LFBR

[DUNGEON-RANK C] Arachnophobia

Página 2 de 5 Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Relembrando a primeira mensagem :


Descrição:
Uma excursão da pré escola se divertia em uma visita ao zoológico, quando as crianças começaram a apontar para algo numa direção que não era a dos animais, as crianças sem saber o que eram os flashes azulados, estavam maravilhadas, mas quando os adultos viram, ficaram congelados e boquiabertos enquanto os flashs se uniam e espiralavam até se tornarem um vórtice azul, um portal  


Local:  Coreia do sul
Patrono:Associação de caçadores
Rank/Patente:C
Quantidade mínima de jogadores:2
Quantidade máxima de jogadores:5
Restrições:N/A

Narrador:Deep
Quadro de Narrador:https://www.rpgsololeveling.com/t682p10-quadro-de-narradores

Probabilidade de Portal Vermelho:1%

Prazo de inscrição:15/03/2021 23:59
Prazo pra postagem: 48 horas


Última edição por Deep em 20/3/2021, 21:26, editado 2 vez(es)
Deep
Deep
Créditos : 0
G$ 5,300

MENSAGENS

Æther

DINHEIRO
Narrador


In too deep

Como esperado, Jetsun acompanhou Van na incursão com o objetivo de provar seu valor para a guilda White Tigers. Monitorado ou não, o irmão jurado estava tranquilo com sua liberdade provisória e se ele estava feliz, o aniki também ficaria. “Estavam juntos?” pensou o homem de cabelos brancos ao relembrar sua infância solitária e triste. Era bem clichê uma pessoa arrogante ter um passado conturbado, contudo, tais coincidências faziam parte da natureza humana paradoxal, onde por muitas vezes era tão simples que se tornava complexa.

-Vamos lá... - Respondeu diretamente ao auxílio do rapaz de cabelos alvos iguais os seus com diferença apenas no tamanho, comparação esta que se estendeu por todo o corpo do colega de incursão, gerando uma análise lógica e satisfatória. “Aposto que sou maior em todos os quesitos. Heh”. A anedota machista, numa clássica referência ao tamanho do órgão genital reprodutor, típica demonstração clássica de poder masculino, acontecia apenas em seu mundinho esnobe.

Conforme adentravam o cenário, era impossível não notar algumas interações e laços se formarem como o objetivo em comum. Dentre elas, o rapaz de traços inferiores roubava a cena com uma imponência singular. Seria o rival de Mustafá? Talvez um líder natural? Bem, se partirmos do princípio em que iniciativa é um atributo, então sim. Ele é um bom concorrente e isso tornava a dungeon mais interessante.

- Não se preocupem! Se todos prestarmos atenção, vamos tirar de letra, não deixem o medo dominar vocês.

-Cof... - Tirava um pigarro de sua garganta como se estivesse cuspindo a palavra medo de seu sistema da mesma forma que um mosquito ao entrar voando em uma boca aleatória aberta momentaneamente. Não existia esse sentimento no herdeiro e a possibilidade de alguém sugerir tamanha atrocidade já seria o bastante para tirá-lo do sério. Era inconcebível receber tratamento destinado a seres inferiores e fracos, uma verdadeira mancha em sua honra.

Já no interior da dungeon, pôde ver todo aquele cenário caótico e imundo, típico de um mundo selvagem. O eterno escoteiro não representava sua classe no momento pois ignorava todos os sinais e informações presentes no local. -Tá, valão, teias, fedor, bla bla bla… Onde estão os monstros? - Bocejava entediado com as mãos atrás da cabeça enquanto deambulava despreocupado. Aproveitando a oportunidade, seu “nêmesis” apresentou-se sugerindo uma formação simples para o problema adiante. Kenzo Yuragi era seu nome e tê-lo decorado já fora o bastante para alterar o seu humor negativamente.

-Hmpf… Vamos ver até onde sua “cabecinha” vai nos levar... - Disse tentando desmerecer o rapaz com mais anedotas sexuais inadequadas. Entretanto, tal comentário só fazia sentido em seu próprio mundo egocêntrico, posto que ninguém havia escutado a piada anterior, logo, o comentário era desprovido de sentido e provavelmente seria ignorado por todos. A tentativa de “humor” era também um mecanismo antiestresse devido à inveja recém-desperta, a qual não era necessariamente incômoda, mas na ausência de algo realmente interessante, seria a escolhida para ajudar a lidar com a monotonia atual.
Van
Van
Créditos : 1
G$ 1,000

MENSAGENS

Æther

DINHEIRO
Narrador


_________________
[DUNGEON-RANK C] Arachnophobia - Página 2 LEBI9vH

[DUNGEON-RANK C] Arachnophobia - Página 2 FJRmanF
Always and forever!
Continuando a comer  minha marmita e depois de acabar me levantaria dando leve tapinhas na roupa para tirar o pó e começando a me esticar um pouco e observar os companheiros chegarem no lugar.

-Isso vai ser interessante, tem pessoas bem fortes aqui.

Logo quando ouvisse as falas da mulher de coque seguiria para o portal, entrando lá começaria a pensar.

"Esse lugar é desagradável e esse cheiro horrível mas é o trabalho que tem que ser feito, tem teias no chão também será que são aranhas como o outro disse?"

Respondendo o kenzo

-- Acho uma boa

Me comunicando o mínimo apenas respondendo a pergunta de Kenzo sobre a estratégia  logo me posicionaria no meio, atrás dos lutadores e na frente dos magos.

"Realmente o medo deles pode ser um problema mas creio que vamos conseguir tem 3 caçadores de rank B, mas não posso baixar a guarda de modo algum já estando dentro"

Logo começaria a olhar em volta mas por causa do vapor que dificultava ver muito longe tentaria sentir algum monstro   por perto para avisar o grupo caso algo acontecesse enquanto estávamos organizando

-- fala normal
- sussurro
"" Pensamento
Teppei
Teppei
Créditos : 0
G$ 1,000

MENSAGENS

Æther

DINHEIRO
Rank B


_________________
[DUNGEON-RANK C] Arachnophobia - Página 2 03302112
Dungeon



Jetsun entreolharia os outros participantes e apenas os observaria atentamente, tentando discernir suas capacidades de maneira preconceituosa.

Ele se manteria atento ao lado de Mustafá e puxaria o bastão bô das costas, e entraria ao lado do Irmão jurado no portal, sem muitas palavras.

Os olhos Azuis deslizariam por tudo, a concentração tomaria conta da sua mente, ele já esteve em inúmeras missões de assassinato no passado, e até mesmo em algumas situações de vida ou morte, entretanto, aquilo era completamente, o odor e a aparência sombria, as teias grudadas no chão, ele observaria e tentaria cada um dos detalhes existentes no ambiente.

Apertaria o bastão com força e não conseguiria ficar sem ranger os dentes, aquela era uma situação inusitada, o ar entraria por suas narinas suavemente e voltaria por sua boca mais leve do que antes.

- Fique atento... Van. Murmuraria, entreolhando o resto do grupo enquanto procuraria por fraquezas na formação, formações armadas são um pouco diferente de formações de defesa de contato, entretanto ele tinha que usar o que sabia de posicionamento táctico se quisesse sobreviver ali.

"Isso lembra um pouco aquela vez em que enfrentamos o esquadrão da morte Iraniano." Jetsun pensaria, mas a nostalgia do passado não era necessariamente algo bom para ele.

Acompanharia a equipe, mantendo sua posição ao mesmo tempo em que observaria as reações do ambiente para ficar atento e se proteger melhor de um possível ataque surpresa.
X
X
Créditos : 0
G$ 1,000

MENSAGENS

Æther

DINHEIRO

_________________
[DUNGEON-RANK C] Arachnophobia - Página 2 GkgIprt
Os rapazes entravam um, Kenzo e Van entravam juntos à frente do resto, eles eram seguidos por Jimseung, Kiyoshi e Daehan, bem de perto. Eles adentravam antes dos outros e aparentemente Van e Kenzo pareciam estar disputando pelo posto de alfa, apesar de que a disputa parecia existir realmente apenas para Van.

Quando Kenzo falava sobre aranhas, um homem com uma espada samurai em mãos, olhava para ele e com calafrios dizia:

-Credo… Odeio aranhas, bichos nojentos...

Eles estavam interagindo e montando estratégias quando um som de arrastar ocorre atrás deles, eram cogumelos, crescendo de frente ao portal, apenas os cinco e mais três dos outros já estavam lá dentro quando os cogumelos tapavam toda a entrada.

-Vamos cortar isso, precisamos abrir a passagem…

Puderam ouvir a voz da mulher vir do outro lado, uma bola de vento acertava os cogumelos danificando eles ligeiramente e automaticamente eles começavam a expelir um gás roxo em enorme quantidade, os rapazes dentro dungeon não estavam muito próximos dos cogumelos e portanto do gás, mas podiam ouvir a galera de fora gritando e tossindo… Eles também não eram os únicos a poderem ouvir.


Esse som começava a soar do outro lado da caverna, como se algo muito grande estivesse se comunicando em grunhidos, após alguns segundos do som, ele parava e um de vários “toc”s se iniciava, como centenas de bengalas estivessem sendo batidas com o chão em velocidade. Eles não conseguiam ver muito longe por causa da névoa, mas o som se aproximava, até o momento que uma aranha esverdeada de dois metros de altura aparecia através da névoa. O homem com a katana parecia muito abalado pela vista do aracnídeo gigante, seu rosto se contorcia numa expressão de nojo e asco, sua espada irrompia em chamas e com um corte no ar uma labareda era arremessada contra a criatura gerando uma explosão que afastava a névoa da aranha e substituia esta por uma densa fumaça preta.

No entanto diferente da névoa lenta, a fumaça rapidamente começava a se dissipar, dando visão da aranha verde, imóvel no mesmo lugar, apenas com alguns pêlos queimados, porém com a fumaça se esvaindo e névoa demorando a ocupar o local, o grupo passava a poder ver ao lado desta aranha, uma outra, esta vermelha, também com dois metros de altura, em seguida outra grandona verde, todas sobre um terreno rochoso de coloração esverdeada e vermelha.

As grandes aranhas abriam suas peças bucais e chacoalhavam seus pedipalpos ao ar emitindo um tipo grunhido, nesse momento o chão e paredes grunhiam e começavam a marchar em direção aos invasores da dungeon, o que deixava claro que não eram rochas, mas cópias de meio metro de altura das aranhas maiores e o chão e paredes não eram coloridos, apenas haviam aranhas demais cobrindo estes para sequer ver eles.

Eram seis homens contra uma dungeon de aranhas e o homem de katana estava tão desesperado que não sabia nem qual direção olhar, e estava pálido como a bunda do bebê Drácula.


aranhas verdes:
[DUNGEON-RANK C] Arachnophobia - Página 2 535188

aranhas vermelhas:
[DUNGEON-RANK C] Arachnophobia - Página 2 Markus-neidel-tarantula
Deep
Deep
Créditos : 0
G$ 5,300

MENSAGENS

Æther

DINHEIRO
Narrador


_________________
[DUNGEON-RANK C] Arachnophobia - Página 2 M7ELFaF
Aracnofobia

O bocejo anterior era o tipo de deboche que gerava a ira dos céus - ou lá de baixo, vai saber - e acabava trazendo um mau agouro, embora este fosse esperado de certa forma. Os cogumelos liberaram uma nuvem tóxica e deu ruim para quem o inalou. Ainda pego pela chuva de merda, as próximas gotas seriam gigantes fodendo aranhas, daquelas que um simples pesadelo é o suficiente para a igreja mais presente ganhar um novo fiel. Eu narrei aranhas no plural? Sim, aranhas no plural.

- 3 de mim e o resto de ti, lésbica…

Diria para Kenzo - o rapaz com corte de cabelo ao melhor estilo Ellen Degeneres ou Ana Maria Braga caso o leitor desconheça cultura americana inútil - com um sorriso no canto da boca, novamente rindo de uma piada machista e totalmente desconexa comparando o tamanho das aranhas com o possível tamanho dos órgãos genitais deles, a qual somente ele entendia. Mas não se engane, embora pareça um idiota esquizofrênico, ele o é apenas parcialmente. Sua megalomania o faz criar esses cenários onde surgem argumentos e diálogos em sua cabeça para posteriormente agir como se tivessem acontecido de verdade. E sim, isso é normal *acrescente uma onomatopéia referente à tosse visando quebrar um leve desconforto pós-fala claramente vergonhosa* pode pesquisar.

-Ei, churrasqueiro… Melhor você focar na missão ou vai ficar… Enrolado!   -

Faria um bom trocadilho, o narrador tem muito orgulho dele, e ao mesmo tempo dava um toque no espadachim que não aparentava estar em seu melhor momento para não dizer coisa pior. O estado de choque do caçador em questão era até aceitável, afinal era uma cena digna de um filme C de terror com cgi barato. Eram muitas para serem enfrentadas e certamente precisariam dar bastante poder de fogo para lidar com aquilo tudo. Mustafá não tinha essa característica, mas ele curtia muito destruir coisas e não deixava de ser uma boa oportunidade.

-Ae, seus arroz de festa, tomem conta dessas aranhas minúsculas que eu vou brincar com as pequenas! -

Estalou os dedos ao chocar o punho direito na palma da mão esquerda, bem clichê de shonen, e iniciou o avanço contra as 3 aranhas maiores sem o menor cuidado com a sua própria segurança. Estava subestimando os perigos de uma dungeon rank-C? É claro que não, estava sendo apenas ele mesmo. Uma fera selvagem e prepotente disposta a colocar a própria vida em risco numa busca por adrenalina. Durante o caminho, usaria sua mão como arma, contudo, não daria socos nas aranhas e sim esticaria os dedos para fazer cortes e perfurações. Só cerraria o punho se percebesse não estar funcionando o plano inicial.

Na hipótese de ficar preso, tentaria cortar as teias com força bruta, puxando, arrebentando e até mesmo mordendo. Não importava o método, esforçar-se-ia para ficar livre e continuar a investida inconsequente. Caso consiga chegar nas aranhas maiores, utilizaria toda sua capacidade física e mudaria o plano de ação, deixando de ser uma simples corrida para aplicar dashs em alta velocidade, usando o espaço ao seu redor para surpreender com seus ataques. Atacaria com um soco concentrado, uma aranha de cada vez, e se tentassem fugir, aplicaria um chute rodado - com sua bota nova - sem perder o tempo dos movimentos. Sempre em constante movimentação para evitar ser preso; sempre eficaz e eficiente. Se não fosse capaz de avançar contra os chefes, ficaria destruindo as aranhas menores uma a uma esperando pela oportunidade com todo o tédio que somente Saitama seria capaz de prover em suas feições.
Van
Van
Créditos : 1
G$ 1,000

MENSAGENS

Æther

DINHEIRO
Narrador


_________________
[DUNGEON-RANK C] Arachnophobia - Página 2 LEBI9vH

[DUNGEON-RANK C] Arachnophobia - Página 2 FJRmanF
Always and forever!
Logo após ver o avanço daquele homem havia também criado coragem para efetuar o avanço mas antes procurando uma aranha menor e mais o isolada das outras. Então partiria para cima da mesma tentando desferir um soco contra a parte lateral esquerda da criatura com um golpe potente mas que no chegue a prejudicar minha reação seguida.

''-Toma essa!''

Diria em meus pensamentos onde em seguida a desviar do golpe efetuaria um recuo correndo para trás vendo o quanto a criatura poderia ser afetada por um golpe meu ja que da mesma forma que eu confie na potencia de meus golpes eu ainda não sei o quão forte é o inimigo e pretendo estudar ele durante o combate em busca de pontos cegos -por mais que seja bem dificil com essas caralhas de olhos- ja que isso iria me ajudar futuramente contra o resto delas.
Jeffizu
Jeffizu
Créditos : 0
G$ 300
Localização : Coreia
Humor : Agitado

MENSAGENS

Æther

DINHEIRO
Rank D


_________________
Ficha de personagem: https://www.rpgsololeveling.com/t1022-godae-jimseung



Incursão #03 - Seul

De um lado tínhamos alguém novato nesse tipo de Dungeon, não que isso fosse um problema, mas não era o ideal. Do outro lado, haviam pessoas mais fortes ali, além do necessário, todavia o poder em excesso causava soberba e isso poderia ser um grande empecilho, principalmente se esse orgulho gerasse outras problemáticas para o grupo.

Ouvia algum comentário a respeito do moreno, porém não me perturbava com isso, ele poderia pensar o que quisesse, contanto que ajudasse o grupo, ainda não sabia sua classe, apenas seu rank. Sendo um rank B ele teria força para ajudar a proteger os outros dali,  e era isso que importava no fim. Aos poucos o restante dos caçadores iam adentrando, tentava achar mais alguma coisa naquela caverna, porém aparentemente era tudo que saberia de começo. Um lugar úmido, escuro, com um cheiro forte de enxofre e cheio de aranhas, não era o melhor cenário, mas nem de longe o pior. Agachava novamente, procurando mais alguma pista naquelas teias abandonadas, até que ouvia um som de arrasto, algo incomum de se ouvir.

[DUNGEON-RANK C] Arachnophobia - Página 2 B946cd40d1010fd39b128482fa238be0b3ed468f

Imediatamente virava-me para a origem do som e ficava perplexo com a construção dos cogumelos, como eles tinham crescido tão rápido? Algum monstro? Ou eles próprios tinham vida? Então, a linha de raciocínio era cortada ao ouvir uma terceira voz. "Cortar eles? Mas isso.."  - Espe-! Estendia a mão tentando parar aquela pessoa, porém era tarde demais. Uma curta rajada de ar fatiava o cogumelo, o qual liberava sua defesa, uma nuvem de fumaça roxa. Ainda estava longe de nós, ainda assim meu corpo respondia por instinto, levando o ventre do braço ao rosto como forma de proteção. A fumaça densa parecia conter-se no outro lado e causava dano o suficiente do lado de lá.

Dava um passo, e de repente - toc toc toc - uma sequência de sons ia magnificando-se, de começo parecia indistinguível aos ouvidos, mas no instante seguinte era claro, o som de algo duro batendo contra as rochas. O corpo imediatamente virava-se para a origem do som e na sombra formava-se o pesadelo. É claro, uma aranha gigantesca. A cabeça logo começava a imaginar estratégias possíveis e a realidade afastava-se dos sentidos, a ponto de sequer perceber o outro apavorar-se. Somente quando o som do fogo me atraia a atenção que eu saia daquele mundo de abstrações, uma onda de fogo avançava contra o inimigo, meus olhos iam acompanhando seu trajeto, acertava, dissipava e no lugar instalava uma cortina de fumaça, essa muito menos densa do que a névoa.

Por um lado, era bom ter dissipado aquela névoa, tornaria nosso combate mais fácil, mas um fogo daquele jamais seria o suficiente. Não atoa a aranha alfa parecia sequer ter importando-se com isso, apenas ficado mais brava. - Tsc. Resmungava a um tom inaudível, isso colocaria mais pressão no grupo, afinal agora as aranhas estariam irritadas e viradas para nós. Além disso, das maiores haviam dois tipos, um vermelho e verde, cores diferentes podem significar coisas diferentes, seria veneno? Força? Quais eram os segredos deles, sabia pela Monstrologia que aranhas possuíam venenos, além de tamanhos e força sobre-humanos, porém existem diversas variações de um tipo, e aquele, qual seria ?

Apertava mais forte as mãos nos bolsos, eu não poderia ser o primeiro a agir, por mais que quisesse. Felizmente, o machista aparentemente queria tomar esse papel. Ele soltava mais uma frase no ar, a qual pessoalmente eu sequer entendia, e isso demonstrava a confiança dele no momento, isso era bom. Logo, ele partia rumo as aranhas, seguido de Jimseung. "Como posso aliviar para eles? Combate direto está fora de questão." Olhava para os membros, alguns já tinham se mobilizados, o espadachim estava ainda agoniado e esse era o momento perfeito para fazer ele evoluir como caçador.

- Escute, vou precisar da sua ajuda, podemos derrotar boa parte daquelas aranhas, mas eu preciso das suas chamas. Nos ajude a eliminar elas ! Dizia prontamente ao espadachim após chegar ao lado dele. Olhava-o por um instante nos olhos, tentando passar alguma confiança. Sendo assim, o plano era simples na verdade, esperaria ele liberar sua habilidade e nesse instante geraria com a mana uma corrente de ar mais forte, tentando direcioná-la para as aranhas menores, esse tipo de junção criaria um aumento das chamas, talvez na maior não surtisse efeito, porém nas menores seria suficiente. Outrora, sabia da possibilidade do espadachim não conseguir me ajudar e aí não teria jeito, usaria apenas as correntes de ar, tentando aumentar o fluxo para jogar as aranhas menores contra as paredes das cavernas e talvez atordoá-las.

Além disso, estaria mais atento as proximidades, talvez algum aracnídeo escapasse desse fluxo de ar ou das chamas, e seria o suficiente para chegar perto do grupo. Nesse caso, interromperia minha magia e imediatamente criaria uma pequena bola de ar, arremessando-a com pressão contra algum dos insetos que chegasse a avançar contra a retaguarda do grupo.
[/i]
HP: 500 / MP : 10200


Legenda:

- Fala : #6CA3DA
"" Pensamento: #68319F
Midnight
Midnight
Créditos : 4
G$ 1,000

MENSAGENS

Æther

DINHEIRO
Game Master


_________________
“Acho que esse cara não bate bem da cabeça”

Pensando isso em relação ao Mustafá por não entender o que o homem falava foi quando ouvi o barulho dos cogumelos crescendo e falava um pouco assustado.

-- Droga , o que pode ser isso?

Quando ouvisse alguém do outro lado falando para cortar eles logo arregalou os olhos por saber o que poderia acontecer ali e foi isso mesmo eles começaram a expelir um gás roxo, no mesmo instante que começou a expelir dava um pequeno pulo me realocando um pouco mais próximo do grupo tentando evitar o gás.

"Será que isso é vene..."

Foi quando ouvi os gritos e as pessoas tossindo antes de acabar o pensamento.

“Tomara que ele tenha um healer lá, droga não posso me distrair estou dentro de uma dungeon”

Dava dois tapinhas no rosto tentando me concentrar novamente no que estava lá dentro e não fora, enquanto voltava a focar na dungeon, quando comecei a escutar aqueles sons me coloquei em posição esperando algo e me preparando para o que estava por vir chegando até a se agoniar com aquele barulho gigante, e quando visse o cara lançando aquele golpe na aranha que havia aparecido pensaria enquanto olhava com uma cara de tristeza para o rapaz que fez o golpe.

“Como o medo influencia as pessoas, pelo menos dá para ver um pouquinho mais agora”

Ficaria olhando as 2 grandes que apareceram ali e continuo tentando me manter no centro do grupo para fornecer suporte a eles.

-Então isso tudo são aranhas afinal e eu achando que não teria nada na entrada.


Vendo Mustafá já disparando para cima das aranhas e também Jimseung pretendendo atacar alguma delas vendo isso logo me aproximando um pouco mais dele para ajudá-lo caso fosse necessário.


-- fala normal
- sussurro
"" Pensamento
Teppei
Teppei
Créditos : 0
G$ 1,000

MENSAGENS

Æther

DINHEIRO
Rank B


_________________
[DUNGEON-RANK C] Arachnophobia - Página 2 03302112
Décima Segunda Lua



Os olhos azuis de Jetsun deslizaram pelo ambiente, os odores estranhos e novos entraram nas suas narinas, e ele soltou o ar pela boca suavemente, os acontecimentos foram até que rápidos e sua audição captou as mudanças repentina e a aparição da horda de criaturas horripilantes, suas sobrancelhas se ergueram e ele engoliu em seco.

Mas, para quem já viu um terrorista ser decapitado no oriente médio aquele tipo de coisa era mais esquisito do que assustador.

Jetsun giraria o bastão bô ao redor do corpo e observaria a formação da equipe, ele respiraria fundo, e sua mente entraria em um torpor combativo, acostumado com esse tipo de situação em que sua vida estava na linha, ele precisava se concentrar o máximo que pudesse.

Uma olhada de canto para Mustafa e um sorriso de canto, era a primeira vez que os irmãos lutavam um ao lado do outro no campo de batalha, seria algo, no mínimo, interessante.

"Preciso me energizar para utilizar aquilo.." A mente do Elementalista girou, o bastão bo começaria a dançar ao redor de seu corpo, seus movimentos eram ágeis e sutis, por baixo da axila, acima do ombro, ao redor da cintura. "Formação de Oito Trigamas" como era conhecida, permitia uma defesa ágil para qualquer direção no espaço.

O Loiro se alinhou com a retaguarda de Mustafa, ele conhecia bem a força do irmão jurado, e sabia que ele tinha bastante poder físico, portanto, conseguia se defender muito bem sozinho, mas, já que estavam ali era melhor impedir que qualquer empecilho atrapalhasse.

Os olhos azuis giraram com as palavras de Mustafa, de fato o espadachim tinha tremido na base e portanto, poderia ser um elo fraco na formação de batalha, isso era um problema para Jetsun.

- Vou tentar ficar de olho nele. Murmuraria para o árabe, respirando fundo, já que os próximos minutos passariam bem devagar.

Manteria um olho no peixe e outro no gato, atento a todos os sentidos possíveis, Jetsun tentaria manter a guarda quanto seus arredores, tropeços e quedas nesse lugar poderiam ser mortais, isso é se já não fossem.

Tentaria se manter instruído do solo e da situação do ambiente do combate, para não sofrer com perigos da natureza do lugar, tentaria um salto caso tivesse uma pedra ou buraco que pudesse atrapalhar, e avisaria para aliados desavisados caso notasse mudanças de relevo bruscas e outras coisas que pudessem lhes atrapalhar.

O Bastão bô giraria com agilidade, e tentaria golpear, abusando da distância criada por ele, aranhas que se aproximassem dos pontos cegos de Mustafa, alternando entre os golpes um foco visual rápido na posição do espadachim.

Os primeiros golpes seriam apenas sondas, avaliaria a resistência das aranhas e sua chance, com sua força de afeta-las fisicamente.

Caso elas tivessem bastante resistência, utilizaria os golpes de forma tática, analisando o movimento do ataque das aranhas, e golpeando com intuito de desequilibra-las e atrasá-las para serem finalizadas por Mustafa.

Os olhos circundariam o campo de batalha com velocidade, tentaria ficar atento ao máximo possível a tudo e todos, claro que é algo impossível, portanto alternaria o foco entre diferentes regiões do combate conforme tivesse tempo livre na sua luta pessoal com Mustafa.

Caso uma aranha ultrapassa-se o seu limite crítico, não hesitaria e o quanto antes enviaria uma "Garra das Trevas"contra a aranha.

Uma garra surgiria das Sombras e talharia na direção do alvo, na tentativa de golpeá-la na Quelícera, ou seja, no rosto do inseto gigante, causando dano.

Jetsun alternaria o foco pela batalha, algo que ele já estava acostumado a fazer por sua orientação militar durante toda a vida, saber o que está acontecendo no seu entorno é essencial para sobreviver em um campo de batalha.

Caso notasse alguma dificuldade com o Espadachim em algum momento, por algum erro dele, franziria o cenho, e apertaria os lábios, seu corpo giraria no próprio eixo entrando em um alcance onde pudesse ser protegido por Van.

- Me cubra irmão! Diria em voz alta, ele precisava dessa cobertura momentânea, o foco seria na criatura que poderia atrapalhar as ações do espadachim.

Com o máximo de concentração Jetsun tentaria mais uma "Garra das Trevas" que talharia o corpo da aranha na direção oposta a do espadachim, tentando golpeá-la e "afastá-la" por vontade própria dele.

Guardaria uma carta na manga para caso fosse pego de surpresa por alguma aranha, a princípio tentaria uma esquiva ligeira para baixo, caso não fosse possível ou mesmo conseguindo, giraria o bastão bô em sentido horário em uma velocidade considerável.

O Loiro golpearia para frente. - Garra das Trevas! Os olhos azuis penetrantes brilhariam com uma forte intenção de matar e o bastão cairia na direção da aranha, tentaria consumir o bastão com as trevas e fazer a garra surgir na ponta dele, seguindo seu movimento, na tentativa de aumentar a extensão o equipamento.

Após o golpe se afastaria da criatura com um leve pulinho e se reagruparia na formação novamente, na retaguarda de Mustafá.

Continuaria atento e na sua formação de oito trigamas.


Skill:

Nome da Skill:Garra das Trevas
Tipo: Ataque (25PP)
Rank / Valor: Rank E (15PP) (+50 de Dano.)
Alvo: 1 Alvo (00PP)
Distância: Distância comum da classe. 25metros
Efeito: N/A
Condição:

Lucky Coin (-20 PP’s) - Jogue uma moeda (1d2), se cair cara(o macaquinho) sua skill se ativará, caso contrário nada acontecerá e a mana será gasta da mesma forma.

PP's20PP
Consumo:40 MP
Descrição:
O mago se concentra em um alvo que esteja dentro da zona de uso da habilidade e concentra sua mana nas sombras, sua sombra toma formato de garra e desliza pelo chão, saindo próxima ao oponente e se materializando como uma garra fantasmagórica das trevas que efetua um movimento de talho, atingindo o corpo do alvo e aplicando dano.


X
X
Créditos : 0
G$ 1,000

MENSAGENS

Æther

DINHEIRO

_________________
[DUNGEON-RANK C] Arachnophobia - Página 2 GkgIprt
O membro 'X' realizou a seguinte ação: Lançar dados


'Lucky Coin' :
[DUNGEON-RANK C] Arachnophobia - Página 2 P3DRsPp [DUNGEON-RANK C] Arachnophobia - Página 2 P3DRsPp [DUNGEON-RANK C] Arachnophobia - Página 2 LLndcnC
ADM.Roevs
ADM.Roevs
Créditos : 8
G$ 1,000

MENSAGENS

Æther

DINHEIRO
Admin

Página 2 de 5 Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Voltar ao Topo


 
Permissão neste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Layout desenvolvido por Roevs, Remenuf e Mizzu
SOLO LEVELING RPG (2018 - 2020)