Solo Leveling RPG: Os grandes caçadores surgem aqui!
Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.
Solo Leveling RPG: Os grandes caçadores surgem aqui!


Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

[Ficha] Miokami Yukiyama

2 participantes

Ir para baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

1[Ficha] Miokami Yukiyama Empty [Ficha] Miokami Yukiyama 28/9/2019, 17:07

Eileen

Eileen
Rank C
Nome: Miokami Yukiyama
Rank: C
Classe: Mago
Sub-Classe: Invocador
Gênero: Feminino
Idade: 16
Altura: 1,67
Peso:54Kg
Tipo Sanguíneo: A+
Localização: Seul
Origem: Florestas ao redor de Seul

Imagem do Personagem:
[Ficha] Miokami Yukiyama E344724c81f3317ab6b82d530334dbcf
Imagem Secundaria:
[Ficha] Miokami Yukiyama 506eb93dc67ee7bca9e96e67681a8de9

Aparência:

Pele clara, cabelo curto e castanho com olhos regulares de mesma cor. Possui o corpo atlético de quem é acostumada a fazer as coisas por si mesma sem que ninguém lhe preste auxílio.

Sua estatura é média e seu corpo sem curvas proeminentes. Veste de maneira mais rústica devido a sua origem, ou seja. Tecidos de algodão sem estampas, capa feita de couro ou pele, sapatos macios costurados em couro animal e sem qualquer tipo de solado de borracha.

Não utiliza maquiagem, embora tenha o hábito de pintar o rosto, algo que aprendeu com seu pai como tradição passada de geração em geração. Também veste-se com uma máscara de madeira tingida de vermelha que fora esculpida por seu falecido pai e em seu pescoço há um colar feito com uma tira de couro e dentes de animais.
Personalidade:

Miokami pode ter muitas falhas no que se diz respeito ao conhecimento do mundo moderno devido a sua origem, mas houve algo que seu pai foi muito além do esperado em lhe ensinar. Carater.

Miokami não possui nada daquilo que podemos considerar como os pecados capitais, não há luxúria, ira ou orgulho em sua personalidade, assim como também não lhe compete os significados de Gula, inveja, preguiça ou cobiça. Foi criada na lei da selva, onde o mais importante é a liberdade de ir e vir, a confiança nos companheiros e a paciência em observar e aprender. Assim sendo a jovem é leiga ao mundo moderno, sabendo sim de sua existência, e da necessidade do dinheiro para viver nele embora não compreenda com profundidade essa importância, mas para ela a tecnologia é algo tão estranho quanto uma cachoeira que sobe.

Sua voz é baixa e gentil, pois era assim que era travada a comunicação com seu pai durante as caçadas, seu semblante é sempre sereno, mesmo em situações graves, pois este também é um ensinamento da selva. Ajudar quem precisa, não pegar mais do que o necessário e respeitar o próximo são só alguns dos valores éticos que a jovem carrega com si.

Agora no entanto a jovem passa por um grande dilema. Deveria ela odiar as criaturas que roubaram sua vida? Devia ela usar os seus descobertos poderes para caçar e exterminar até o último deles? Ou deveria apenas voltar e tentar retomar os cacos destruídos do que perdeu e sozinha traçar o caminho que seu pai lhe ensinou?



História:


Miokami é filha de um caçador, mas não destes que vocês estão acostumados a ver nas notícias todos os dias, não. O pai da jovem era um simples caçador das montanhas vindo de uma linhagem antiga que sempre viveu naquele seu próprio reduto.

Uma tribo com seus próprios costumes, um povo que se manteve afastado da civilização por escolha própria, mas que ao mesmo tempo mantinha um pouco de comunicação, sendo apenas o suficiente para vender o que não precisava e comprar o que necessitava.

O vilarejo, se é que era possível chamar aquelas casas esparsas e escondidas nas florestas entre as montanhas de vilarejo, onde nasceu e cresceu fica a algumas horas de Seul, enterrado em uma floresta selvagem nos sopés das montanhas ao norte. (ficticio) Foi lá que cresceu, criada apenas por seu pai depois que sua mãe morreu no parto.

Foi com ele que aprendeu o significado da vida, aprendeu a sobreviver na floresta, a caçar e seguir rastros a manter-se fora de vista antes de um ataque e a perseguir silenciosamente os animais. Muitas dessas coisas eram como um jogo para a pequena garota, era sua diversão, seu passatempo e também a sua preparação para a vida.

Haviam outras crianças, bem.. As vezes a mais de um dia de caminhada por dentro da mata e assim ela não tinha muito contato com esses.

Conheceu a civilização quando tinha próximo a seus dez anos de idade, quando por fim pode acompanhar seu pai até o entreposto nos limites da floresta. Lá era onde ele vendia a carne caçada, peles de animais e couro curtido. Também era lá que ele comprava o pouco que a floresta não lhes supria, como o sal.

As poucas notícias que recebia do mundo moderno também vinham dali e foi nessa época que Miokami ouviu falar pela primeira vez da existência de outro tipo de caçadores e dali por muito tempo encheu seu pai de perguntas sobre estes dada era a magia que conhecemos da curiosidade infantil.

Aos 14 anos ganhou a responsabilidade de sozinha fazer esta função, era a primeira função inteiramente delegada a ela. Ir ao entreposto vender e comprar e com isso adquiriu o pouco de conhecimento que possui sobre o dinheiro.

Embora acompanhasse seu pai nas caçadas desde seus 11 anos ela nunca aprendeu a atirar com o arco, ou melhor, nunca lhe foi ensinada. Quando perguntou porque a seu pai descobriu que esse conhecimento só lhe seria passado no seu décimo sexto ano, mas isso nunca veio a acontecer.

Seu pai morreu antes de lhe ensinar. Naquele dia acharam algo na mata, algo que não estava e nem devia estar lá. Era um portal, pequeno, com talvez 2m de diametro. Logo o reconheceram devido às informações que adquiriram nas viagens ao entreposto.

"Avise-os." - Disse seu pai. "Chame aqueles outros caçadores." - e essas foram suas últimas palavras para sua filha.

Miokami fez como lhe foi mandado, correu para o entreposto para avisar e lá aguardou a resposta. Um grupo de caçadores chegou no dia seguinte e ela os guiou até o local. "A Associação nos mandou." - Disseram. "Vou guia-los." - Respondeu a jovem.

No entanto já era tarde e o portal havia rompido. Feras nada naturais espalhavam-se pela mata, não eram grandes como os lobos, pareciam mais um tipo de raposa, mas isso somente em aparência, pois sua força e velocidade superava em muito isso.

Os acontecimentos a partir desse ponto se tornaram confusos para a garota. Lutou por sua vida, e continuou em frente negando-se a recuar até encontrar o seu pai, continuou guiando o grupo. Foi ferida, quase morreu, mas se manteve firme em sua função…. Ainda assim nunca encontrou seu pai. Cinco dias foram necessários dentro da floresta, Caçou os monstros e durante esse tempo algo mudou dentro de si. Era como se seus sentidos tivessem aflorado, começou a ver coisas que antes não lhe eram capazes, começou a perceber e ouvir com uma precisão que nunca havia esperado ser possível.

Essas novas características no entanto não lhe ajudaram quando aquela última criatura apareceu a frente do grupo. As lembranças de Miokami acabam aqui, pois logo a seguir foi nocauteada e quase morta em um único ataque.

Uma semana depois acordava no hospital de Seul. Seu tratamento e tudo o que precisou havia sido pago. Foi-lhe informado que a associação havia se responsabilizado por isso. Mas outras notícias também lhe foram dadas naquele dia.

"Não encontramos sobreviventes na flores." - disse um homem de terno e óculos escuros fazendo com que o olhar da jovem entrasse em desfoque.


"Você despertou. Foi classificada como Rank C." - Disse em outra visita, mas tudo o que recebeu foi um suave aceno da cabeça da jovem que ainda tentava processar o que havia ocorrido.

"Você está liberada." - Disse o médico dias mais tarde fazendo com que os olhos da jovem voltassem a se focar. "O que eu faço?" - perguntou ao médico. "Não sei se posso lhe ajudar nisso garota… Mas com o seu poder acredito que pode fazer o que quiser. Procure a associação de caçadores. Eles podem lhe dizer melhor do que eu."

Como último ato de auxílio o próprio médico ligou para a associação e um dos funcionários foi até o hospital buscar a jovem. Aquele dia foi tomado de explicações para a mesma e sua cabeça girava com tudo que acontecia de novo em sua vida, pois estava agora em uma selva caótica e barulhenta construída de metal e pedra.

"-Você foi cadastrada como FreeLancer. Quer dizer que trabalhará por conta própria. "
" - Eu... Eu preciso de um lugar para morar." - respondeu para o sujeito.

"Bom... Talvez você deve-se tentar com algum outro caçador. Acho que posso te passar o endereço de uma garota que foi avaliada a pouco tempo. O rank de vocês é parecido, talvez possam trabalhar juntas."


Força: 8
Inteligência: 200
Agilidade: 60
Sentidos:102
Vitalidade:30

Moradia: Não Possui, Saiu do Hospital agora.
Perícias/Maestrias:

Caça-> Esta Perícia reflete a habilidade que um Personagem tem na caça a qualquer tipo de animal. A Caça pode ser usada de uma forma similar à Sobrevivência: permite rastrear e abater uma fera com maior facilidade. Obs: não incluem bestas mágicas.

Camuflagem-> Com esta Perícia um Personagem é capaz de se disfarçar, esconder-se ou esconder um objeto em ambientes naturais, como florestas e campos. Geralmente a Perícia Camuflagem também pode ser usada para esconder-se nas sombras ou em outros lugares não naturais ou até mesmo com maior iluminação. Obs: camuflagem é diferente da furtividade que foca em ocultar a presença e os sons do personagem.

Furtividade-> Enquanto a Camuflagem é usada para esconder-se, a Perícia Furtividade permite a um Personagem manter-se oculto nas sombras, tanto seus sons quanto sua própria presença mágica, e mover-se sem produzir qualquer ruído, possibilitando uma vantagem num ataque surpresa ou uma fuga apressada, mas podendo falhar se a situação for inapropriada. Exemplo: o personagem é visto e tenta usar sua furtividade para um ataque surpresa ou fugir. Como o adversário já está ciente, obviamente que falhará.

Sangue-frio-> Você nasceu ou aprendeu a manter um temperamento extremamente calmo e raramente perde o controle ou tem seu emocional afetado por situações externas. Seu personagem é um mestre ao lidar com situações tensas, por exemplo: ao ser torturado, ao ver seus amigos serem desmembrados e mortos, ao se deparar com uma cidade em anarquia e etc. Toda e qualquer situação você, literalmente, demonstra possuir sangue frio, mas não significa que você seja cruel ou não se importe, apenas consegue controlar seu estado emocional.

Sobrevivência (Florestas)-> O Personagem sabe o que é preciso para sobreviver em um ambiente selvagem, longe da civilização. Esta Perícia permite construir um abrigo, encontrar água ou comida, orientar-se, fazer uma simples armadilha para animais e assim por diante. Um Personagem com esta Perícia pode garantir não apenas a própria sobrevivência, mas também a de um pequeno grupo de pessoas. Esta perícia se utiliza de vários meios para a sobrevivência, exemplo: ela é de grande ajuda para aqueles que se perdem dentro de uma Dungeon e tem seus recursos limitados.

Link Roll: https://www.sololevelingrpg.com/t77p100-dados-de-despertar#326

2[Ficha] Miokami Yukiyama Empty Re: [Ficha] Miokami Yukiyama 29/9/2019, 00:11

Reme

Reme
Rank B


_________________



[Ficha] Miokami Yukiyama TBO2FBd

Ir para o topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Permissões neste fórum
Você não pode responder aos tópicos