Solo Leveling RPG: Os grandes caçadores surgem aqui!
Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.
Solo Leveling RPG: Os grandes caçadores surgem aqui!


Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

[Ficha] Yang My de Oliveira

2 participantes

Ir para baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

1[Ficha] Yang My de Oliveira Empty [Ficha] Yang My de Oliveira 20/12/2019, 16:38

Yang My

Yang My
Nome: Yang My de Oliveira
Rank: D
Classe: Mago
Sub-Classe: Elementalista - Terra
Gênero: Feminino
Idade: 19
Altura: 1,67 cm.
Peso: 59 kg
Tipo Sanguíneo:A+
Localização:Taebaek
Origem:RJ, Brasil

Imagem do Personagem:
[Ficha] Yang My de Oliveira 20191220-012313-0000
Imagem Secundaria:
[Ficha] Yang My de Oliveira 20191220-192153-0000

Aparência:
Yang My é um bela jovem afro-coreana, possui a pele escura e traços majoritariamente asiático, com olhos amendoados, nariz pequeno e lábios grossos. Ela possui um semblante sereno e pode ser vista a maioria das vezes seja com um sorriso nos lábios ou um olhar curioso. Possui um estilo mais prático, e não se importa com preços de roupas contando que seja confortável e de qualidade. Praticidade é o seu sobrenome, o que também pode ser visto em seu cabelo castanho e cacheado, que com um sidecute fica muito mais fácil de cuidar. Não gosta de passar horas se arrumando, mas não abre mão de uma make básica.

No alto de seus dezenove anos de idade, possui um corpo atlético e forte graças ao Hapkido que treina desde criança e cinquenta e nove quilos de gostosura distribuídos por um metro e sessenta e sete de belezura, ela agradece por ter herdado os genes do pai e possuir um corpo curvilíneo, ao contrário do padrão coreano.
Personalidade:
Yang é uma jovem inteligente, comunicativa e alegre. Do tipo que fala muita merda com os amigos e é a pura sereninade na frente de estranhos. Sempre toma a iniciativa em começar uma conversa e quebrar o gelo, mesmo que tenha que dizer ou fazer algo ridículo. Aliás, ela adora ver a reação das pessoas diante de situações inusitadas, e as vezes pode até provocar alguém apenas pela diversão. Mas se ofendeu uma pessoa, pede logo desculpas e não tem vergonha em assumir seus erros.

Carioquinha, gosta de cumprimentar com dois beijos, mesmo que outras pessoas achem isso estranho, e seus abraços, se tiver a sorte de receber um, são quentes e reconfortantes. Yang não gosta de liderar, pois não gosta de ter responsabilidades, a não ser que seja realmente necessário. Apesar de não parecer, ela é um pouco narcisista, ela se ama e se acha a última bolacha do pacote, a última Coca-Cola no deserto, mas não é arrogante quanto a isso, pode-se dizer que ela tem auto-estima bem alto.

Yang é otako, secretamente cosplayer e kpoper, ama histórias sobre aventuras e jogar RPG, seu sonho é ser arqueóloga e fazer alguma grande descoberta, e quando há algum assunto que possa estar envolvido com isso, sua paixão aflora de dentro do peito e pode passar horas tagarelando sobre, e se for algo realmente interessante, pode ser que ela de umas risadas e aja de forma esquisita.

Gosta de flertar, e as vezes o faz sem perceber, mas quando tomam a iniciativa com ela, fica tímida e dá pra trás. Principalmente se for um cara bonito, ela tem um fraco por caras bonitos... Não é que se apaixone facilmente, ela só gosta de sentir seu coração "Doki Doki" ou "badum badum". (kkkjjkkkk socorro. Desculpe avaliador)
História:
Filha de um brasileiro com uma coreana, Yang nasceu no Brasil, mas especificamente no Rio de Janeiro. Cresceu falando português e coreano, graças aos seus pais, José de Oliveira e Rae Sun-My. Durante os nove anos que morou no Brasil, Yang teve uma infância feliz nas ruas do bairro, onde aprendeu a ter lábia pra convencer seus amiguinhos a entrar na onda dela ou tocar a campainha dos vizinhos e sair correndo. Estudava numa escola particular onde tinha as melhores notas da turma e onde começou praticar Hapkido. Foi durante esse tempo que ela se apaixonou por animes, por influência do seu pai, mas não era só animes que enchiam seus olhos, mas todo tipo de história fantástica, livros, séries, filmes... Foi com Indiana Jones que ela descobriu que queria ser arqueóloga, pois melhor que histórias de ficção, eram aquelas que aconteceram na vida real, e os mistérios que poderiam ser descobertos.

Mas nem tudo são flores nessa vida, quando os portais começaram a aparecer e as pessoas a despertarem seus poderes de caçadores, o Rio de Janeiro, que já era infame por sua violência, tornou-se pior. Pessoas usavam seus poderes para o mal e o exército não conseguia conter os monstros. Diante dessa situação caótica, a mãe de Yang conseguiu convencer o marido de mudar-se para Coréia, onde a situação parecia sob um melhor controle.

Yang My tinha onze anos quando seu pai despertou como um mago rank A, ele ficou muito feliz com isso, afinal de contas ter poderes e matar monstros é o sonho de qualquer otaquinho pois poderia ajudar a combater aqueles monstros e manter a paz da cidade, e Yang compreendia seus motivos e ficava feliz por ele, inclusive tinha maior orgulho pelo trabalho que ele fazia, e a oportunidade de aprender sobre as dungeons, seus monstrons e as misteriosa linguagem daquele lugar (runas). A única que não gostava dessa situação era Sun-My, que temia pela vida de seu marido.

Em um certo dia, após completar um portal com seus companheiros da guilda, seu pai voltou para casa estranho. Indagado pela mulher, respondeu que não era nada, que tava tudo bem. Contudo Yang percebia que ele estava muito eufórico e vendo que não iria conseguir enganar sua filha e amiga, ele contou a verdade: No último portal que havia concluído, havia duas dungeons, algo que não havia acontecido antes, e depois que saíram de lá, ele se sentia diferente, mais poderoso. Yang perguntou o que era, mas seu pai também não sabia, disse que na próxima vez que tivesse uma missão, iria na guilda checar.

A missão veio na semana seguinte e ao se despedir de seu pai, o fez prometer que lhe contaria o que ele descobrisse. Infelizmente, aquela havia sido a última vez que falou com ele, após dias de angústia, um representante da guilda veio para informar o falecimento de seu pai, segundo ele, havia desaparecido dentro do portal. Sua mãe entrou em desespero, que posteriormente transformou-se em ódio pelos portais, monstros e caçadores.

Yang passou uma depressão, mas ao contrário de sua mãe não conseguia odiar tudo aquilo, afinal de contas desejava se tornar uma caçadora, viver aventuras e descobrir os mistérios por trás dos portais, assim como nas histórias que tanto amava, e agora mais do que nunca queria se tornar uma caçadora para poder encontrar seu pai, que acredita estar vivo, ou pelo menos era sua esperança. afinal, é a regra, se não tem corpo é pq ainda tá vivo

Por muito tempo, Yang esperou pelo despertar, mas esse não veio. Via as notícias nos jornais e Tv, era fã de vários caçadores e guildas, acompanhava tudo o que podia sobre o mundo das dungeons, e até mesmo discutia com a mãe, que odiava tudo aquilo e não queria a filha se envolvendo, mas o despertar... isso nada. Yang cresceu, terminou o ensino médio e resolver seguir sua paixão e estudar arqueologia. Entrou na Faculdade Nacional de Taebaek, uma das melhores do país e onde havia um centro de pesquisa da mesma guilda que o seu pai era membro. Ela podia até não conseguir entrar num portal, mas se tiver uma oportunidade de estudar sobre as coisas que vinham de lá, ah, isso faria!

Agora com dezenove anos, a garota saiu de casa e resolveu se mudar para o dormitório da faculdade, o quarto era minúsculo e o banheiro menor ainda, mas pelo menos o preço do aluguel também era pequeno. Yang fez amizade com duas garotas que eram suas vizinhas, Nam-kyu e Yoora e essas lhe convidaram para uma festa. E foi nessa festa, entre bebida e dança que ela teve seu despertar.


Força:10
Inteligência:67
Agilidade:61
Sentidos:31
Vitalidade:31

Moradia: Um Goshuwom que fica do lado de fora do campus, o quarto é minúsculo, com um banheiro sem box (chuveiro conectado na pia e tu tem q tomar banho molhando a pia e a privada). Mesa, cadeira, uma tv anos 90, um frigobar, um guarda-roupas e a cama. Cozinha e lavanderia públicos. Tem uma fotinha aqui : https://pin.it/ewybbgdr632g2o
Perícias/Maestrias: Lábia
Monstrologia
Runas
Instinto
Artes Marciais - Hapkido


Link Roll: https://www.sololevelingrpg.com/t77p700-dados-de-despertar#3426
Link da antiga ficha (Apenas se tiver resetado)



Última edição por Yang My em 20/12/2019, 21:44, editado 2 vez(es)

Yang My

Yang My
Up

Reme

Reme
Rank B
Na moradia coloque apenas uma pequena descrição do lugar que o preço eu avalio. Coloque também o seu elemento inicial ao lado de "Elementalist". O resto tá ok.


_________________



[Ficha] Yang My de Oliveira TBO2FBd

Yang My

Yang My
Up

Reme

Reme
Rank B
Ainda falta o elemento inicial da tua classe


_________________



[Ficha] Yang My de Oliveira TBO2FBd

Yang My

Yang My
Jurava q tinha notado. Agr foi

Reme

Reme
Rank B


_________________



[Ficha] Yang My de Oliveira TBO2FBd

Conteúdo patrocinado


Ir para o topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Permissões neste fórum
Você não pode responder aos tópicos