava mais pra inveja quando percebeu que um cara desses entraria na dungeon sozinho com quatro beldades. Mas com Rebecca ali não havia o que reclamar, a entrada era liberada e a party se preparava para entrar na dungeon.

Ninguém havia trazido muito equipamento então não restava muita preparação a não ser por algumas palavras. Pouco antes da fala de Reagar, Rebeca tomava uma posição de destaque no grupo dizendo algumas palavras como veterana, trazia consigo uma mochila enorme e uma faca brilhante.

- Muito bem punks! Já que a maioria de vocês é novato eu vou dar uma instrução rápida, nosso objetivo primário é matar o chefe da dungeon e evitar que essas coisas saiam pra fora do portal. Dungeon desse tipo não são muito valiosas mas se você abrir o corpo de um monstro… - Ela esfaqueava o ar como demonstração. - Vão encontrar um cristalzinho que pode ser vendido por uma graninha, o que a gente coletar hoje aparentemente vai ser de vocês, geralmente quem faz esse trabalho em dungeons baixas é o porter, mas como não temos isso hoje eu serei a porter do grupo.

Isso explicava a mochila grande ao menos, em seguida a veterana puxava summer para perto deixando a garota bem a mostra e apertando suas bochechas. - Agora vejam aqui. Vocês devem ter no mínimo uma noção básica de formação, mas deixa eu dar um reforço aqui. Essa coisinha fofa aqui é a healer de vocês, ou seja, não importa o quanto se machuquem ela pode resolver enquanto estiver bem. Por isso NADA pode acontecer a ela, e se algum monstro chegar até o healer, acho bom que o motivo é que todos vocês estão mortos no chão… É isso.

Terminando sua fala Rebeca se afastou um pouco dando espaço para que Reagar falasse seu pequeno discurso motivador.

***

Por um instante a luz do portal ofuscava suas vistas enquanto entravam, do outro lado, uma caverna larga com um único túnel à frente, a iluminação era fraca e quase inexistente, apesar da ausência de luz não incomodá-los muito nesse caso. A característica mais marcante dessa dungeon não era sua aparência, mas sim o cheiro, ácido, como um enxofre muito forte que até aturdia um pouco, do teto, um pouco de gosma verde azulada pingava.

- Nenhum monstro? - Summer observava em voz alta.

Malditas palavras…  Alguns passos dungeon adentro e logo o som de gotejo ficava ainda mais forte, a meleca no teto se juntava no chão parecendo se mexer e formando pequenas bolinhas de gosma, slimes… Do único corredor o som de algo também gosmento porém gigantesco também se aproximava.

The Good, The Bad and... The... Reaper? - Página 3 Latest?cb=20130131214936

- Poço de gosma. - Rebeca dizia. - Merda… - A experiência de Reagar cantava e ele sabia do que se tratava e por que Rebeca parecia preocupada. Poços de gosma é como os caçadores geralmente chamam as dungeon de slimes, geralmente criaturas fracas e fáceis de se matar, o problema com esse tipo de dungeon era quando elas ficam abertas por muito tempo os slimes tendem a se associar formando criaturas maiores e mais poderosas, e este portal em específico já estava aberto a quatro dias…

Era o tempo de concluir o pensamento e do corredor um pouco mais escuro surgia uma criatura disforme de dois metros e meio, bípede porém apoiada com as mãos tal qual um gorila, grunia em ameaça aos caçadores, e sua presença só piorava o cheiro de enxofre, em seu corpo translúcido era possível ver algumas rochas, alguns ossos e um crânio afundados lá dentro.

The Good, The Bad and... The... Reaper? - Página 3 Fcc3886189aa1d371b88e3f4b5b67315

Nos flancos da formação, mais dois slimes em cada lado, também translúcidos e com ossos dentro de sí.

Dado o posicionamento, a party possuía um monstro maior na frente e outros três em cada lado, deixando-os praticamente cercados se não fosse pela rota de fuga na retaguarda.


Considerações:
Ali:
• -2 keks metrô (post 2)
• -80 keks arma (post 3)
• -20 keks pedra de amolar (post 3)
• -25 keks café da manhã (post 4)
• -10 Keks gorjeta (post 4)
• -2 keks metrô (post 5)
Senshi:
• -2 keks metrô (post 2)
• -80 keks arma (post 3)
• -2 keks metrô (post 5)

Marci: The Good, The Bad and... The... Reaper? - Página 3 697505929184149575


_________________



The Good, The Bad and... The... Reaper? - Página 3 TBO2FBd

Blindão

Blindão
Rank E


what does not kill you make you stronger.
Tank Rank-E
Legendas
FALAS SKILLL

“Oh My Gog! Azumi é Reaper e não Ranger, será que estou tão nervoso assim? Talvez seja ansiedade ao ponto de me fazer errar a subclasse da assassina.” Colocava a mão no rosto sem jeito devido ao deslize, mas era natural cometer erros, principalmente depois de tudo que passei. Alguns até mesmo diriam que seria idiotice arriscar minha vida de novo, mas apesar do meu nervosismo, desistir era algo que meu pai sempre disse para não aceitar. Apesar de ter servido meu país no exército e ter visto muita merda, sem dúvidas presenciar a morte é algo que marca e muito.

Antes de vir a discursar, Rebecca acabará por se adiantar e proferir informações breve referente a Dungeon. “Háhaha... Ela ao menos podia ter suavizado as palavras né não?!” Pensava comigo por alguns instantes enquanto notava uma certa tensão no ar, talvez mais por minha causa, afinal, faziam alguns meses que não exercia meu papel como Hunter. Após falar e seguirmos para dentro do portal, enfim nossa invasão daria início.

Assim que passássemos pelo portal, notando os olhos meio ofuscados pela passagem, Summer viria a falar sobre a zona em que estávamos. ~ Pelo visto não, mas portais rank-E tendem a não possuir grandes números. Todavia, permaneçam com a guarda alta, essa Dungeon parece ser problemática. Diria enquanto tomaria a frente do grupo com as mãos levantadas, observando os lados, cima e baixo. Pela minha experiência e conhecimentos, suspeitava que aquele portal daria trabalho.

Um som bastante peculiar ecoava enquanto seguíamos em frente. “Tem algo gotejando? Isso me parece familiar.” Pensava comigo até ouvir Rebecca falar e então perceber a criatura a frente. ~ Tsc. Slimes... tinha que ser Slimes?! Proferia um tanto irritado. Caso as caçadoras viessem a perguntar o motivo, viria então responder. ~ Geralmente são bestas mágicas fáceis de lidar. O problema é sua capacidade de união. O portal já muito tempo aberto, significa que houve bastante tempo para essas pragas se multiplicarem e unificarem. Foi finalizar minhas palavras que logo notamos a criatura, medindo acima de dois metros, esperando por nossa chegada.

Sentia o sangue ferver, sentia uma zanga que antes não havia sentido. Mas o estranho que aquela besta não possuía qualquer relação com isso. Claro, não era dela. O que me trazia tal sentimento era estar dentro de um portal. Mas o verdadeiro motivo era aquele ser monstruoso que dizimou meu antigo grupo. Aquele ser onipotente, asqueroso e atroz. Ele havia criado um bom impacto em meu psicológico. Estar diante daquela besta trazia memorias de meu falecido pai, quando um dos bois havia fugido da fazendo e estávamos procurando por ele. Até que nos deparamos com uma matilha de lobos.

“Lembre-se garoto! O medo é algo natural, é primitivo. Você tem duas opções: fugir e rezar para não lhe alcançarem ou avançar em frente usando seus punhos, unhas e dentes que Deus te deu para sobreviver! A escolha é sua.”

A lembrança era breve e a voz dele ecoava em minha mente tão real quanto as dos meus aliados. ~ Okay! Acertaria uma dupla palmada no rosto e então falaria para a Party. ~ Slimes podem regenerar partes do corpo se não for um dano alto, então não desperdicem tempo com o grandão e foque os menores. Irei impedir o avanço do Slimão na minha frente e imobilizar ele, enquanto isso matem esses menores o quanto antes. Terminaria de dizer ao investir em linha reta contra o enorme Slime.

Buscaria atacar com um agarram pela cintura, mas ao invés de frontal, tentaria deslizar pela lateral e apanhar pelas costas da criatura. Agarraria de forma circular, usando toda minha força para impedir o avanço da criatura contra o time. Caso viesse a escapar, tentaria agarrar novamente com mesmo intuito. Se o Slime viesse a me atacar, tentaria mexer de um lado para o outro fazendo o mesmo desequilibrar e em seguida exercer um tipo de suplex para trás e jogar a criatura. Caso fosse pesada demais, mesmo para um Slime, buscaria então rodar de um lado para o outro, soltando e agarrando para neutralizar o avanço e ataques, de forma a me proteger e principalmente os aliados da Party.

Na hipótese de receber algum ataque feroz e me jogando para longe, tentaria me recompor o quanto antes. ~ Diacho! Expressaria uma face de dor, mas logo retornaria a correr até colidir com meu corpo todo em prol de derrubar ou causar mínimo de dano na besta mágica. A ideia era mais impedir seu avanço e possibilitar que os outros caçadores lidassem com melhor eficiência para com os Slimes menores e, posteriormente, todos juntos liquidassem o maior Slime.



Hp : 720
Mp : 240

Objetivos:
Entrar para Guild Bulldozers;
Portal rank-E;
Drop de Item;
Conhecer Aliph e Seishi;
Histórico de Aventura:

Nome do Player ~ Raegar Godheim
Nº de Posts ~ 07
Classe/Sub-Classe ~ Warrior - Tank
Rank ~ E
Perícias ~ Exploração: (+10% de lucro total em dungeons):
• Caça;
• Runas;
• Mineração;
• Armadilhas;
• Monstrologia.

Ganhos ~
~x~

Perdas ~
~x~

Ferimentos~
~x~

NPCs/Players~
Amanda Dudley;
Rebecca Dudley;
Azumi Taiga;
Hinata Solaire;
Summer;



Skills:


~x~




OFF:
Ando meio desanimado, post foi mais ou menos, mas como tinha pouca informação da DG acabei não explorando muito essa parte. Podia ter posto umas sucubbus ne kkkkkkkkkkkkkk toma no cu com Slimes.

Conteúdo patrocinado


Ir para o topo  Mensagem [Página 3 de 4]

Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte

Permissão neste fórum:
Você não pode responder aos tópicos